Tecnologia

8 de fevereiro de 2018 16:31

Sites sem HTTPS serão marcados como não seguros pelo Google Chrome

Este é mais um esforço do Google em forçar os desenvolvedores a migrarem para o HTTPS

google chrome icones 700x394 - Sites sem HTTPS serão marcados como não seguros pelo Google Chrome
↑ (Foto: Ilustração)

O Chrome será ainda mais claro em avisar quando um site não possui criptografia. Ele já alerta sempre que você digita em um campo de texto de um site HTTP. A partir da versão 68, que deverá ser liberada em julho, todas as páginas sem HTTPS serão marcadas como não seguras, independente de qualquer ação do usuário.

Este é mais um esforço do Google em forçar os desenvolvedores a migrarem para o HTTPS. Ele é mais seguro que o HTTP por criptografar todas as informações com SSL ou TLS, evitando que pessoas mal intencionadas espiem seu tráfego. Além disso, vários recursos modernos da web exigem a utilização do HTTPS.

chrome https 700x252 - Sites sem HTTPS serão marcados como não seguros pelo Google Chrome

No passado, o HTTPS era considerado importante apenas para sites que lidavam com dados sensíveis (como o seu internet banking), mas o Google explica que “você sempre deve proteger todos os sites com HTTPS, mesmo que eles não lidem com comunicações sigilosas”, já que “os intrusos, tanto malignos quanto benignos, exploram todos os recursos não protegidos que existirem entre o seu site e os usuários”.

Mais de 68% do tráfego que passa pelo Chrome no Android e no Windows já é criptografado; nas versões para Chrome OS e macOS, isso passa de 78%, de acordo com o Google. 81 dos 100 maiores sites do mundo já utilizam HTTPS.

Comentários

MAIS NO TH