Política

15 de Maio de 2018 13:03

PSOL/AL apresenta candidaturas e Boulos quer revogar medidas de Temer

Partido realizou entrevista coletiva com Guilherme Boulos e Basile Christopoulos, pré-candidato ao Governo do Estado

↑ Guilherme Boulos quer revogar medidas de Temer (Foto: Sandro Lima)

O PSOL apresentou formalmente em Alagoas suas candidaturas à Presidência da República – Guilherme Boulos – e ao Governo do Estado – Basile Christopoulos – durante entrevista coletiva realizada na manhã desta terça-feira (15) num hotel no bairro de Ponta Verde, em Maceió. Para o Senado, a composição apresenta o nome de Osvaldo Maciel, do PCB.

Guilherme Boulos, se eleito, pretende revogar por meio de plebiscito medidas adotas pelo presidente Michel Temer (MDB), como a reforma trabalhista, a Emenda 95 – que limita investimentos públicos por 20 anos –, e os leilões para exploração do pré-sal.

Ele enfatizou que sua campanha será diferente do que tem se tornado comum no país: caras e com grandes financiamentos.

“Disputa eleitoral no Brasil é luta de Davi contra Golias. De um lado há grandes partidos com estrutura econômica gigantesca, com financiamento de empresas ou empresários, bancos ou banqueiros. Nós sabemos como funciona campanha eleitoral no Brasil. O grande poder econômico financia as eleições e depois quem se elege está comprometido não com o eleitor, mas com o financiador. Não vamos entrar nesse jogo. Preferimos fazer campanha com chinelo rasgado pelo Brasil do que receber dinheiro de banco ou de empreiteira, que deixa com o rabo preso. Queremos retomar uma forma de fazer campanha que não é essa que está aí, com cabo eleitoral pago”, afirma Guilherme Boulos.

Questionado sobre como pretende conquistar os eleitores, já que o PSOL tem pouco espaço de mídia/propaganda eleitoral, na comparação com outras legendas maiores, o pré-candidato à Presidência pelo partido destaca o teor de seu programa de governo.

“Nosso programa contempla a maioria de nosso povo. Defendemos igualdade de oportunidades, a maioria do povo também. Defendemos enfrentamento aos privilégios, a maioria do povo brasileiro também. Defendemos mais participação popular. Nosso programa não tem eco apenas na militância de esquerda. Nossas ideias contemplam os interesses da maioria de nosso povo”, afirma Guilherme Boulos.

GOVERNO DO ESTADO

Já para o Governo do Estado, o PSOL apresenta o nome do advogado e professor universitário Basile Christopoulos. Para ele, há um vácuo político na oposição ao governador Renan Filho.

“Ainda é cedo para avaliar a composição dos nomes que disputam o Governo do Estado, mas vemos que há um vácuo deixado pela oposição à Renan Filho, à direita. Esse vácuo, o PSOL pretende preencher com ideias e com debate profundo sobre os problemas que Alagoas enfrenta. Boa parte dos analistas diz que a eleição já terminou e que Renan Filho já está reeleito, mas não acreditamos nisso. O povo precisa de alternativas”, afirma Basile.

 

Basile Christopoulos: ‘Direita deixou vácuo na oposição a Renan Filho’ (Foto: Sandro Lima)

 

Ainda segundo ele, seu programa de governo ainda está em elaboração, mas já tem alguns apontamentos.

“Temos hoje na saúde uma situação lamentável. Há um movimento nacional de desmantelamento do SUS [Sistema Único de Saúde]. Existem hospitais sendo construídos, mas temos notícias de que eles serão entregues à iniciativa privada. Na educação nunca houve mudança concreta, apesar de algumas reformas em escolas, que ficam bonitas em fotografias. Esses problemas nunca foram enfrentados de fato porque os mecanismos de eleição aqui em Alagoas, como no Brasil, privilegiam quem tem muitos recursos. Nossas propostas serão construídas ouvindo as pessoas.  Vamos ouvir todos os setores da saúde, das demais áreas e a população como um todo”, diz Basile.

Fonte: Tribuna Hoje / Carlos Amaral

Comentários

MAIS NO TH