Flávio Gomes

5 de abril de 2015

Corrupção sem controle

Do jornalista Ricardo Noblat: “No auge do escândalo do mensalão em 2005, tendo assumido temporariamente a presidência do PT, Tarso Genro, atual ex-governador do Rio Grande do Sul, propôs a refundação do partido. Isso passaria, entre outras coisas, pelo reconhecimento dos erros do PT, o afastamento de militantes suspeitos de envolvimento com corrupção e a escalação de novos nomes para comandar o partido. A proposta de Tarso esbarrou na força da corrente majoritária no PT, aquela liderada, na época, pelo ex-ministro José Dirceu. Lula também não se empenhou para que a proposta de Tarso vingasse. O mundo gira, a Lusitana roda, e o PT se vê metido outra vez em crise semelhante, mas muitas vezes superior à do mensalão. Saiu o pagamento de propinas a deputados. Entrou o Petrolão. As diferenças: o escândalo de agora movimentou muito mais dinheiro. E não serviu apenas para financiar campanhas. Serviu também para enriquecer muita gente. À falta de novas ideias, Tarso voltou a propor uma limpeza em regra no partido. A começar pelo afastamento de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT e réu no processo da Lava-Jato. Tudo indica que sairá derrotado novamente… Até hoje, o PT, Lula à frente, não admite que o mensalão existiu. Não é de duvidar que possa dizer o mesmo quando chegar ao fim o caso da roubalheira na Petrobras. A verdade é que o PT perdeu o controle do esquema de corrupção que ele mesmo montou nos últimos 12 anos. E a essa altura não sabe mais o que fazer.”

Otimismo

O Movimento Brasil Livre intensificou, nos últimos dias, a distribuição de adesivos “Fora Dilma. E leve o PT junto” e a comercialização de camisas e bonés. O kit custa R$ 30,00. Em Maceió, lideranças estão otimistas quanto à manifestação do próximo domingo, dia 12: esperam ampliar de, 12 mil para 20 mil, o número de participantes.

Novo horário

Houve uma mudança no horário da manifestação de 12 de abril. No dia 15 de março o ato foi pela manhã, com concentração às 9 horas, e muitos desistiram de participar por causa do forte calor. Outros saíram no meio da manifestação, justamente pelo calor. Por isso, a concentração será às 14 horas, mas no mesmo local: Corredor Vera Arruda.

Novela

O que se fala em Brasília é que para Vinicius Lages permanecer ministro do Turismo o presidente do Senado, Renan Calheiros, seu padrinho político, sugeriu que o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, assuma a Secretaria de Relações Institucionais, em lugar de Pepe Vargas. É o mais novo capítulo do episódio.

Apetite

Os arroubos de Renan e de Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, são, na verdade, para forçar negociações que resultem em mais espaços no governo para eles e para o PMDB. Aliás, é tradição na política brasileira o conluio entre Executivo e Legislativo. O ex-presidente Fernando Collor foi exceção. Caiu inclusive por isso.

Vapt, vupt

O projeto do passe livre para estudantes nos ônibus teve tramitação recorde. Pela manhã houve uma manifestação (abortada pelo BOPE), os deputados foram convocados para uma sessão à tarde e, em poucos minutos, a proposta do governo foi lida, aprovada e sancionada por Renan Filho. Dias depois, o próprio governador vetou a lei.

Unidade

A bancada federal de Alagoas inicia amanhã a programação de reuniões mensais, aqui no Estado, para debater prioridades e soluções. A pauta do encontro, pela manhã, no Hotel Maceió Mar, tem como prioridade a saúde. Além dos deputados e senadores, vão participar gestores públicos, que apresentarão suas reivindicações.

Meia boca

A prefeitura deu início ao trabalho de ordenamento da ocupação do espaço público na orla marítima de Maceió. Fiscais da SMCCU estão exigindo documentação para saber quais os ambulantes cadastrados. Os que não são têm de se retirar. Falta coibir bicicletas e skates de circularem nas calçadas e, também, a circulação de motos na ciclovia.

Risco

De Daniela Martins” “Pesquisas de opinião mostram amplo apoio à redução da maioridade penal. Se aprovada, será uma ação política demagógica e que tenderá a aumentar a violência. Há outras formas de discutir a punição a crimes hediondos cometidos por menores de idade. A redução geral da maioridade penal seria uma resposta ruim.”

 

*O programa “Aplauso” de hoje é dedicado ao cantor e compositor Lulu Santos, háanos um dos mais requisitados da música brasileira. Com produção e pesquisa, como sempre, de Givaldo Kleber. “Aplauso” vai ao ar das 10 horas ao meio-dia, na Educativa FM.

*A Câmara Municipal de Maceió tem amanhã, 9 horas, sessão solene em homenagem ao centenário da Igreja Assembleia de Deus em Alagoas, proposta do vereador Marcelo Gouveia. O pastor José Antônio dos Santos receberá a Comenda do Mérito Cívico.

Josimar Batista dos Santos,  juiz da 2ª Vara do Trabalho de Maceió,assume amanhã o cargo de  diretor do Fórum Quintella Cavalcanti, do Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região. A juíza Alda de Barros Araújo, da 3ª Vara, será sua substituta.

 *O pernambucano “Coletivo Lugar Comum” estará hoje na Rodoviária de Maceió, para apresentação aberta e gratuita dos resultados da pesquisa “Trânsito Coletivo”.  O grupo tem feito essas performances coletivas e individuais em cidades do Nordeste.

*CRB x CSA, 16 horas, no Trapichão, é o principal jogo da rodada de hoje pelo 2º turno do Campeonato Alagoano. Os outros jogos, todos às 16 horas: ASA x CEO (Arapiraca), Murici x Ipanema (Murici) e CSE x Coruripe (Palmeira dos Índios).

“A redução da maioridade penal vai criminalizar o adolescente, deixando impunes os verdadeiros donos das redes do tráfico de drogas” 

Dom Leonardo Steiner

Secretário-geral da CNBB