Política

24 de novembro de 2017 10:12

Moraes dá 30 dias para PF concluir inquérito sobre propina da Odebrecht a Aécio

Empresa delatou que o tucano teria fraudado a licitação das obras da Cidade Administrativa, em 2007

↑ Aécio Neves e Alexandre Moraes (Foto:Mateus Bonomi/AGIF)

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes deu mais 30 dias para a Polícia Federal concluir um inquérito contra Aécio Neves (PSDB) sobre suposto recebimento de R$ 5 milhões em propina da Odebrecht. A empresa delatou que o tucano teria fraudado a licitação das obras da Cidade Administrativa, em 2007, e recebido, em troca, vantagens indevidas das empreiteiras.

O ex-diretor de Infraestrutura da empreiteira, Benedicto Júnior, um dos principais delatores do grupo, disse que teve um encontro com Aécio, na sede do governo mineiro, para discutir como seria o consórcio e quais empreiteiras ficariam de fora. “A Odebrecht levou o lote 2, de R$ 360 milhões, em consórcio com a Queiroz Galvão e a OAS”, destacou o Estadão. Sozinha, lucrou cerca de R$ 90 milhões com o projeto que virou símbolo da gestão Aécio.

Fonte: Jornal GGN

Comentários

MAIS NO TH