<![CDATA[ Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas ]]> <![CDATA[População de Arapiraca recebe ações de prevenção à violência]]> Os moradores de Arapiraca estão sendo contemplados com ações da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev). Nesta segunda-feira (27), as equipes do Anjos da Paz e da Campanha de Entrega Voluntária de Armas de Fogo fizeram uma mobilização em uma das feiras livres do município.

As atividades seguem o cronograma do Plano 2017 da Seprev, que vem fortalecendo e intensificando as suas ações itinerantes. “Queremos levar para todos os cantos de Alagoas estas nossas ações que tanto vêm contribuindo para a redução da criminalidade em nosso Estado”, enfatizou a titular da Seprev, Esvalda Bittencourt. As equipes multidisciplinares realizaram divulgação e abordagens para o acolhimento de dependentes químicos que buscam o tratamento voluntário em uma das 37 comunidades acolhedoras credenciadas pela Rede Acolhe.

Os demais técnicos da Seprev realizaram orientações para a população sobre os riscos do porte de armas de fogo e a importância da entrega voluntária. Toda a movimentação foi feita nos arredores da Praça Marques da Silva, no centro da cidade, onde ônibus da campanha ficará estacionado até sexta-feira (31). “Além dessas ações itinerantes, a comunidade de Arapiraca conta com um ponto fixo de atendimento da Seprev, no Centro de Acolhimento de Dependentes Químicos, que fica localizado no bairro Alto do Cruzeiro. Lá, a população pode tirar todas as dúvidas sobre o acolhimento e todas as ações da Seprev”, disse Esvalda Bittencourt.

O Centro de Acolhimento de Dependentes Químicos de Arapiraca fica situado à rua Barão de Alagoas, n°118, no bairro Alto do Cruzeiro. Os interessados também podem tirar dúvidas pelo site da Seprev (www.seprev.al.gov.br) ou pelo call center no 0800.280.9390.

]]>
<![CDATA[Gestores traçam planos para dinamizar consórcio de resíduos sólidos no Agreste]]> Prefeitos e gestores técnicos e administrativos do Consórcio Público Regional de Resíduos Sólidos do Agreste Alagoano (Conagreste) estiveram reunidos, no fim da tarde desta segunda-feira (27), em Arapiraca, para traçar os planos de ação para mobilizar ainda mais os municípios da região para a destinação dos dejetos à Central de Tratamento de Resíduos (CTR), localizada em Craíbas.

A reunião ocorreu na sede da Superintendência de Interiorização do Governo de Alagoas (Governadoria do Agreste), em Arapiraca, e contou com a presença do prefeito de Craíbas e presidente do Conagreste, Ediel Leite.

Também marcaram presença no encontro, o prefeito de Igaci, Oiveiro Torres, que é diretor-técnico do consórcio regional de resíduos sólidos, além do superintendente do Conagreste, engenheiro Ivens Leão, e o controlador Jackson Nicácio e a contadora Cida Padilha.

Atualmente em Alagoas existem duas centrais de tratamentos de resíduos totalmente  licenciadas pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA/AL), a CTR do Pilar e a CTR do Agreste, na divisa entre os municípios de Craíbas e Arapiraca, e que já recebe resíduos sólidos de mais de cinco municípios da região.

O Consórcio Regional de Resíduos Sólidos do Agreste Alagoano (Conagreste) é formado por 20 municípios da região:  Arapiraca, Craíbas, Igaci, Coité do Nóia, Campo Grande, Belém, Estrela de Alagoas, Feira Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Limoeiro de Anadia, Maribondo, Minador do Negrão, Olho d'Água Grande, Quebrangulo, São Sebastião, Palmeira dos Índios, Taquarana, Tanque d'Arca e Traipu.

]]>
<![CDATA[Sargento acusado de homicídio vai a júri nesta terça em União dos Palmares]]> A 3ª Vara Criminal de União dos Palmares leva a julgamento, nesta terça-feira (28), às 9h, o sargento reformado Diógenes Batista de Lima, acusado de matar o colega de farda Manoel Alves Ferreira Júnior, em fevereiro de 2013. O júri será conduzido pelo juiz Anderson Santos dos Passos.

O crime ocorreu no interior de um bar, no município de Santana do Mundaú. De acordo com os autos, réu e vítima teriam se desentendido. Após a briga, Diógenes efetuou disparos contra Manoel, que não resistiu aos ferimentos.

O réu foi pronunciado em outubro de 2013 e será julgado por homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e mediante recurso que dificultou a defesa da vítima). O julgamento devia ter ocorrido no último dia 20, mas foi adiado para esta terça-feira a pedido da Promotoria de Justiça.

]]>
<![CDATA[Agricultores de Traipu serão beneficiados com recursos para produção]]>  

Em parceria com o Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas – Emater/AL, a Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Agrário e Pesca de Traipu, organizou uma reunião de Fomento (antigo Brasil Sem Miséria) com agricultores do município.

De acordo com a secretária Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pesca, Priscilla Palmeira, em Traipu, 70 agricultores serão beneficiado com ações do programa.

“Cada agricultor vai receber por meio do Cartão Bolsa Família a quantia de R$ 2.400,00. As famílias vão fazer uso desses recursos para a produção, ou seja, aquisição de pequenos animais: caprinos, suínos, aves”, explicou a secretária Priscilla Palmeira.

“Serão beneficiados agricultores das comunidades de Lagoinha, Bom Caradá, Lagoa Grande, Mulungu, Boqueirão e Boa Vista”, enfatizou a secretária, que ainda destacou o apoio do prefeito Eduardo Tavares na condução das ações em benefício dos agricultores de Traipu.

 

]]>
<![CDATA[Dois assassinatos são registrados na zona rural de Marechal]]> O Centro Integrado de Operações (Ciops), da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) de Alagoas, registrou neste domingo dois homicídios na zona rural de Marechal Deodoro, litoral sul de Maceió.

De acordo com informações policiais da 5ª Companhia Independente, o corpo da primeira vítima identificada como Jackson Luiz da Silva, 21 anos, residente naquele município, foi encontrado às margens da rodovia, na zona rural da cidade. Haviam marcas de tiros na região da cabeça. Após o crime o autor fugiu sem ser identificado.

O segundo crime foi contra um menor de 16 anos, atingido por cinco disparos de arma de fogo no rosto e pescoço. Os crimes seguem sem autoria.

Estiveram no local, Instituto de Criminalística (IC) e Instituto Médico Legal (IML), além de uma equipe da Delegacia de Homicídios. 

]]>
<![CDATA[Prefeitura e Governo do Estado entregam 20 mil alevinos em Santana]]> O Governo de Alagoas em parceria com a Prefeitura Municipal de Santana do Ipanema iniciaram a distribuição de alevinos de tilápias às famílias que residem em comunidades do município para povoamento de tanques escavados, povoamento de açudes, barragens comunitárias e tanque redes.

De acordo com o secretário Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Santana, Jorge Santana, a distribuição é fruto da parceria entre a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Abastecimento (SMAA) e Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (EMATER).

Os peixes foram distribuídos para as comunidades Gravatá, São Félix, Olho D’Água Grande, Araça, Poço Dantas, Serra do Gurgi, Roçadinho e Pau Ferro. Cada comunidade recebeu os alevinos que servirão para o consumo próprio das famílias ou comercialização dos peixes. Esta ação significa garantia de alimento, emprego e alternativa de renda para famílias de trabalhadores rurais alagoanos.

Ainda segundo o secretário Jorge Santana, a meta do prefeito Isnaldo Bulhões é aumentar ainda mais as doações durante sua gestão. Assim sendo, a Prefeitur, com apoio do Estado, distribui renda às famílias com atividades na produção e comercialização dos peixes.

]]>
<![CDATA[Pela quinta vez, Arapiraca participa da “Hora do Planeta” neste sábado]]> É tempo de apagar a luz e refletir um pouco. Será que estamos deixando um legado positivo para os nossos netos? Que mundo queremos para eles: de escuridão plena ou de paz com a natureza?

É esse tipo de discurso interno que a WWF – rede internacional comprometida com a conservação do meio ambiente – busca atingir em nós, todos os anos, com a “Hora do Planeta”.

Já consolidado em Arapiraca pelo 5º ano seguido, o movimento acontece neste sábado (25), indo das 20h30 às 21h30, em uma ação da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

Segundo a superintendente de Meio Ambiente, Pricilla Nóbrega, o ato simbólico mostra a preocupação, sobretudo, com as mudanças climáticas ocorridas nas últimas décadas.

Para tanto, na cidade, serão desligadas neste intervalo de tempo as luzes de diversos equipamentos culturais, turísticos e públicos, como o Memorial da Mulher Ceci Cunha; a Casa da Cultura e Biblioteca Municipal Professor Pedro de França Reis; o Centro Administrativo Antônio Rocha; a Paróquia Concatedral Nossa Senhora do Bom Conselho (refletores externos); e a fonte luminosa do Bosque das Arapiracas.

O convite é também direcionado aos arapiraquenses em geral, a fim de que apaguem por um instante as luzes de suas casas, empresas e comunidades, todos unidos e com um só pensamento sustentável.

]]>
<![CDATA[Sedetur e Eletrobrás alinham estratégias para a rede de energia em Porto de Pedras]]> Com o intuito de garantir uma distribuição mais eficaz de energia elétrica em Porto de Pedras, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Helder Lima, se reuniu com o presidente da Eletrobrás Alagoas, Vladmir de Abreu, com representantes da hotelaria da Rota Ecológica e com o prefeito de Porto de Pedras, Henrique Vilela. O encontro aconteceu nesta sexta-feira (24), na sede da Sedetur.

Uma das principais demandas do setor, a melhoria do fornecimento de energia beneficiará a hotelaria e a população em geral. O secretário Helder Lima enalteceu a iniciativa e frisou que a medida deverá assegurar uma distribuição segura e eficiente aos estabelecimentos da região.

“Para desenvolvermos o turismo de uma região é obrigatório que estruturemos o seu abastecimento de energia. Porto de Pedras tem crescido e recebido uma demanda cada vez maior de visitantes e novos empreendimentos, o que, consequentemente, eleva o consumo de energia. Essa medida garantirá que a eletricidade seja melhor distribuída, fazendo com que os hotéis, pousadas e os moradores não sejam prejudicados” afirmou Helder Lima.

Segundo o presidente da Eletrobrás, Vladmir de Abreu, a cidade possui diversos estabelecimentos turísticos que consomem uma quantidade considerável de energia e ressaltou a importância do levantamento do número de empreendimentos realizado pelo Cadastur para identificar a necessidade do segmento.

“A melhoria da rede permitirá que a demanda, sobretudo na alta temporada, seja atendida. Para fazermos um trabalho assertivo é preciso que mapeemos os hotéis e outros meios de hospedagem da área. Só assim poderemos elaborar um plano estratégico. O cadastro desses estabelecimentos é essencial para mensurarmos a real necessidade”, disse Vladmir de Abreu.

Na ocasião, foram discutidos ainda outros temas, como a fiscalização de serviços e estabelecimentos ilícitos, investimentos na hotelaria e obras estruturantes para a região.

]]>
<![CDATA[Sesi amplia inclusão digital e acesso à leitura no município de Flexeiras]]> As ações do Serviço Social da Indústria (Sesi) chegaram ao município de Flexeiras, na Zona da Mata alagoana, ampliando o acesso da população à leitura e à inclusão digital. Na quinta-feira, 23, o presidente da Federação das Indústrias de Alagoas (Fiea), José Carlos Lyra de Andrade, inaugurou a 43ª unidade da Indústria do Conhecimento construída no Estado, que ganhou o nome da professora Josete Berto de Lima.

O centro multimídia contempla dez computadores conectados à internet, com sala de leitura contendo mil livros, além de CDs, DVDs, jornais e revistas. A unidade atenderá não apenas os trabalhadores da Indústria e seus dependentes, mas todos os habitantes do município, principalmente os estudantes, que vão contar com mais oportunidades de educação e conhecimento.

Durante a solenidade de inauguração, o industrial José Carlos Lyra ressaltou o “inestimável” alcance social da iniciativa. “A obra que estamos inaugurando destina-se a ensinar e fomentar – especialmente na população mais jovem – uma nova cultura, o domínio da informática, a inclusão digital. Através desta formação, milhares de pessoas poderão acessar a Internet, descobrir novas tecnologias e ter uma melhor preparação para o futuro”, disse ele.

A Indústria do Conhecimento vai representar mais oportunidades de educação e conhecimento aos flexeirenses. Nela, instrutores treinados vão auxiliar na assimilação do saber. “Muitos municípios buscam ter uma Indústria do Conhecimento, e nós fomos agraciados. Agradeço ao Dr. José Carlos Lyra e todos do Sesi por não medirem esforços para fazer este sonho virar realidade”, afirmou a prefeita Maria Isabel Costa Souza.

A inauguração foi acompanhada por gestores e colaboradores do Sistema Fiea, autoridades municipais e estudantes, além da comunidade.

]]>
<![CDATA[150 reeducandos são transferidos para Presídio do Agreste]]> Como forma de dar sequência às ações do Governo do Estado para assegurar a ordem e disciplina nas unidades penitenciárias de Alagoas, a Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) coordenou, nesta quinta-feira (23), a transferência de 150 custodiados do Complexo Penitenciário, em Maceió, para o Presídio do Agreste, situado na zona rural de Girau do Ponciano. O êxito da operação foi possível graças ao empenho dos agentes penitenciários e policiais militares que seguiram as diretrizes da Seris.

A seleção dos transferidos ocorreu mediante um planejamento do Setor de Inteligência da Ressocialização com as chefias das unidades. Após a chegada no Presídio do Agreste, os internos passaram pelo procedimento de revista e triagem. Eles receberam atendimento médico, fardamento e kits de higiene pessoal.

O Agreste é tido como um dos presídios mais seguros do país, com celas quatro vezes mais resistentes que as convencionais e bloqueadores que impossibilitam a comunicação com o mundo externo.

O secretário da Ressocialização, tenente-coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, destaca a atuação dos agentes penitenciários lotados nas unidades prisionais e do Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática, como também os militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Curso de Formação e Aperfeiçoamento de Praças na execução da operação. As autoridades do Tribunal de Justiça tiveram ainda um papel decisivo no processo, apoiando a iniciativa da Seris.

“O Governo de Alagoas tem como uma de suas diretivas preservar a integridade física dos servidores, internos e visitantes. A segurança é um fator determinante. A partir dela, promovemos as ações ressocializadoras e a dignidade no cárcere, prerrogativas da Lei de Execuções Penais, preconizadas pela Justiça. Por isso, enalteço a atuação das forças de segurança, que têm garantido a tranquilidade necessária para superarmos o cenário de crise nacional no âmbito prisional”, afirma o secretário Marcos Sérgio.

]]>