Polícia

12 de Abril de 2018 16:18

Advogado suspeito de envolvimento na morte de sócio na Ponta Verde é preso

Sinval José Alves era sócio de José Fernando Cabral, morto em 3 de março

↑ Sinval José Alves foi detido (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

Nesta quinta-feira (12), o advogado Sinval José Alves foi detido em cumprimento a mandado de prisão temporária. Ele é suspeito de ter envolvimento com o assassinato do seu sócio, José Fernando Cabral de Lima, ocorrido no dia 3 de março em uma galeria no bairro da Ponta Verde quando dois homens, supostos assaltantes, roubaram uma casa de câmbio e atiraram contra José Fernando.

O mandado de prisão temporária tem validade de 30 dias e pode ser prorrogado por mais 30 dias, caso os investigadores acreditem ser necessário. Ele foi levado para o Complexo de Delegacias Especializadas, no bairro da Mangabeiras, onde fica a Delegacia de Homicídios, e foi ouvido pela delegada Simone Marques, que investiga o caso.

A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL), emitiu nota sobre a prisão de Sinval José Alves. Na nota, a OAB/AL reitera, como em nota divulgada no dia do crime, que está acompanhando o caso e o depoimento do advogado.

“A Diretoria de Prerrogativas esteve no momento do cumprimento do mandato e vem atuando como instituição para garantir a prerrogativa do advogado”, diz trecho do informe.

A instituição também ressaltou a importância da investigação para que os culpados pelo crime sejam punidos dentro do rigor da lei, independente de quem esteja envolvido no que a OAB/AL chamou de “brutal assassinato”.

A nota termina dizendo que “a Seccional Alagoana lamenta que as investigações apontem para a possibilidade do crime ter sido praticado pelo sócio. A OAB Alagoas encontrou as portas abertas junto à polícia e manteve desde o início contato direto sobre o andamento das investigações”.

Fonte: Tribuna Hoje com Assessoria

Comentários

MAIS NO TH