<![CDATA[ Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas ]]> <![CDATA[Ônibus do Corinthians é vandalizado em chegada ao Morumbi]]> Os ônibus da delegação do Corinthians foi alvejado por pedras e pedaços de madeira durante a chegada à rua de acesso do estádio do Morumbi, palco do clássico contra o São Paulo deste domingo de manhã. Um dos objetos acertou o para-brisas do veículo, que rachou e assustou os ocupantes dos assentos da frente. Waldir Dutra, mais conhecido como Coronel Dutra, chefe de segurança do Corinthians, confirmou a recepção pouco amigável no estádio rival. 

"Quebraram o para brisa, um ato de vandalismo mesmo. Temos a segurança do Choque, mas o número dos torcedores é muito grande e às vezes escapa alguma coisa. Das últimas vezes que temos vindo ao Morumbi acontece isso", afirmou o funcionário do Corinthians, que ainda revelou que o motorista do veículo ficou bastante assustado com o ocorrido. 

Ninguém ficou ferido e alguns jogadores nem sequer perceberam o ato de vandalismo de torcedores do São Paulo na chegada ao Morumbi.


]]>
<![CDATA[Com reservas, Flamengo sai atrás e empata com o Avaí na Ilha do Urubu]]> Flamengo e Avaí empataram em 1 a 1 na noite deste sábado, na Ilha do Urubu, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fugindo do rebaixamento, os visitantes saíram na frente, com Pedro Castro, após cobrança de falta, mas não conseguiram segurar a pressão rubro-negra. Com um belo chute de fora da área, Rodinei empatou no segundo tempo. 

PRIMEIRO TEMPO

Com um time completamente modificado por causa da decisão da Copa do Brasil, que será realizada na quarta-feira, o Flamengo teve muitas dificuldades para passar pela retranca do Avaí, que apostava em contra-ataques. Em um lance despretencioso, Pedro Castro tentou cruzar na área, mas ninguém tocou, e a bola entrou no canto do gol defendido por Diego Alves. A falta de poder de criação atrapalhou o Rubro-Negro. 

SEGUNDO TEMPO

O técnico Reinaldo Rueda, insatisfeito com o resultado e a atuação do time, tirou Matheus Sávio e colocou Geuvânio no intervalo. O atacante entrou pela direita, mas não mudou muito o poder de criação rubro-negro. O Avaí, muito fechado, conseguia impedir as chegadas do Flamengo. Até que, depois de um escanteio batido por Éverton Ribeiro, Rodinei pegou a sobra e marcou um golaço de esquerda. O Rubro-Negro ainda teve boas chances, principalmente com o Vizeu, de cabeça, no finzinho, mas não virou. 

PANORAMA

Com o empate, o Flamengo segue em quinto lugar, agora com 39 pontos, e pode ser ultrapassado nesta rodada. O Avaí subiu uma posição e está em 12º, com 30, mas também pode cair. 

PÚBLICO E RENDA

Público pagante 8.032
Público presente: 9.584
Renda: R$ 290.381,00 

 

]]>
<![CDATA[Damião decide, Inter vence e retoma ponta antes de "final"]]> O Inter não se intimidou com a vitória do América-MG na terça-feira e fez sua parte na tarde desse sábado. Mesmo fora de casa, contra o Náutico, em Caruaru, cidade do interior pernambucano, o time colorado venceu por 1 a 0 graça a gol de cabeça de Leandro Damião e retomou a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B.

Agora a expectativa é grande pelo confronto da próxima quarta, no Beira-Rio. Inter e América-MG entrarão em campo pela 26ª rodada com os mesmos 48 pontos (os gaúchos levam vantagem por ter uma vitória a mais: 14 a 13). Para muitos é a decisão antecipada do título. Já o Náutico segue seu calvário. O novo revés deixou a equipe com 20 pontos, na penúltima colocação, a caminho de mais um rebaixamento.

Apesar do placar magro, o Inter sobrou na tarde desse sábado. Depois de ter de trocar a camisa branca pela tradicional toda vermelha, já que o Náutico vestia vermelho e branco listrado, os visitantes ignoraram o fato de estarem longe de casa.

Edenílson e Leandro Damião deram os primeiros sustos no goleiro Jefferson. Na sequência, Cuesta acertou a trave. Tudo isso antes dos 10 minutos de jogo. O gol parecia questão de tempo, mas, o tempo foi passando e nada da bola entrar.

Danilo Fernandes foi exigido apenas uma vez durante toda a primeira etapa e não teve dificuldade para evitar o gol de Diego Miranda. De resto, só deu Inter. Mesmo assim, as equipes foram para o vestiário com o placar zerado.

Em compensação, no primeiro lance mais incisivo do segundo tempo, o Inter foi fatal. Edenilson levantou a bola na medida, entro os zagueiros. Leandro Damião pulou mais alto que todo mundo e testou a bola para o fundo do gol.

Sem D'Alessandro, o Colorado acabou sentindo falta de criatividade no seu meio de campo. O gramado ruim e a iluminação precária também contribuíram para um futebol fraco dos dois times.

Pottker, Damião e Edenílson ainda tiveram chances para ampliar a vantagem meio que na base da marra, mas acabaram concluindo mal. O Náutico mais uma vez foi inofensivo, não teve forças para sequer impor uma pressão nos minutos finais.

Assim, foi só esperar o apito final. Apesar do desempenho ruim, vitória importante para colocar o Inter novamente na ponta da Série B uma rodada antes da 'decisão' contra o vice-líder América-MG.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO 0 X 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio Lacerdão, em Caruaru (PE)

Data: 23 de setembro de 2017, sábado

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas - BA (CBF)

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos - BA (FIFA) e Elicarlos Franco de Oliveira - BA (CBF)

Cartões amarelos: NÁUTICO: Aislan. INTER: Felipe Gutiérrez

Público: 13.409 torcedores

GOL:

INTER: Leandro Damião, aos 5 minutos do 2T

NÁUTICO: Jefferson; Suelinton, Aislan, Breno Calixto (Feliphe Gabriel) e Manoel; Amaral, Dico (Gilmar), Diego Miranda (William Schuster) e Giovanni; Iago e Rafael Oliveira

Técnico: Roberto Fernandes

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Alemão, Ernando (Danilo Silva), Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, Felipe Gutiérrez (Camilo), William Pottker e Eduardo Sasha (Nico López); Leandro Damião


]]>
<![CDATA[CSA: faltam 90 minutos para a Série B]]> Em 2008 o CSA conquistava seu último título estadual. Em 1999 conquistava o vice-campeonato da Copa Conmebol. Desde estão poucas vezes se viu uma movimentação tão grande de torcedores e uma confiança extrema em mais um feito para o Azulão do Mutange.

Nesta segunda-feira, às 20h30, no estádio Rei Pelé, o time do Mutange encara o Tombense-MG, pelas quartas de final da Série C. É o jogo da volta. Semana passada o CSA bateu este mesmo adversário no interior de Minas Gerais por 2x0.

Por isso entra em campo com a vantagem de empatar ou até perder pela diferença de um gol que consegue a classificação tão sonhada para Série B em 2018.

“Será um dia importante. Todos nós sabemos. Será um momento que os jogadores precisam estar em campo cientes que o Tombense vem com tudo. Vem para buscar o resultado. Não será um jogo fácil. Temos que atuar com inteligência e buscar nosso resultado”, disse o técnico Flávio Araújo.

SEGURANÇA

A Polícia Militar de Alagoas definiu o esquema de segurança. Os portões serão abertos para a entrada dos torcedores ao estádio a partir das 17h30. A estimativa da PM é de 17 mil pessoas no Trapichão.

O planejamento de segurança para o jogo irá contar com efetivo de 430 políciais militares, que serão distribuí- dos dentro e fora do estádio.

O Batalhão de Polícia de Trânsito e a SMTT farão pontos de bloqueios para orientar o tráfego e limitar o acesso de veículos. O trânsito no local será interditado a partir das 16h30.

De acordo com a diretoria do CSA foram vendidos 12.230 bilhetes. O clube também suspendeu temporariamente a adesão para novos sócios, que deve retornar na próxima terça- -feira.

]]>
<![CDATA[Londrina só empata com Santa Cruz e se complica na luta pela Série A]]> O Londrina se complicou na luta por vaga na Série A em 2018. Na noite desta sexta-feira, o clube paranaense apenas empatou no Passo das Emas com o Santa Cruz por 1 a 1. Wellington Cézar abriu o marcador para o Tricolor, mas Ricardinho empatou para os mandantes.

Com o resultado, o Tubarão foi aos 34 pontos, oito atrás do quarto colocado Vila Nova. O resultado foi ainda pior considerando-se a posição do Santa, que agora soma 28 pontos e está no 15º lugar.

Apesar do placar em branco até o intervalo, o início do primeiro tempo no Passo das Emas teve emoção. O Santa assustou logo aos cinco minutos, com finalização de Wellington Cézar, que foi pela linha de fundo.

Aos sete, o Londrina escapou de sofrer o primeiro gol. André Luís cobrou escanteio na área, Sandro cabeceou e a bola bateu na mão de Edson Silva. Os tricolores pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir. Já no intervalo, o defensor dos mandantes admitiu o toque.

“Bateu, mas estava colado. Graças à Deus que ele não deu. Estamos devendo e vamos procurar impor o nosso ritmo. Temos que caprichar mais no último passe”, disse Edson Silva.

De fato, o último passe do Londrina impediu a criação de jogados ofensivas. A única oportunidade veio aos oito minutos, quando Reginaldo ganhou de Tiago Costa e finalizou por cima do gol de Julio César.

A atuação apática do time paranaense foi suficiente para sustentar a igualdade sem gols na etapa inicial, mas não foi o bastante no segundo tempo. Com 18 minutos, o Santa Cruz finalmente chegou ao seu gol.

Nininho tentou enfiada para André Luís, Quaresma tentou cortar e a bola sobrou para Wellington Cézar. O garoto da base do Santa ficou sozinho na entrada da área e bateu com muita categoria para vencer César.

Atrás no placar, o Londrina não conseguia pressionar, mas chegou ao empate aos 29 minutos. William Henrique cobrou escanteio na área, os defensores do Santa Cruz marcaram bobeira e Ricardinho, livre de marcação, só escorou a bola para empatar.

]]>
<![CDATA[Juventude e Boa Esporte empatam no Alfredo Jaconi]]> Na noite desta sexta-feira, Juventude e Boa Esporte não saíram do zero a zero e empataram no estádio Alfredo Jaconi. O resultado mantém a equipe gaúcha fora do G4 da Série B, com 41 pontos. Já o time mineiro alcança os 34 pontos e sobe para a nona colocação.

Como esperado, o Juventude entrou em campo com apenas um desfalque. O lateral direito Vidal sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa direita e Tinga assumiu a posição no lado do campo.

O JOGO – O primeiro lance de perigo foi do time visitante. Na oportunidade, Fellipe Matheus cobrou escanteio na primeira trave e Igor cabeceou. A bola subiu e ao descer passou perto do ângulo esquerdo de ataque.

Os jogadores do Boa Esporte marcavam bastante no meio de campo e forçavam os atletas da equipe gaúcha a realizarem lançamentos, sem sucesso, ao ataque.

Aos 12 minutos, o Juventude teve boa oportunidade num escanteio. No lance, Leilson cobrou rasteiro na primeira trave e o volante Lucas tentou de calcanhar, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Após bom passe de Leilson, o atacante João Paulo recebeu dentro da área e, de costas para o gol, puxou a bola para a esquerda de ataque concluindo a jogada com um chute de canhota. A redonda passou longe da meta alviverde.

Aos 29 minutos, a bola foi alçada ao ataque do Boa Esporte e Fellipe Mateus desviou para Rodolfo entrar livre na área. O atacante do time mineiro tentou encobrir o goleiro Matheus, mas pegou mal na bola que subiu muito e saiu pela linha de fundo.

A resposta do Juventude veio no lance seguinte. Em cobrança de falta, o lateral Tinga levantou a bola na área e o zagueiro Micael subiu cabeceando muito perto do gol defendido por Fabrício. Três minutos depois, o time gaúcho chegou novamente com perigo pelo alto. Após cobrança de lateral direto para área, João Paulo escorou para trás e Wesley Natã, livre na área, cabeceou no meio do gol para mais uma defesa do arqueiro adversário.

Aos 41 minutos, depois de cruzamento de Paulinho para a área do Juventude, o zagueiro Domingues afastou mal e a bola sobrou para Fellipe Mateus. O jogador chutou cruzado para a linha de fundo.

O Juventude retornou do vestiário com mudanças na equipe. O técnico Gilmar Dal Pozzo tirou Leilson e colocou Wallacer. O Boa Esporte voltou sem alterações no time.

A segunda etapa iniciou bastante movimentado. Aos 2 minutos, após cobrança de escanteio, Laércio cabeceou para o meio da área do Juventude e Diones arriscou uma bicicleta. A bola tinha endereço garantido, mas o goleiro Matheus Cavichioli fez grande defesa e espalmou para a linha de fundo.

Quatro minutos depois, o Juventude chegou com perigo. O lateral Tinga cruzou para a área buscando o atacante João Paulo. O jogador chegou a desviar a bola que saiu pela linha fundo, levando perigo ao gol defendido por Fabrício.

Aos 9 minutos, o lateral esquerdo tentou fazer um gol olímpico durante a cobrança de escanteio. A bola fez uma curva e passou rente ao travessão. Quase que o time gaúcho abriu o marcador.

A resposta do Boa Esporte ocorreu no minuto seguinte. O jogador Fellipe Mateus recebeu lançamento dentro da área, fez um belo corte em cima da marcação e finalizou no gol, mas o goleiro Matheus defendeu.

Aos 26 minutos, Wallacer levantou a bola na área do Boa Esporte, Laércio não conseguiu cortar e o zagueiro Micael chegou com muita vontade cabeceando para o gol. A redonda saiu pela linha de fundo, mas o arbitragem já assinalava a falta do jogador do Juventude no lance.

Então, o técnico Gilmar Dal Pozzo realizou a estreia do atacante Yuri Mamute com a camisa do Juventude. No primeiro lance, o jogador sofreu uma falta perigosa na esquerda de ataque alviverde. Na cobrança, o lateral Pará mandou para a área e após bate-rebate o goleiro Fabrício evitou o gol contra de Laércio.

Aos 36 minutos, o goleiro Matheus salvou o Juventude. Após cobrança de falta do meio de campo, o atacante Casagrande subiu mais alto e cabeceou no ângulo, mas Matheus voou para espalmar a bola e mandar para escanteio.

Aos 41 minutos, após cruzamento, Rodolfo apareceu livre na pequena área e cabeceou para o chão. A bola quicou e passou sob o gol defendido por Matheus. O Juventude respondeu no minuto seguinte. Yago lançou Caprini que deu um toquinho na saída do goleiro Fabrício, mas o goleiro fez ótima defesa.

Os dois times retornam a campo nesta terça-feira pela 26ª rodada da Série B. Às 20h30 (de Brasília), no estádio Municipal de Varginha, o Boa Esporte recebe o Goiás. Mais tarde, às 21h30 (de Brasília), o Juventude encara o ABC na Arena das Dunas.

]]>
<![CDATA[CRB espera grande público no duelo contra o Criciúma]]> Mazola convocou. O presidente Marcos Barbosa convocou. Até os jogadores têm falado isso nas entrevistas. Todos querem um grande público neste sábado, quando o CRB encara o Criciúma às 16h30 no estádio Rei Pelé. Qualquer setor de arquibancada custa R$ 20. As cadeiras custam R$ 50.

Em 13º, o Alvirrubro tem 32 pontos e busca a reabilitação na Segundona. O duelo diante dos catarinenses, que estão na oitava posição com 34 pontos, é mais um jogo de seis pontos do CRB nesta Série B.

Os pontos de venda são:  Estande do Galo (segundo piso do Shopping Maceió), Poly Sport  (Centro, Shopping Maceió e Shopping Pátio), Bar do Carlão (Trapiche), Loja Grande Torcedor (Sams Club - Jatiúca), Arena das Torcidas (Jatiúca, Serraria e Farol) e Loja Jameika (Centro).

EM CAMPO

O técnico Mazola Júnior espera contar com os atletas que estavam no departamento médico. Já são seis nomes. O atacante Marion sentiu um desconforto no púbis e se juntou a Rodrigo Souza, Danilo Pires, Jorginho e Tinga. Nome de Mazola apareceu no BID, e o técnico está apto a reestrear.

“Temos um elenco de qualidade. Um dos melhores da Série B. Temos que brigar neste momento pelos 46 pontos. Depois veremos o que acontece”, disse.

]]>
<![CDATA[Polícia Militar define segurança para jogo do CSA]]> Acontece hoje, às 10h, na sede do quartel geral da Polícia Militar, a reunião que definirá o plano de segurança para o jogo entre CSA e Tombense na próxima segunda-feira (25), às 20h30, no estádio Rei Pelé. Os pontos principais que serão discutidos é a capacidade do estádio, o número de policiais em atividade também o fechamento das ruas no entorno do estádio.

Participam também do encontro representantes da SMTT, torcidas organizadas e direção do CSA. Todos os ingressos para o jogo que vale o acesso para a Série B de 2018 foram vendidos. O Rei Pelé estará completamente lotado.

Existe uma expectativa que uma carga extra de ingressos seja disponibilizada após esse encontro com a PM. Mas nada oficial. O CSA suspendeu a adesão de novos sócios até  próxima terça-feira, mas quem estiver inadimplente e regularizar a situação terá acesso ao jogo contra o Tombense.

Na tarde de ontem o elenco azulino treinou no palco do jogo mais importante do ano para o time. O treino foi fechado e a imprensa.  A infformação é que o lateral esquerdo Rafinha já está treinando com bola e pode ser uma das opções do técnico Flávio Araújo para a partida.

O marujão venceu no Almeidão e trouxe para o jogo de volta, em Maceió, a vantagem de perder até por um gol de diferença. Vitória do Tombense por 2 a 0 puxa a decisão da vaga para os pênalits. Qualquer empate ou derrota por um gols de diferença a vaga na Série B é do CSA.

“Esse clima de oba-oba tem que ficar atrás do muro do Mutange. Aqui dentro é muita seriedade e respeito aos jogadores do Tombense que virão com tudo buscar também essa vaga. Vamos nos concentrar para fazer um bom jogo”, disse o atacante Michel.

 

]]>
<![CDATA[CRB de Mazola terá algumas mudanças]]> Em sua primeira coletiva, Mazola Júnior elogiou bastante o elenco do CRB e adiantou que deve fazer mudanças para o duelo contra o Criciúma neste sábado, às 16h30, no Rei Pelé.  “É um dos melhores grupos que já trabalhei. Jogadores de muita qualidade que sabem bem como ser vencedores nesta competição. Temos uma semana cheia para avaliar erros e buscar soluções. Vamos dar uma mexida”, disse.

Uma base que vinha jogando já não pode ser escalada por conta de lesões e desfalques. O atacante Zé Carlos, que cumpre suspensão de seis jogos imposta pelo STJD, e o zagueiro Gabriel, expulso na derrota para o Brasil, estão fora. Os volantes Rodrigo Souza, Jorginho, e Danilo Pires estão entregues ao Departamento Médico.

Recém chegado, o volante Tinga briga por posição com Yuri e Adriano. A novidade da semana foi a liberação do volante Olívio. A punição de um ano longe dos gramados aplicada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) acaba nesta segunda-feira, mas o jogador será julgado no dia 25 pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) e corre risco de ter a punição aumentada até para quatro anos. O jurídico do CRB vai para Europa defender o atleta.

O elenco regatiano trabalhou ontem em dois períodos. Nesta quinta-feira, os jogadores trabalham no período da tarde e na sexta pela manhã. Logo após o treino de sexta, o elenco entra em regime de concentração.

INGRESSOS

Os preços dos ingressos foram definidos. Arquibancadas altas e baixas R$ R$ 20 e cadeiras R$ 40. Os pontos de venda são Estande do Galo (Maceió Shopping);  Poly Sport;  Bar do Carlão (Trapiche); Loja Grande Torcedor (Sams Club  - Jatiúca); Arena das Torcidas;  Loja Jameika (Centro).

]]>
<![CDATA[Cobrado por falta de fair play, Jô destoa e não reclama da arbitragem]]> Após ser duramente criticado por marcar um gol com o braço na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, o centroavante Jô evitou criticar o árbitro que o expulsou no empate por 0 a 0 com o Racing, na noite desta quarta-feira, em Avellaneda. Os seus companheiros, ao contrário, estavam revoltados com a atuação do uruguaio Leodan González no jogo em que o Corinthians acabou eliminado da Copa Sul-Americana.

“Levei o cartão amarelo em uma disputa de bola no alto. Depois, dei um carrinho e, como já tinha um cartão, fui expulso. Não tenho o que questionar da arbitragem. Vamos seguir em frente”, disse Jô, político. Além dele, o meia Rodriguinho também foi expulso, três minutos depois de substituir o armador Jadson.

Jô está escaldado em relação às suas declarações. Deixando o gramado de Itaquera na rodada passada do Campeonato Brasileiro, o centroavante defendeu que não sabia com qual parte do corpo havia anotado o seu gol sobre o Vasco. Muitos lembraram que, no início do ano, ele se beneficiou de um gesto de fair play do zagueiro são-paulino Rodrigo Caio, que o livrou de um cartão amarelo nas semifinais do Campeonato Paulista.

Agora, Jô espera ser cobrado pela expulsão contra o Racing. “Futebol é assim, muito dinâmico. É uma nova polêmica”, sorriu. “Eu nunca tinha sido expulso. É mais uma coisa a ser discutida, mas jogo futebol há muitos anos e estou acostumado”, completou.

O próximo adversário do Corinthians será justamente o São Paulo de Rodrigo Caio. Jô e os seus companheiros irão ao Morumbi na manhã de domingo com a expectativa de aumentar ou ao menos manter a larga vantagem que têm na liderança do Campeonato Brasileiro.

]]>