Tecnologia

15 de Maio de 2018 20:50

Facebook diz que postagens com violência explícita aumentaram

Plataforma removeu 3,4 milhões de itens de conteúdo com violência explícita e deletou 538 milhões de contas falsas no 1º trimestre de 2018

↑ Foto: Reprodução

O número de postagens no Facebook com conteúdo que apresenta violência explícita aumentou nos primeiros três meses de 2018, em comparação com o trimestre anterior, possivelmente impulsionado pela guerra na Síria, afirmou a rede social em relatório divulgado nesta terça-feira (15).

O documento apresentado pelo Facebook disse que, de cada 10 mil itens de conteúdo vistos no primeiro trimestre, estima-se que 22 a 27 peças contenham violência ilustrada, acima de uma estimativa de 16 a 19 no ano passado.

A empresa removeu ou colocou uma tela de alerta para a violência ilustrada na frente de 3,4 milhões de peças de conteúdo no primeiro trimestre, quase o triplo dos 1,2 milhão do trimestre anterior, de acordo com o relatório.

Guerra amplia violência

O Facebook não sabe exatamente por que pessoas estão postando mais violência, mas acredita que a continuação dos combates na Síria pode ter sido uma das razões, disse Alex Schultz, vice-presidente de análise de dados do Facebook.

“Sempre que uma guerra começa, há um grande aumento na violência”, disse Schultz a repórteres na sede do Facebook.

Maior empresa de mídia social do mundo, o Facebook nunca divulgou dados detalhados sobre os tipos de postagens que são tiradas do ar por violação de regras.

“Esses tipos de métricas podem ajudar nossas equipes a entender o que realmente está acontecendo com mais de 2 bilhões de pessoas”, disse ele.

A empresa tem uma política de remover conteúdo que exalta o sofrimento dos outros. Em geral, deixa a violência ilustrada com uma tela de aviso caso tenha sido postada com outra finalidade.

Remoção de spams

O Facebook também disse no informe que derrubou 538 milhões de contas falsas e retirou do ar 837 milhões de spams no primeiro trimestre de 2018. Segundo a nota, desativar as contas falsas é a melhor maneira de combater lixo eletrônico.

A plataforma também excluiu 21 milhões de publicações contendo de nudez ou pornografia adulta. No relatório, o Facebook afirma que seus programas de inteligência artificial foram responsáveis por 90% das remoções, antes que o conteúdo fosse visto por usuários.

Fonte: R7 / Reuters

Comentários

MAIS NO TH