Mundo

6 de junho de 2018 15:47

Donald Trump revê condenação de detenta de 63 anos apoiada por Kim Kardashian

Alice Marie Johnson tinha sido condenada à prisão perpétua por um delito relacionado a drogas como ré primária

↑ Donald Trump recebeu Kim Kardashian na Casa Branca no dia 30 de maio (Foto: Reprodução / Twitter - Donald Trump)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou nesta quarta-feira (6) a sentença de uma mulher que cumpre pena de prisão perpétua por delitos de drogas cuja causa foi defendida pela celebridade Kim Kardashian West em uma recente visita à Casa Branca.

Alice Marie Johnson, de 63 anos, tinha sido condenada como ré primária à prisão perpétua e já passou mais de duas décadas atrás das grades. Segundo a rede CNN, ela deve deixar a prisão em breve.

Johnson foi condenada em 1996 em oito acusações criminais relacionadas a uma operação de tráfico de cocaína em Memphis que envolveu mais de uma dúzia de pessoas.

O caso ganhou visibilidade depois de Kim Kardashian se encontrar com Trump para discutir um possível perdão judicial para Alice Marie Johnson. Kardashian ficou sabendo do caso através de um vídeo publicado nas mídias sociais.

Sensibilizada, ela decidiu, então, acionar o próprio advogado para avaliar o caso e passou a pagar pela defesa jurídica de Johnson. Em seguida, passou a apoiar a campanha por reforma no sistema penitenciário movida pelo genro de Trump, Jared Kushner, que também é assessor especial da Casa Branca. Depois da reunião com o presidente, ela disse acreditar que Johnson ganharia “uma segunda chance na vida”.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH