Interior

15 de Maio de 2018 22:27

São Luiz de Quitunde festeja seus 126 anos de emancipação

Uma série de inaugurações acontece a partir das 15 horas, com ruas, praças, escolas, abastecimento de água e pavimentação asfáltica

↑ A prefeita Fernanda entre seu pai, Cícero ex-prefeito e o deputado Marx Beltrão grande parceiro

Nesta quarta-feira, São Luiz de Quitunde comemora seus 126 anos de emancipação política, cujas festividades foram abertas na noite desta terça-feira, com um grande show de música gospel, animado pela  banda Som e Louvor, com Heleno de Jesus e convidados. Uma série de inaugurações acontece a partir das 15 horas, com ruas, praças, escolas, abastecimento de água e pavimentação asfáltica, obras que serão  entregues pela prefeita Fernanda Cavalcante, que aguarda contar com políticos da região e autoridades de toda parte de Alagoas, entre elas o governador Renan Filho.

Depois das inaugurações, haverá um jantar para todos os convidados e em seguida um grande show musical em praça pública, com as presenças no palco dos cantores;  Avine e Geninho Batalha. “Temos muito é que comemorar, pois se trata de um momento de alegria e de muita emoção para o nosso povo, que tanto almeja por dias melhores. Pois assim com apoio do governo do Estado conseguimos oferecer show musical para os participantes da nossa festa ”, disse a prefeita Fernanda Cavalcante, responsável por assegurar o desafio de colocar a administração pública nos eixos, visto que pegou uma Prefeitura há pouco mais de um ano, abarrotada de problemas.

Histórico

Distrito criado com denominação de São Luiz do Quitunde, em 1882. Elevado à categoria de vila, em 1879. Elevado à condição cidade com a denominação de São Luiz do Quitunde, em 1892. Emancipação: 16/05/1892.

Até 1870 não existiam vestígios de povoado no local onde hoje é o Município, o Major Manoel Cavalcante, proprietário do engenho Castanha Grande, sentindo-se prejudicado com a invasão de seus terrenos, doou ao seu filho Joaquim Machado da Cunha Cavalcante terras do Quitunde sob a condição de implantar a povoação. Joaquim Machado encarregou logo o engenheiro alemão Carlos Baltenstern de fazer o levantamento de certa área, para implantação de um povoado que viria a ser a atual cidade de São Luiz do Quitunde. O progresso da nascente povoação fez-se rápido, pois, em 1871, um ano após sua fundação, já contava com uma população de quase novecentos habitantes.

Fonte: Edmílson Teixeira

Comentários

MAIS NO TH