Saúde

28 de novembro de 2017 11:13

Hospital Helvio Auto oferece testes abertos ao público para detectar HIV

Exames serão feitos no dia 1º de dezembro, das 8h às 12h; é necessário documento de identificação, cartão do SUS e comprovante de residência

↑ HEHA fará trabalho educativo além de oferecer os testes rápidos; resultado fica pronto em torno 30 minutos (Foto: Ana Paula Tenório)

O Hospital Escola Dr. Helvio Auto (HEHA) oferecerá testes abertos à população para detectar o vírus HIV, além de orientações pré e pós-testes, em seu Serviço de Assistência Especializada (SAE), no dia 1º de dezembro, das 8h às 12h. A realização dos testes faz parte das ações do dia 1º de Dezembro, considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) o Dia Mundial de Luta Contra a Aids.

Além dos testes, a equipe do Hospital Helvio Auto montará um stand para distribuição dos laços vermelhos da solidariedade e preservativos (masculinos e femininos) para usuários e servidores, além de prestação de informações e orientações sobre uso correto do preservativo e maneiras de evitar o contágio.

Para realizar os testes, o cidadão deve trazer um documento de identificação, cartão do SUS e comprovante de residência. A equipe do Serviço de Assistência Especializada (SAE) do Helvio Auto estará preparada para fazer as orientações pré e pós-testes e efetuar o procedimento. O resultado do teste sai em torno de 30 minutos.

Usuárias do SAE/HEHA também irão expor e comercializar peças de artesanato em stand no hospital no dia 1º de dezembro. Todas as peças são confeccionadas pelas cidadãs soropositivas num trabalho de reintegração social.

Atualmente, cerca de 2.200 pacientes, provenientes de todo o Estado de Alagoas, com HIV/AIDS são tratados ambulatorialmente pelo Serviço de Assistência Especializada (SAE) do Hospital Helvio Auto.

De janeiro a novembro de 2017, foram registrados 534 novos casos de HIV/Aids atendidos e encaminhados para tratamento ambulatorial ou internação, só no Hospital Escola Dr. Helvio Auto, superando os 400 novos casos do mesmo período de 2016 no HEHA.

Fonte: Agência Alagoas