Roberto Baia

29 de março de 2015

Uma justa homenagem

Na noite de quinta-feira (26) 17 mulheres foram homenageadas na 5ª edição do Prêmio Selma Bandeira, ocorrido no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), em Maceió.

 De alguma forma, em seus respectivos segmentos executivos, judiciários, comunicacionais e culturais, as figuras femininas que ali estavam se destacaram com seu afinco, zelo no trabalho e compromisso com uma Alagoas melhor.

 

Reconhecimento

Representando a cidade de Arapiraca, a secretária Municipal de Indústria Comércio e Serviços (Semics), Myrka Lúcio, foi agraciada com o prêmio, na categoria “Indústria e Comércio”, pelo que vem fazendo na qualificação profissional de milhares de jovens e adultos, bem como na geração crescente de emprego.

 Acompanhada do esposo Adailton Barbosa e do vice-prefeito de Arapiraca, Yale Fernandes, ela recebeu a honraria, cujo intuito é reconhecer e incentivar o avanço das mulheres alagoanas em papéis de destaque na sociedade.

 

Cerimônia

Na cerimônia, organizada pela Eventur’s, houve o canto dos hinos Nacional e de Alagoas, por Igbonam Rocha, e o testemunho do secretário de Estado de Comunicação, Ênio Lins, a respeito da deputada Selma Bandeira, médica e militante política participou da criação do que se conhece por Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Mulher, ainda na década 1980.

 

Saneamento ambiental

Com investimentos de mais de R$ 75 milhões no âmbito do Programa de Revitalização de Bacias Hidrográficas, o saneamento ambiental avança no Baixo São Francisco alagoano com a implantação, pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), de nove sistemas de esgotamento sanitário. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

 

Semiárido alagoano

Em Jaramataia, localizado no semiárido alagoano, as obras para implantação do sistema estão concluídas e em processo de verificação final para recebimento pela Codevasf, devendo beneficiar uma população de quase três mil pessoas que vivem na região da bacia hidrográfica do rio Traipu, um dos afluentes do Rio São Francisco em Alagoas. Outros seis sistemas estão em fase de execução, e dois terão suas obras iniciadas no mês de abril.

 

Esgotamento sanitário

Atualmente a Codevasf trabalha na implantação de nove sistemas de esgotamento sanitário em municípios da bacia hidrográfica do rio São Francisco em Alagoas: além de Jaramataia, localizada na região hidrográfica do rio Traipu e que já está concluída, estão em execução sistemas em Canapi, na região hidrográfica do rio Capiá; Olho D’Água do Casado, na região hidrográfica do rio Talhada e na calha do rio São Francisco; Carneiros, localizado na região hidrográfica do rio Riacho Grande; Cacimbinhas, que fica entre as regiões hidrográficas dos rios Traipu e Ipanema; Piaçabuçu, situada na região hidrográfica do rio Piauí e da foz do rio São Francisco; Delmiro Gouveia, entre as regiões hidrográficas dos rios Talhada e  Moxotó e na calha do rio São Francisco; Belo Monte, que fica situada entre as regiões hidrográficas dos rios Riacho Grande e Ipanema e na calha do rio São Francisco, e São Brás, na região hidrográfica do rio Piauí, também na calha do rio São Francisco.

 

Boca da Mata

A informação é do jornalista Ronaldo Lima: Ampliar o repertório literário, interagir com o livro de maneira prazerosa, reconhecendo-o como fonte de múltiplas informações e entretenimento são os propósitos que estão sendo desenvolvidos na Oficina Roda de Leitura pelo  Projeto Academia do Desenvolvimento Juvenil, de Boca da Mata, Projeto patrocinado pela Petrobras, Governo Federal Brasil Pátria Educadora, estar  beneficiando 350 educandos em Boca da Mata.

 

Leitura visual

A educadora Kátia Patrícia Oliveira, responsável pela Oficina Roda de Leitura, explica que o conteúdo trabalhado com os educandos também ocorre através de leitura visual, possibilitando uma leitura por meio de recursos áudio visual, identificando os personagens pelas imagens exibidas.

Estímulo

“Estamos estimulando que os educandos gostem de ler, e isso vai contribuir de forma significativa com o desenvolvimento deles”, assegura Kátia Oliveira. Segundo ela, os educandos veem ainda montagem de cartazes, leitura individual e coletiva na Biblioteca.

 

Oficina de Leitura

Por meio de dinâmica de grupos, explica a educadora Kátia Oliveira, são feitas avaliações e as possíveis dificuldades de cada educandos. A educadora informa ainda que a Oficina de Leitura oferece experiências de leitura, interpretações de textos, visando melhorar o desempenho dos educandos.

 

… Se o prefeito de Anadia, Paulo Dâmaso (PSDB), cumprir a promessa feita esta semana, a cidade deverá ter o estádio Cel. Augusto Porto, o Teixeirão, totalmente reformado.

 

 

… Dâmaso esteve reunido com representantes de clubes de futebol do município, para garantir apoio à reforma.

 

 

… A previsão, segundo o prefeito, é que as obras se iniciem no mês de julho, uma vez que os recursos estão liberados desde a gestão anterior.