Interior

17 de dezembro de 2017 12:27

Semarh encerra 45º lixão em Alagoas

Ação em Poço das Trincheiras faz parte da política do Governo do Estado de erradicação dos lixões em Alagoas

↑ Ação em Poço das Trincheiras faz parte da política do Governo do Estado de erradicação dos lixões em Alagoas

Em continuidade à política de erradicação dos lixões em Alagoas, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) encerrou no sábado mais um vazadouro, desta vez no município de Poço das Trincheiras, no Sertão.

O titular da Semarh, secretário Alexandre Ayres, esteve na solenidade para reiterar o compromisso do Governo de Alagoas com a gestão adequada dos resíduos sólidos.

A partir do encerramento, a Prefeitura de Poço das Trincheiras passa a destinar sua produção de resíduos para o aterro sanitário Cigres, situado em Olho d’Água das Flores.

“Todo o planejamento da Semarh após a entrega dos Planos de Resíduos Sólidos aos municípios alagoanos tem sido colocado em prática. São 46 lixões encerrados em Alagoas. Até 2014, apenas Maceió encaminhava seus resíduos para o aterro sanitário”, destacou o secretário.

Outro ponto ressaltado por Alexandre Ayres foi a doação de mil mudas de árvores nativas da região para contribuir com a recuperação da área degradada no antigo lixão.

A coleta seletiva também foi ponto de pauta entre Semarh e Prefeitura. O município conta com uma Central de Triagem, que vai contribuir com separação do resíduo e gerar renda para os catadores organizados em uma associação no município.

Para garantir mais facilidade na coleta seletiva, o secretário Alexandre Ayres informou que o Governo de Alagoas vai ceder equipamentos para os catadores.

Segundo um levantamento da Prefeitura de Poço das Trincheiras, todo o material reciclável vendido para empresas gera mais de R$ 7 mil para a cidade.

Demandas do município

A atuação da Secretaria de Estado do Meio e dos Recursos Hídricos não se restringiu apenas ao fechamento do lixão em Poço das Trincheiras.

Entre os anos de 2015 ao final de 2016, 18 poços artesianos foram perfurados pelo Programa Estadual. E, a pedido da Prefeitura, o secretário Alexandre Ayres autorizou o retorno da máquina perfuratriz em janeiro para perfurar mais 15 poços.

O município tem passado por uma grave seca e muitas famílias estão sem acesso à água. A convivência com a estiagem também é uma realidade em Poço das Trincheiras. Lá, precisamente na Comunidade Pedra Bonita, a Semarh instalou um sistema de abastecimento simplificado com dessalinizador, assegurando assim o consumo de água para as famílias.

Fonte: AGÊNCIA ALAGOAS

Comentários

MAIS NO TH