<![CDATA[ Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas ]]> <![CDATA[Flamengo lança uniforme criado e escolhido por torcedores neste sábado]]> O Flamengo divulgou na manhã desta sexta-feira (21) o novo terceiro uniforme, nas cores amarela e azul, as primeiras da história do clube. A grande novidade, no entanto, não está no design, mas na forma em que a camisa foi criada: saiu das mãos de um rubro-negro, em concurso da fornecedora de material esportivo do clube, a Adidas.

"Eu nunca imaginei que minha camisa chegaria onde chegou. Ainda mais porque eu não sou designer. Algumas vezes, em jogos (games) de futebol, customizava as vestimentas da minha equipe para jogar online. Mas só. Desenhei a camisa porque fiquei sabendo da ferramenta e que os torcedores poderiam enviar sugestões de camisa pro Flamengo, mas não imaginei que eu seria o escolhido. Ainda não caiu a ficha: eu desenhei a camisa do Mengão", disse o brasiliense e flamenguista André, de 19 anos.

O Flamengo estreia o novo fardamento no sábado (22), às 19h (de Brasília), contra o Coritiba, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Vice-presidente de marketing do clube, Daniel Orlean destacou o projeto pelo "diálogo" com a torcida e a divulgação da marca rubro-negra fora do país.

"Participar de um projeto da Adidas ao lado de Bayern, Real Madrid, Manchester United, Juventus e Milan (Top 5 Teams) mostra, mundialmente, o poder do Flamengo e da nossa torcida. E ter o terceiro uniforme desenhado por um torcedor e escolhido pela Nação só reafirma a importância que damos ao diálogo constante com os rubro-negros. A torcida e a camisa são nosso maior patrimônio e essa ação reúne esses dois elementos de forma incontestável", afirmou.

 

]]>
<![CDATA[Provas do 'Caso Fifa' chegam ao Brasil, que inicia investigação própria]]> A CBF, dirigentes de clubes da elite do futebol brasileiro e empresas de marketing esportivo que têm ou tiveram relação comercial com a Conmebol são os alvos de uma recém-iniciada investigação do Ministério Público Federal, com base em documentos enviados ao Brasil por autoridades do Paraguai. A investigação está sob sigilo.

Em janeiro de 2016, a pedido dos EUA, o Ministério Público do Paraguai fez uma operação de busca e apreensão na sede da Conmebol, em Assunção. O material recolhido foi enviado para o Tribunal Federal do Brooklyn, em Nova York, onde corre o "caso Fifa" – que tem três cartolas brasileiros entre os indiciados: o atual presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, e seus antecessores José Maria Marin e Ricardo Teixeira.

Após mais de um ano de negociação, chegaram ao Brasil dezenas de caixas contendo contratos, comprovantes de depósitos bancários, escrituras, anotações, trocas de correspondência e inúmeros arquivos digitais com informação sobre a relação de brasileiros com a Conmebol. Manuel Doldán Breuer, promotor de Assuntos Internacionais do Paraguai, confirmou ao GloboEsporte.com a conclusão da cooperação com o Brasil.

José Maria Marin, Nicolas Leoz  e Juan Ángel Napout: todos presos (Foto: AFP) (Foto: )

José Maria Marin, Nicolas Leoz e Juan Ángel Napout: todos presos (Foto: AFP)

 

O material chegou à Procuradoria-Geral da República, em Brasília, que o redistribuiu para procuradores em cinco estados: Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Eles vão avaliar se há indícios de crimes cometidos por brasileiros. Em junho do ano passado, o GloboEsporte.com revelou que documentos apreendidos na Conmebol quase apodreceram embaixo de uma goteira no prédio da entidade.

O "Caso Fifa", que estourou em 2015 com a prisão de José Maria Marin e vários outros dirigentes, mostrou que a Conmebol estava no centro da corrupção do futebol mundial: seus últimos três presidentes – Nicolas Leoz, Eugenio Figueredo e Juan Angel Napout – estão presos.

A atual administração da confederação pediu ao Ministério Público do Paraguai que investigue desvios de quase US$ 130 milhões cometidos por seus ex-presidentes. Há ainda uma apuração em curso no Uruguai, onde Eugenio Figueredo está preso. Agora chegou a vez do Brasil.

Marco Polo Del Nero é acusado de corrupção nos EUA (Foto: Reuters) (Foto: )

Marco Polo Del Nero é acusado de corrupção nos EUA (Foto: Reuters) 

 

Parte do material enviado ao Brasil será usada por promotores americanos contra o ex-presidente da CBF José Maria Marin, o ex-presidente da Conmebol Juan Angel Napout, e o ex-presidente da federação peruana Manuel Burga. Entre os 27 acusados no "caso Fifa" que cumprem prisão domiciliar nos EUA, eles são os únicos que se dizem inocentes, não colaboram com a justiça e estão dispostos a enfrentar julgamento – marcado para o dia 6 de novembro.

Marin é acusado de receber propina para beneficiar empresas de marketing esportivo em contratos da CBF e da Conmebol. Marco Polo Del Nero e Ricardo Teixeira são acusados dos mesmos crimes. Em documento tornado público neste mês, promotores americanos afirmaram:

Governo dos EUA diz que vai provar o recebimento de propina por parte de cartolas brasileiros (Foto: Reprodução) (Foto: )

 

Governo dos EUA diz que vai provar o recebimento de propina por parte de cartolas brasileiros (Foto: Reprodução) 

 

A defesa de Marin afirma que ele é inocente. Por meio da assessoria da CBF, Del Nero sustenta que "não existe e nem existirá qualquer prova" que o incrimine. A defesa de Ricardo Teixeira afirma que só vai se manifestar depois de ser comunicada formalmente do caso, o que ainda não ocorreu.

A investigação recém-iniciada pelo MPF com base nos documentos apreendidos no Paraguai junta-se a outra, que vai começar a partir do pedido de prisão de Ricardo Teixeira na Espanha. O ex-presidente da CBF é acusado de formar uma associação criminosa com Sandro Rosell, ex-presidente do Barcelona, para lavar dinheiro obtido ilicitamente.

Eles teriam, sempre segundo a acusação espanhola, recebido mais de R$ 50 milhões em comissões ilegais na venda de amistosos da seleção brasileira. Rosell está preso na Espanha há dois meses. No mês passado, o ex-presidente do Barcelona tentou usar a CBF para sair da cadeia. Ele apresentou como recurso uma carta da entidade, assinada pelo secretário-geral Walter Feldman, na qual a confederação diz que "não se sentiu prejudicada" pela atuação de Rosell e Teixeira. A justiça da Espanha negou o pedido.

Neste caso específico da Espanha, a defesa de Ricardo Teixeira afirma que ele é inocente. Em entrevista recente ao jornal "Folha de S.Paulo", o ex-presidente da CBF afirmou:

– Tudo que me acusam no exterior não é crime no Brasil. Não estou dizendo se fiz ou não.

 

]]>
<![CDATA[Atlético-PR e Botafogo empatam jogo sem inspiração na Arena]]> No primeiro jogo de Fabiano Soares comandando o time do banco, o Atlético Paranaense não passou de um empate sem gols em casa diante do Botafogo, seguindo com um incômodo jejum dentro do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Furacão chegou aos 17 pontos, na 16ª colocação, colado na zona de rebaixamento. O Alvinegro caiu para sétimo, com 23 pontos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense encara a Ponte Preta, domingo, novamente na Arena da Baixada. Já o Botafogo terá pela frente, no mesmo dia, o Atlético Goianiense, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia.

O jogo – A partida começou movimentada, em velocidade, com as duas equipes tentando explorar os lançamentos. Aos cinco minutos, Sidcley apareceu pelo lado esquerdo e levantou para Pablo, que desviou de cabeça para boa defesa de Jefferson. O Furacão tentava se soltar mais. Aos oito minutos, Douglas Coutinho partiu para a jogada individual, fez fila, mas foi travado por Roger.

Lançamento de Thiago Heleno para Pablo, aos 13 minutos, mas o atacante entrou em impedimento. Cobrança de falta ensaiada para o Rubro-Negro, aos 17 minutos, com Nikão rolando para Sidcley cruzar e Douglas Coutinho desviar de cabeça, por cima da meta. Mais um ataque do Atlético, aos 24 minutos, com Sidcley arriscando da entrada da área, pela linha de fundo.

O Botafogo respondeu, aos 25 minutos, com Roger recebendo na entrada da área e pegando de primeira, para fora, mas com perigo. Aos 32 minutos, Jonathan saiu machucado para a entrada de Cascardo no Furacão. Cobrança de falta na entrada da área carioca, mas Nikão desperdiça carimbando a barreira. De cabeça, aos 49 minutos, Roger deu trabalho para Weverton.

Depois do intervalo, as equipes retornaram sem novidades. A disputa voltou mais equilibrada, as a chances reais de gol eram raras. Porém, logo aos sete minutos, Fabiano Soares apostou na entrada de Ederson no lugar de Douglas Coutinho, que saiu vaiado de campo. Aos 12 minutos, Pimpão saiu em disparada e parou apenas na saída de Weverton.

A posse de bola seguia com o Furacão, mas o Botafogo era mais agudo. Aos 23 minutos, Pimpão ajeitou a bola para Matheus Fernandes, que finalizou por cima da meta, desperdiçando o ataque. Tecnicamente o jogo era ruim, com pouca emoção na Arena. Aos 31 minutos, Guilherme desviou cruzamento, a bola passou por todo mundo e se perdeu.

O Atlético apareceu com perigo aos 34 minutos, depois de chute forte de Nikão que Jefferson defendeu. No rebote, Ederson teve a chance de finalizar, mas Victor Luís apareceu para salvar. Pelo segundo amarelo, Emerson Santos foi expulso, aos 39 minutos. Com um a mais, o Rubro-Negro poderia pressionar, aproveitando ainda o longo acréscimo dado, mas tinha dificuldade e não conseguiu tirar o zero do placar em um jogo sem inspiração.

]]>
<![CDATA[Goleada: Sport atropela o Atlético-GO e sobe para o quinto lugar]]> A forte chuva não impediu o belo futebol do Sport. Nesta quinta-feira, o Leão mostrou autoridade para vencer o Atlético-GO por 4 a 0, na Ilha do Retiro, e subir para a quinta posição do Campeonato Brasileiro.

O Dragão até começou bem a partida, acertando o travessão com apenas três minutos, em finalização de Walter. Pouco depois, porém, Mena deu sua primeira assistência da partida para Patrick, que abriu caminho para a vitória rubro-negra.

Antes do intervalo, o Sport ainda ampliou com Diego Souza, em nova assistência de Mena, e o camisa 87 cobrou falta para André fazer o terceiro do Leão.

Já na segunda etapa, a partida caiu muito de ritmo. O gramado pesado e repleto de poças deixou os dois times cansados e, com o Dragão já perdendo por 3 a 0, a partida teve poucas oportunidades de gol. Mesmo assim, André fez seu segundo na partida, definindo o 4 a 0 como placar final.

Com o triunfo, o Sport foi aos 24 pontos, ganhou três posições e assumiu a quinta colocação do Campeonato Brasileiro, ultrapassando Cruzeiro, Botafogo e Palmeiras. Já o Atlético-GO segue na lanterna da competição com apenas oito pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Sport recebe o Palmeiras, domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Pernambuco. Já o Atlético-GO encara o Botafogo no mesmo dia, às 19h (de Brasília), no Olímpico.

O JOGO

Mesmo fora de casa, foi o Atlético-GO quem teve a primeira chance de perigo. Logo aos três minutos, Niltinho cobrou escanteio na área, Igor afastou mal de cabeça, e Walter chutou firme, mas mandou a bola no travessão.

A torcida rubro-negra nem teve tempo de se assustar com a jogada e, três minutos depois, Patrick abriu o placar. Gilvan afastou mal e entregou a bola nos pés de Patrick, que abriu na esquerda com Mena e correu para a área. O chileno cruzou, e o próprio volante bateu de primeira para inaugurar o marcador.

O Sport não parou com o primeiro gol e quase ampliou a vantagem logo aos 10 minutos. Diego Souza passou como quis pelo marcador na direita e cruzou na área. Rogério tentou uma puxeta, mas furou. A bola veio na direção de André, que emendou um voleio e jogou a bola muito próxima do gol de Kléver.

Em nova bola parada, o Atlético-GO levou perigo aos 16 minutos. Mais uma vez, a defesa do Sport não foi bem após cobrança de escanteio e Gilvan desviou de cabeça, mandando a bola rente à trave esquerda de Agenor, com muito perigo.

Logo em seguida, porém, Diego Souza mostrou como se finaliza de cabeça para as redes. Mena chegou à linha de fundo e levantou na área para o camisa 87, que antecipou o volante Marcão, ganhou pelo alto e mandou para o gol.

O craque do Leão quase marcou seu segundo gol aos 26 minutos, quando invadiu a área e finalizou com cavadinha para mandar por cima de Kléver, que conseguiu desvio com a ponta dos dedos. A intervenção também salvou o Sport, que travou Paulinho no momento em que o atleta ia diminuir a diferença.

Ante do intervalo, o Sport ainda teve tempo para ficar ainda mais tranquilo na partida. Aos 40 minutos, Diego Souza cobrou falta na área e André empurrou de carinho para o gol.

Segundo tempo não tem grandes emoções

Já na segunda etapa, a partida caiu muito de ritmo. O gramado pesado e repleto de poças deixou os dois times cansados e, com o Dragão já perdendo por 3 a 0, a partida não teve mais oportunidades de gol.

A única oportunidade da etapa final veio aos 24 minutos. Ronaldo Alves afastou cruzamento de cabeça, André tentou fazer o pivô, mas errou o domínio, e a bola ficou com Walter, que chutou com efeito, mas Agenor fez a defesa.

Aos 35, mesmo sem forçar o ritmo, o Sport fez o quarto. Rithely lançou André e o centroavante, com calma, tocou por cima de Klever, com categoria, marcando seu segundo tento na partida e definindo o placar final.

]]>
<![CDATA[Marcelo Oliveira aceita convite e retorna ao Coritiba após cinco anos]]> Marcelo Oliveira é o novo técnico do Coritiba para a sequência do Campeonato Brasileiro. O clube anunciou o acerto nesta quinta-feira. A informação é da jornalista Nadja Mauad, do Blog da Nadja. Ele chega para assumir o comando da equipe alviverde após a saída de Pachequinho, demitido na noite de quarta-feira, logo após a goleada para a Ponte Preta, por 4 a 0.

Terceiro técnico do Coxa na temporada, Oliveira assume o Coritiba na 13ª colocação na tabela do Brasileirão, sua pior posição desde o início do campeonato.

Marcelo Oliveira, de 62 anos, foi procurado pelo Coxa em 2017, antes de o clube decidir efetivar Pachequinho e após a saída de Paulo César Carpegiani. O técnico era a primeira opção da diretoria do Coritiba para assumir o comando do elenco, mas negou o convite. Ele estava sem clube desde que saiu do Atlético-MG, em 2016. Além do Coxa, o treinador também recusou proposta do Sport neste ano para dar mais atenção à família e descansar.

]]>
<![CDATA[Após derrota para o Bahia, Atlético-MG confirma demissão de Roger Machado]]> O Atlético comunicou, no início da tarde desta quinta-feira, a demissão do técnico Roger Machado. A sequência de resultados ruins dentro de casa, justo do Independência, casa que o Galo era imbatível em outras épocas, foi um dos fatores fundamentais para a demissão do treinador, além do futebol fraco apresentado com o elenco que tem a disposição. Até a definição de um substituto, Diogo Giacominni será o interino. Em 19 meses, é a quarta troca de comando do clube alvinegro.

A decisão da demissão de Roger Machado começou a ser tomada após a derrota para o Bahia, por 2 a 0, na noite dessa quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Após o confronto, uma reunião até a madrugada ocorreu e a confirmação ficou para ser dada nesta tarde.

A Gazeta Esportiva apurou que após o jogo o próprio treinador conversou com o presidente do clube e disse que entenderia a demissão, pois o momento era de grande pressão. De cabeça quente, Nepomuceno preferiu esperar até a tarde desta quinta-feira.

Roger foi anunciado como novo treinador do Atlético no dia 30 de novembro de 2016, após a demissão de Marcelo Oliveira. Ele assumiu o comando da equipe em janeiro de 2017. A frente do Galo foram 42 jogos, 22 vitórias, 9 empates e 11 derrotas. No Campeonato Brasileiro o Galo tem a terceira pior campanha em seus domínios.

O treinador conquistou o Campeonato Mineiro com o Galo e garantiu a melhor campanha da primeira fase da Copa Libertadores e avançou de fase na Copa do Brasil.

]]>
<![CDATA[Jadson fratura duas costelas e está fora das próximas partidas do Corinthians]]> O Corinthians vai ter um grande desfalque para as próximas rodadas. O meio-campista Jadson fraturou duas costelas e está fora dos gramados por aproximadamente 30 dias. Após um choque ainda no primeiro tempo da partida contra o Avaí, o atleta foi substituído por Marquinhos Gabriel.

Ainda em Florianópolis, o alvinegro realizou exames de imagens que constaram a lesão. O Timão agora se prepara para encarar o Fluminense, no próximo domingo (23), às 16h (de Brasília), no Maracanã.

Além disso, o Corinthians liberou o jogador para ficar com a família que tem em Florianópolis.

 

]]>
<![CDATA[Após veto da CBF, Santos sugere ao Barcelona amistoso em janeiro]]> O Santos sugeriu ao Barcelona que as equipes se enfrentem em um amistoso em janeiro, no Brasil, mas ainda não obteve resposta. O clube brasileiro apresentou a opção depois de a CBF vetar que a partida fosse realizada em 8 ou 9 de agosto, como queriam os catalães – os alvinegros enfrentam o Atlético-PR, pelas oitavas da Libertadores, em 10 de agosto.

O duelo faz parte de acordo assinado na época da transferência de Neymar à Espanha, em 2013. Foram acertados dois amistosos, um que aconteceu no Camp Nou em agosto daquele ano e terminou com vitória do Barcelona por 8 a 0, e outro a ser disputado no Brasil.

O segundo confronto precisa acontecer enquanto Neymar estiver no elenco espanhol, caso contrário, o Barcelona deverá pagar € 4,5 milhões (R$ 16,4 milhões) ao Santos. O atacante é alvo do PSG, que pode levá-lo à França na maior negociação da história.

As relações entre os dois clubes são muito ruins desde a transferência de Neymar, há quatro anos. O Santos foi à Fifa contra os espanhóis – na última semana, a entidade determinou que o Barcelona pague € 2 milhões (R$ 7,3 milhões) aos brasileiros.

Os espanhóis, por sua vez, também acionaram o Santos por entender que houve quebra de contrato quando o atacante Gabriel foi vendido à Inter de Milão sem ser oferecido ao Barça, que tinha preferência pelo jogador.

 

]]>
<![CDATA[Fotos de nova camisa amarela e azul do Fla vazam na web]]>

Mais uma vez amarela e azul! O Flamengo irá estrear no próximo sábado, contra o Coritiba, na Ilha do Urubu, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, seu terceiro uniforme para a temporada de 2017. A nova camisa será predominante amarela, com detalhes em azul.

Amarelo e azul foram as primeiras cores do Flamengo e por isso foram escolhidas para o terceiro uniforme do clube para 2017. Fotos oficiais ainda não foram postadas pelo clube ou pelo patrocinador, mas na internet os torcedores já estão compartilhando o modelo teria sido o escolhido através de votação.

Antes do terceiro uniforme, os dois primeiros também já haviam sido vazados na web e dividiram opiniões dos rubro-negros, assim como esse amarelo e azul. Nas redes sociais, o clube colocou a foto de perfil com um pedaço com as cores da nova camisa e contra o Coritiba será a primeira vez que os atletas irão usar o terceiro uniforme de 2017.

Em 2010, o clube já havia lançado uma camisa com as cores amarela e azul em listras verticais, mas não foi “aceita” pelos torcedores como o marketing da época esperava. Modelo foi desenhado e votado em uma ação do patrocinador e estreia será na nova casa, na Ilha do Urubu.

Fonte: Lance!


]]>
<![CDATA[Palmeiras e Flamengo empatam e veem rivais mais longe]]> Palmeiras e Flamengo viveram mais um capítulo de uma crescente rivalidade na noite desta quarta-feira. Na Ilha do Urubu, com gols no primeiro tempo e um pênalti perdido por Diego diante de Jailson, a partida terminou com empate por 2 a 2, resultado que deixa ambos mais longe dos primeiros colocados.

O Flamengo, quarto colocado, contou com gols de Pará e Guerrero para chegar aos 25 pontos. O Palmeiras, que marcou com Willian e Roger Guedes, vem logo em seguida com 23 pontos. Grêmio (31) e Santos (27) venceram na rodada, enquanto o Botafogo (22) pega o Atlético-PR às 21 horas (de Brasília) desta quinta, em Curitiba.

Pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 19 horas (de Brasília) deste sábado, o Flamengo volta a campo para encarar o Coritiba, novamente na Ilha do Urubu. Já o Palmeiras enfrenta o Sport em duelo programado para as 16 horas de domingo, na Arena Pernambuco.

O Jogo – Empurrado por sua torcida na Ilha do Urubu, o Flamengo saiu na frente logo aos sete minutos do primeiro tempo. Em uma jogada iniciada pelo lado esquerdo, a bola sobrou na entrada da área para Guerrero, que ajeitou na direita para chute cruzado e certeiro do lateral Pará.

O Palmeiras foi completamente dominado pelo adversário até os 31 minutos da etapa inicial, quando aproveitou sua primeira chance para empatar. Escalado como meia, Zé Roberto deu belo passe para Willian do lado esquerdo da grande área. Com um toque sutil na saída do goleiro Thiago, o atacante mandou para as redes.

O time alviverde tomou a liderança no placar aos 42 minutos da etapa inicial. Em uma subida ao campo de ataque, o zagueiro Mina lançou Roger Guedes pela direita, nas costas de Trauco. O veloz atacante invadiu a área e tocou rasteiro na saída de Thiago.

A vantagem do Palmeiras durou pouco, já que o Flamengo empatou um minuto depois. Após um chutão do goleiro Thiago, o experiente Paolo Guerrero aproveitou vacilo do palmeirense Luan para ganhar a disputa de bola. Na cara do goleiro Jailson, o peruano fuzilou. Em seguida, lesionado, Willian acabou substituído por Borja.

No começo do segundo tempo, Cuca passou Michel Bastos para o meio de campo e deslocou Zé Roberto para a lateral esquerda. Em uma jogada perigosa do modificado time alviverde, Michel Bastos cobrou escanteio do lado direito, Luan cabeceou e Thiago salvou o Flamengo.

Pouco depois de substituir Everton Ribeiro, Geuvânio entrou na área pela direita e foi claramente derrubado por Michel Bastos. Jailson Macedo Freitas marcou pênalti. Na cobrança, o meia Diego bateu no canto esquerdo do goleiro e viu o palmeirense defender.

Em busca da vitória, os dois treinadores fizeram alterações ofensivas. Cuca, por exemplo, tirou Michel Bastos para a entrada de Keno, enquanto Zé Ricardo trocou Márcio Araújo por Berrio. Na última chance do jogo, Dudu puxou contra-ataque e tocou para Borja pela esquerda. O colombiano entrou na área e bateu para defesa de Thiago.

]]>