<![CDATA[ Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas ]]> <![CDATA[Governo de Alagoas distribuiu 2,4 milhões de alevinos em 2016]]> O ano de 2016 para seis mil famílias de pequenos produtores, distribuídas em vinte e dois municípios de Alagoas foi um ano produtivo. Literalmente. É que, por meio da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), o Governo de Alagoas fez a distribuição de 2,4 milhões de alevinos de tilápia para povoamento de tanques escavados.

Fruto da parceria institucional entre a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) e o Centro de Referência de Aquicultura do Baixo São Francisco da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), os alevinos foram produzidos nas estações de piscicultura de Rio Largo e Piranhas, de onde foram doados aos pequenos produtores.

Água Branca, Anadia, Arapiraca, Atalaia, Batalha, Boca da Mata, Branquinha, Campo Alegre, Canapi, Capela, Carneiros, Chã Preta, Colônia Leopoldina, Coruripe, Delmiro Gouveia, Estrela de Alagoas, Feira Grande, Flexeiras e  Ibateguara estão entres os municípios contemplados pelo programa. 

O secretário da Agricultura Álvaro Vasconcelos destaca o alcance social da distribuição dos alevinos de tilápia entre os pequenos produtores das diversas regiões do Estado de Alagoas e assegura que a meta do Governo do Estado Alagoas é aumentar ainda mais as doações a partir de 2017. “Dessa forma, o Governo do Estado distribui renda às famílias e fixa o homem no campo, com atividades na produção e comercialização do pescado”, afirmou Álvaro Vasconcelos. 

Os irmãos Cícero Rodrigues da Silva e Everaldo Rodrigues da Silva,  moradores das comunidades rurais Lagoa da Vaca e Sítio Panelas, respectivamente, no município de Piranhas, foram contemplados no mês de março com mil alevinos de Tilápia, cada. 

“Para nossa família, só temos a ganhar com essa distribuição feita pelo Governo do Estado porque trabalhamos na nossa propriedade e complementa a nossa renda”, disse Cícero Rodrigues. 

E para incentivar ainda mais a criação e comercialização de pescado em Alagoas, a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) também ofereceu cursos de capacitação aos técnicos das secretarias municipais de Agricultura, agricultores e estudantes.

Como informa o superintendente de Aquicultura da Seagri, Manoel Sampaio, os pequenos produtores, gestores e técnicos tiveram a oportunidade de conhecer técnicas de monitoramento da qualidade da água, manejo, nutrição alimentar de peixes, tipos de pescado adequado para aquicultura e sistema de produção.

Também foram beneficiados ainda os municípios de Igaci, Igreja Nova, Inhapi, Jacuípe, Joaquim Gomes, Jundiá, Junqueiro, Limoeiro de Anadia, Maceió, Major Isidoro, Mar Vermelho, Maragogi, Maravilha, Marechal Deodoro, Maribondo, Matriz de Camaragibe, Messias, Minador do Negrão, Murici e Novo Lino. 

Bem como Olho D’água do Casado, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Paripueira, Paulo Jacinto, Penedo, Piaçabuçu, Pilar, Piranhas, Poço das Trincheiras, Porto Calvo, Porto de Pedras, Quebrangulo, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, Santana do Ipanema, São José da Tapera, São Luiz do Quitunde, São Miguel dos Campos, São Sebastião, Teotônio Vilela, Traipu, União de Palmares e Viçosa.

 

]]>
<![CDATA[Alagoas recebe turistas de todo o Brasil durante o réveillon]]> Entre os lugares mais procurados por turistas por sua beleza e sua cultura, Alagoas também se destaca pelas festas de final de ano, que atraem um grande número de pessoas vindas de dentro e de fora do país. 

Maceió é conhecida como a “Capital do Réveillon”. Esse título foi dado devido ao grande número de eventos na última semana do ano, onde a diversão é garantida ao som de atrações nacionais e internacionais, além de aproveitar o conforto e estrutura oferecidos. 

Porém o clima de réveillon não se restringe apenas à capital alagoana, o estado possui festas espalhadas de uma ponta a outra. Confira alguns dos Réveillons mais procurados do Estado.

Maceió

Nas principais festas de Maceió, predomina o sistema All Inclusive, que permite que os participantes tenham acesso a todos os serviços, desde alimentação à atividades exclusivas. Wesley Safadão, Bell Marques (Celebration), Marília Mendonça e Aviões do Forró (Allure) são algumas das atrações que compõem a programação de duas das maiores festas da capital. A véspera do dia 31 também reserva grandes apresentações, como os shows dos artistas Gustavo Lima, Saulo Fernandes e Gabriel Diniz (Pré-Réveillon Paradise).

Para quem curte um ambiente mais alternativo, existem boas opções pela cidade, com bandas locais e onde os próprios participantes podem levar o que forem consumir. Apresentações gratuitas acontecem ainda nas partes alta e baixa do município. 

Litoral Norte

São Miguel dos Milagres tem um dos mais badalados Réveillons do Brasil. Conhecido como Réveillon dos Milagres, o evento é uma maratona de festas que tem início com as prévias e vão até janeiro. As comemorações são divididas em três espaços, sendo um deles exclusivo para a virada de ano e os outros dois usados para as demais festas incluídas no pacote.

Maragogi também oferece comemorações, tanto gratuitas quanto privadas, com queima de fogos à beira-mar e atrações musicais.  Nas festas privadas, o destaque vai para o Salinas Resort, cujo evento conta com decoração temática, buffet e música ao vivo. 

Litoral Sul

Na bela praia do Francês, em Marechal Deodoro, acontece o Réveillon do Aloha Surf Paradise, local na beira do mar e que costuma reunir um público mais jovem. Samba Rock Clube, Vibrações e Naná Martins estão na programação. 

Serviço

Réveillon Allure

Local: Praia de Jatiúca (Maceió)

Informações:  https://reveillonallure.com.br/ ou 3185-6666

 

Réveillon Celebration

Local: Praia de Jacarecica (Maceió)

Informações: http://www.reveilloncelebration.com.br/ ou (82) 3357-8007 

Pré-Réveillon Paradise

Local: Praia de Jatiúca (Maceió)

Informações: http://www.reveilloncelebration.com.br/ ou (82) 3357-8007

 

Réveillon dos Milagres

Local: São Miguel dos Milagres

Informações: http://www.reveillondosmilagres.com.br/

 

Réveillon Alloha

Local: Praia de Jatiúca (Maceió)

Informações: http://www.alohasurfparadise.com/ ou (82) 99117-7019

 

 

]]>
<![CDATA[Luiz de Assis é o grande vencedor do Festival Em Cantos de Alagoas]]> A canção “Sua hora”, de Luiz de Assis, foi a grande vencedora do 1º Festival de Música popular Em Cantos de Alagoas, em premiação realizada na noite do último sábado (05) no Teatro Gustavo Leite, Centro de Convenções de Maceió. Além de melhor canção, o músico também recebeu os prêmios de Melhor Intérprete e Melhor Letra. 

Só em participar do Em Cantos, eu já me sentia vitorioso desde o início. Talvez isso tenha atraído esses prêmios. A vitória está na minha música sendo prestigiada e nas pessoas vindo pra curtir o nosso som”, falou o campeão.

Luiz de Assis destacou a troca de experiência com outros músicos alagoanos como ponto alto do Festival. “É uma grande felicidade esse encontro com artistas que não conhecia, com canções belíssimas. Não imaginava que iria ganhar, mas conquistei a simpatia da galera. Só tenho a agradecer. Isso é maior que qualquer prêmio material”, disse.

 “Bem me quero”, de Alana Barros e Deyves e interpretada por Andréa Laís, foi premiada como a segunda melhor música e “Cão Vadio”, de Chico Elpídio e Pablo de Carvalho e Intérprete Lara Melo, como a terceira melhor canção. “Um Forte” de Jan Cláudio foi escolhida pelo público como melhor música pelo do voto popular.

“Foi demais. Estou muito feliz. Festival incrível. Conheci muita gente boa, de nível altíssimo, e só de chegar até aqui na final foi uma felicidade imensa. O troféu vai ser guardado com muito carinho”, disse a cantora Lara Melo.

“Participar desse festival foi fantástico. Alagoas estava precisando de eventos como esse”, disse Jan Cláudio.

Foram quatro dias de apresentações do que há de melhor sendo produzido na música em Alagoas. Do samba ao rock independente, 60 artistas alagoanos se apresentaram no palco do Festival com músicas inéditas. O evento lotou o teatro com um público animado e cheio de expectativas.

Além do troféu, as composições vencedoras receberão R$ 6 mil para o 1º lugar, R$ 4 mil para o 2º e R$ 2.500 para o 3º colocado. Também haverá premiação de R$ 1 mil para melhor intérprete, melhor letra e voto popular.

O Festival é uma realização da Secretaria de Estado da Cultura, com apoio da Secretaria de Desenvolvimento e Turismo (Sedetur).

Confira a relação dos vencedores:

1º LUGAR – “Sua hora”, de Luiz de Assis
2º LUGAR - “Bem me quero”, de Alana Barros e Deyves
3º LUGAR – “Cão Vadio”, de Chico Elpídio e Pablo de Carvalho

MELHOR INTÉRPRETE - Luiz de Assis com “Sua hora”
VOTO POPULAR - "Um Forte", de Jan Cláudio
MELHOR MÚSICA - "Sua Hora" - Luiz de Assis

]]>
<![CDATA[Quase cinco mil pescadores artesanais têm registro suspenso]]> O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) suspendeu quase cinco mil registros de pescadores profissionais artesanais em Alagoas, no país foram mais de 186 mil. A medida foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) na semana passada. A decisão foi tomada porque os pescadores não fizeram a manutenção do registro, conforme prevê a legislação. No entanto, eles poderão voltar a obter o documento quando prestarem os esclarecimentos necessários.

Porém, a presidente da Fepeal - Federação dos Pescadores do Estado de Alagoas, Eliane Morais, diz que 60 dias não são suficientes para que os pescadores se apressem e realizem a atualização cadastral. Para regularizar a situação, aqueles que tiveram o registro suspenso deverão apresentar relatório de exercício da atividade na categoria de pescador profissional artesanal, cópia do Número de Inscrição do Trabalhador (NIT) inscrito como segurado e uma foto 3x4 recente, com foco nítido e limpo.

“A nossa preocupação é que o sistema do Mapa está com problema e não estamos conseguindo finalizar o processo. Já tentamos por várias vezes e só dar fora do ar o sistema do Ministério, fica difícil para os pescadores. Estamos fazendo de tudo para que não haja a perda definitiva do registro, corremos atrás dos pescadores que tiveram a suspensão e realizamos o cadastro de forma manual, mas os dados têm que ser lançados pela internet e não estamos conseguindo”, explicou.

Eliane Moraes disse que são 45 colônias filiadas no Estado, ou seja, cerca de 40 municípios afetados pela suspensão. “Os pescadores sobrevivem da pesca e não pode ficar sem a sobrevivência, se perder a carteirinha...”, frisou.

O cadastro deve ser realizado com antecedência da data do aniversário do pescador. “O sistema do Ministério não está ajudando, está parado, ficamos na colônia de 8h às 17h e o site fora do ar, parado. Agora mesmo estou tentando resolver uma pendencia da associação e o sistema não abre de jeito nenhum. A gente localiza os pescadores, mas o sistema não funciona”, reclamou.

Ainda segundo a representante dos pescadores, a Superintendência da Pesca em Alagoas demonstrou-se sensível e ficou de entrar em contato com o Mapa em Brasília e colocar as impossibilidades existentes. “Não esperamos não o Ministério nos notificar, começamos a correr atrás, já pensou deixar para cadastrar cinco mil pescadores de última hora, vai complicar ainda mais. Estamos com quatro funcionários para realizar a atualização para os pescadores, mas o sistema não abre”, desabafou.

Se o sistema do Mapa não voltar a funcionar normalmente, Eliane Moraes sugere que o prazo seja prorrogado para que os pescadores não sejam prejudicados. A suspensão foi determinada pela portaria Nº 11, de julho de 2016, porque os trabalhadores não fizeram a manutenção do registro, como prevê a legislação. 

]]>
<![CDATA[Rapaz de 26 anos é assassinado no centro da cidade]]> O jovem Willames Pereira Santos, 26 anos, conhecido como Pandora, foi assassinado com vários golpes de faca no Centro de São Sebastião, município localizado no Agreste alagoano. Segundo informações colhidas a vítima era homossexual e havia saído para uma festa na noite deste sábado (2).

A polícia ainda desconhece os motivos do homicídio e está à procura do suspeito. Equipe do IML ( Instituto de Criminalístia e Médico Legal) esteve no local e realizou os primeiros procedimentos da perícia.

]]>
<![CDATA[Na estreia de técnicos, ASA e River empatam por 0 x 0]]> No duelo entre técnicos estreantes, ninguém venceu. No reencontro com oASA, de Paulo Foiani, o técnico Vica viu o Ríver arrancar um empate sem gols, na tarde deste domingo, no Estádio Coaracy da Matta, em Arapiraca. O duelo foi válido pela quarta rodada da primeira fase doCampeonato Brasileiro da Série C.

O resultado foi pior para o time alagoano, que perde pontos importantíssimos na briga por vaga no G4. Agora, tem seis pontos e pode perder a quarta posição, neste domingo. Já o Tricolor é o penúltimo colocado, com dois pontos, e segue sem vencer. Vica terá muito trabalho pela frente.

FALTOU QUALIDADE
ASA e Ríver fizeram um jogo de baixo nível técnico mesmo para os padrões da Série C. No primeiro tempo, o único lance de perigo aconteceu aos sete minutos. O atacante Klenisson deu passe para o meia João Paulo. Este, porém, errou a finalização e perdeu uma chance incrível.

No segundo tempo, o time de Arapiraca se propôs a buscar mais o ataque e o jogo melhorou, pelo menos, um pouco. Aos sete minutos, o lateral Júnior levantou pela direita e o atacante Reinaldo Alagoano cabeceou com perigo, à direita do gol de Naylson.

Apesar de controlar mais o jogo, o clube alvinegro teve grandes dificuldades para criar boas oportunidades. Em outra chance, faltou tranqüilidade na conclusão. Aos 25 minutos, o atacante Ivanzinho avançou sozinho e chutou para grande defesa de Naylson.

PRÓXIMOS JOGOS
No próximo domingo, às 16 horas, o ASA volta a campo para enfrentar o América-RN, na Arena das Dunas, em Natal. Enquanto isso, o Ríver visita o Botafogo-PB, no mesmo dia e horário, no estádio Almeidão, em João Pessoa.

]]>
<![CDATA[Murici derrota o Campinense por 1 x 0]]> O Murici foi o único time alagoano que conseguiu uma vitória no campeonato brasileiro no final de semana, ao vencer neste domingo (12) o Campinense, de Campina Grande-PB por 1 x 0 gol marcado por Wellington aos 12 minutos do primeiro tempo. A partida ocorreu no estádio José Gomes da Costa,

O gol surgiu quando houve uma jogada pela direita do Deyzinho. Em uma falha de zagueiro Jussimar, ele tentou recuperar a bola e acabou derrubando o atleta do Murici dentro da área. Depois do gol, o time paraibano pressionou o Murici que buscou, por meio de contragolpes ampliar o placar em todo o primeiro tempo e na etapa complementar.

O time do Campinense comandado por Francisco Diá entrou em campo sem seis titulares, que foram poupados para a final contra o Botafogo, na quarta-feira, em Campina Grande.Pela competição nacional, o Campinense volta a jogar no dia 18. sábado, quando recebe o Sergipe, no Estádio Amigão.

Já o Murici enfrentará o Fluminense de Feira, no domingo, dia 19. Na rodada deste domingo, Sergipe e Flu empataram por 1 a 1.

MURICI
Gil; Paulo Sérgio, Jean, Rodrigão e Thalisson; Rambo,  Johnnattan; Alisson (Van Basten) e Deysinho (Diego Renato);  Wellington (Alexsandro) e Tarcisio Lima. Técnico: Bilu


CAMPINENSE
Dida; Everaldo, Joadson, Tiago Sala e Danilo; Leandro Sobral (Fernando Pires), Magno, Jussimar e Ilton ( Filipe Ramon); Júnior Chicão e Reginaldo Júnior (Raul). Técnico: Francisco Diá

ARBITRAGEM
Árbitro – Déborah Cecilia (ASP-Fifa), de Pernambuco
Assistentes – Pedro Jorge Santos (CBF-1) e Brígida Cirilo Ferreira (CBF-2)



]]>
<![CDATA[4º BPM detém dois após assaltos no Farol]]>  

Policiais militares do 4º BPM detiveram dois indivíduos na noite desse sábado, 11, acusados de assaltos na região do bairro do Farol. A guarnição do supervisor realizava patrulhamento na área de atuação quando recebeu o chamado de alerta geral via rádio de que uma dupla utilizando uma bicicleta estaria cometendo os assaltos.
 
Durante buscas, os acusados, identificados como Adriano Bezerra de Souza Filho e um adolescente, foram localizados. Com eles, a PM apreendeu três aparelhos celulares provenientes de roubo.
 
Os envolvidos foram encaminhados para a Central de Flagrantes, onde foram reconhecidos por uma das vítimas. Adriano Bezerra foi autuado por roubo majorado e corrupção de menor. Já o adolescente responderá pelo ato infracional do roubo.
União dos Palmares
Na manhã deste domingo (12), na cidade de União dos Palmares, foram presos dois acusados de tentarem assaltar a Churrascaria Casa Grande. Jackson Teixeira dos Santos, 22 anos e Walison da Rocha Tobias, 18 anos, ainda tentaram fugir em direção ao conjunto Mutirão, mas foram alcançados pela guarnição do 2º BPM.
Após a prisão, os acusados confessaram a participação no crime. Eles estavam com um simulacro de arma de fogo e foram encaminhados para a delegacia local.
Apreensão de arma em Murici
Já na madrugada deste domingo, militares da Rocam do 2º BPM, durante operação de saturação de área em Murici, apreenderam um adolescente de 16 anos que portava um pistolão de fabricação caseira calibre 36, com uma munição de mesmo calibre.
O menor ainda tentou fugir e se desfazer da arma, mas foi localizado com a ajuda de denúncias da população. Ele foi encaminhado para a delegacia regional.
]]>
<![CDATA[Corpo de homem é encontrado crivado de Balas]]> O corpo de José Everton Rodrigues Borges, 30 anos foi encontrado na manhã deste domingo (11) em uma estrada vicinal que dá acesso ao povoado Pedrão, no município de Delmiro Gouveia, no sertão alagoano. O homem estava desaparecido desde a tarde de sábado (11)

Segundo policiais da Delegacia de Piranhas, município vizinho, um morador telefonou para informar ter encontrado um corpo crivado de balas. Uma equipe da Guarda Municipal foi acionada para remover a vítima para o necrotério do Hospital Regional Antenor Serpa, de onde foi levado o corpo para o Instituto Médico Legal de Arapiraca.

Segundo o site Radar 89, José Everton saiu de casa por volta das 15h em companhia de um homem não identificado em uma motocicleta. No local do crime, foram encontradas cápsulas de revolver calibre 38.

Relatos de um policial afirmam que o homem era usuário de drogas, informações confirmadas pela família, segundo ele. Os tiros atingiram a nula e o projétil se alojou na testa da vítima.





]]>
<![CDATA[Acidente na Via Expressa deixa quatro pessoas feridas]]> Quatro pessoas ficaram feridas em um acidente ocorrido na tarde deste domingo, na Avenida Menino Marcelo, a chamada Via Expressa no trecho do bairro da Serraria. Dois veículos de passeio foram envolvidos na colisão e, segundo testemunhas, os automóveis trafegavam em direção ao Antares e o condutor de um deles perdeu o controle, atravessou o bloco que divide a pista e se chocou com um poste ao lado contrário.

As vítimas não foram identificadas e socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas para o resgate.

No bairro Farol um motorista capotou o veículo ao perder o controle da direção ao invadir a contramão.

]]>