Política

1 de setembro de 2017 08:29

Prefeito Rui Palmeira garante apoio à prática esportiva em Maceió

Circuito internacional de triathlon será realizado novamente em 2018

A realização da etapa 70.3 do circuito internacional de Triathlon IRONMAN em Maceió, no início deste mês, foi considerada um sucesso pela organização e atletas. A edição 2018 do evento que atraiu cerca de 5.000 pessoas, entre participantes e turistas, também já está confirmada na capital alagoana.

O prefeito Rui Palmeira (PSDB) viajou ontem (30), para visitar a agência Unlimed Sport, responsável pela realização do circuito IRONMAN até 2020.

Rui se reuniu com o representante da empresa, Carlos Galvão, que apresentou o relatório com o balanço da passagem do evento em Maceió.

“A estimativa é de que o IRONMAN tenha movimentado, em média, R$ 9 milhões em Maceió, considerando as cinco mil pessoas, entre atletas e acompanhantes, que visitaram a nossa cidade para participar ou prestigiar o circuito”, detalhou o prefeito.

Para Rui Palmeira, a passagem de um grande evento internacional representa uma promoção para a cidade, que tem a oportunidade de mostrar sua capacidade de bem receber. “Maceió tem vocação natural turística e estamos sempre nos esforçando para vender o destino e atrair eventos como o IRONMAN, que trazem ganhos reais para economia, beneficiado desde a rede hoteleira até o taxista, por exemplo”, ressaltou.

 “Além de mostrar que estamos preparados, receber um evento como este gera receita para a cidade e milhares de pessoas se beneficiam. Divulgamos Maceió para o Brasil e para o mundo, e tenho a certeza de que quem veio pela primeira vez a nossa cidade, vai voltar”, afirmou.

De acordo com o relatório da agência Unlimed Sport, em quatro dias de estadia, cada uma das cinco mil pessoas deixaram em Maceió, em média, R$ 450 em despesas como hotel, translado e alimentação.

No Brasil, o IRONMAN já foi realizado em 25 estados e 82 cidades brasileiras. O evento também já foi realizado na Alemanha, Argentina, Chile, Equador, Estados Unidos, Guiana Francesa, México, Paraguai, Portugal e Uruguai.

 

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH