Saúde

6 de Fevereiro de 2018 16:58

Treinamento de cirurgião torácico de AL marca inauguração de centro especializado no MA

Artur Gomes Neto treinou recentemente a equipe do novo ambulatório de cirurgia de traqueia

↑ No Hospital Universitário do Maranhão, os cirurgiões torácicos Armando Veiga, Artur Gomes Neto (AL), Alexandre Galdez, Elias Amorim, Frederico Aragão e Nilo Filho (Foto: Divulgação)

O cirurgião torácico Artur Gomes Neto treinou recentemente a equipe do novo ambulatório de cirurgia de traqueia, inaugurado no Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão, estabelecimento de grande porte que soma 576 leitos.

Atendendo ao convite do cirurgião Elias Amorim, chefe do Serviço de Cirurgia Torácica do hospital, o especialista alagoano realizou procedimentos em três pacientes SUS treinando um grupo formado por seis especialistas.

“Convidamos para este importante momento um dos cirurgiões mais experientes do País em cirurgias complexas de traqueia”, relatou Amorim, referindo-se ao médico alagoano.

“O intercâmbio é importante para a disseminação de novas técnicas entre especialistas. Da mesma forma como no passado aprendemos e consolidamos tais procedimentos, é nosso dever levar este conhecimento a outros hospitais do País”, comentou Artur Gomes Neto, que realizou treinamento também em Divinópolis (MG) e em Belém (PA).

Na Santa Casa de Maceió o Serviço de Cirurgia Torácica atende a demandas específicas da especialidade, mas também de outras áreas como geriatria, clínica médica e UTIs. Entre as patologias exclusivas da cirurgia torácica estão a hiperidrose (sudorese excessiva), as doenças de traqueia, os defeitos congênitos da caixa torácica entre outras. Já entre as de outras áreas, destaque-se o câncer de pulmão.

“Por meio de incisões que medem 3 cm é possível fazer a ressecção de tumores de pulmão ou mesmo a retirada de um pulmão inteiro. A alta pode ocorrer 48h a 72h após a cirurgia”, comentou Wander Matos.

Fonte: Assessoria da Santa Casa de Maceió

Comentários

MAIS NO TH