Tecnologia

9 de Abril de 2018 17:16

MIT desenvolve headset capaz de ‘ouvir a sua mente’

Dispositivo converte seus pensamentos em ações; veja como funciona

↑ AlterEgo promete ouvir a sua mente (Foto: Divulgação / MIT)

AlterEgo é um headset desenvolvido por estudantes do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) que promete revolucionar o jeito como interagimos com os nossos computadores e celulares. A invenção consegue “ouvir” o usuário e entender palavras sem que seja necessário pronunciá-las em voz alta.

O acessório em questão é utilizado no rosto, especificamente entre a orelha, mandíbula e queixo do usuário. Ele consegue “ler os seus pensamentos” através de uma série de eletrodos capazes de captar os sinais emitidos pela subvocalização, também conhecida como “fala silenciosa” – quando “falamos” em nossas cabeças ao ler, por exemplo.

As informações coletadas são enviadas, identificadas e posteriormente transformadas em ações por meio de inteligência artificial. Até o momento, o acessório permite que o usuário navegue pelos sistemas de smart TVs, jogue xadrez, pergunte as horas, faça cálculos simples e outras tarefas básicas. Veja o dispositivo em funcionamento no vídeo abaixo:

O AlterEgo também utiliza um alto-falante de condução óssea para responder aos comandos solicitados, dispensando o uso de fones de ouvido tradicionais. Segundo Arnav Kapur, estudante responsável pelo projeto, a idéia é ter “uma plataforma de computação mais interna, que fundisse humanos e máquinas de alguma forma e que pareça uma extensão de nossa própria cognição”.

De acordo com a publicação do MIT, o acessório passou por uma bateria de testes e conseguiu uma precisão de 92% na tradução de palavras. O experimento envolveu dez pessoas que utilizaram o aparelho por 15 minutos e depois por mais 90 minutos para realizar cálculos.

Vale destacar que o AlterEgo ainda está em fase de desenvolvimento e nada garante que ele seja lançado ou chegue ao mercado final. No entanto, a equipe já está trabalhando para reduzir o tamanho do dispositivo, afim de torná-lo menos intrusivo.

Fonte: TechTudo / Texto: Thiago Rocha

Comentários

MAIS NO TH