Polícia

15 de Maio de 2018 15:29

Polícia Civil deve concluir inquérito do caso Roberta Dias em até 15 dias

Delegado-geral mantém comissão e define prazo para conclusão

↑ Roberta Costa Dias desapareceu no ano de 2012 (Foto: Divulgação)

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, reuniu-se na manhã desta terça-feira (15) com a comissão de inquérito que investiga o desaparecimento da jovem Roberta Dias, em Penedo.

No encontro, ele determinou um prazo de 15 dias para que as investigações sejam concluídas e o inquérito seja enviado ao Ministério Público e ao Poder Judiciário.

A reunião teve a participação dos delegados Cícero Lima (presidente do inquérito), Maria Angelita, Ana Luíza Nogueira e Rodrigo Sarmento, todos integrantes da comissão que foi mantida pelo delegado-geral à frente das investigações.

Histórico

Roberta Costa Dias desapareceu quando tinha 18 anos, em abril de 2012. Ela estava grávida e saiu para fazer consulta pré-Natal em clínica na cidade de Penedo.

A sogra da jovem e policiais civis chegaram a ser presos de forma preventiva um ano após o crime, mas o caso segue sem conclusão. Seis anos após o desaparecimento, no início do mês de maio, o caso teve uma reviravolta após a divulgação de um laudo da Polícia Federal que vazou nas redes sociais. Nele, consta a conversa de duas pessoas, o suposto autor do crime dá detalhes do caso ao pai da criança. O crime teria sido encomendado, pois a gravidez era indesejada para a família do pai da criança e Roberta teria se recusado a abortar.

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol-AL) cobrou na semana passada o afastamento da comissão de delegados que investigam o caso. Apesar do laudo que vazou, o suspeito que teria confessado o crime na conversa com o namorado de Roberta à época não chegou a ser detido.

Fonte: Tribuna Hoje com Assessoria da Polícial Civil de Alagoas

Comentários

MAIS NO TH