Interior

1 de agosto de 2017 17:49

Pleno do Tribunal de Justiça declara ilegal greve da educação de São Brás

Relator Pedro Augusto Mendonça considerou que o Sindicato não comprovou ter realizado Assembleia Geral, nem garantiu 30% do serviço

pleno do tribunal de justica declara ilegal greve da educacao de sao bras - Pleno do Tribunal de Justiça declara ilegal greve da educação de São Brás

Em julgamento unânime nesta terça-feira (1), o Pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas declarou ilegal a greve dos servidores da educação do Município de São Brás, ocorrida em junho de 2015. O Plenário autorizou ainda que a Prefeitura efetue descontos nos salários dos funcionários pelos dias parados, ou celebre acordo para que os grevistas compensem os dias que não trabalharam.

O desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo, relator, considerou que o Sindicato dos Servidores Públicos de São Brás não comprovou ter realizado Assembleia Geral para deflagração do movimento, nem garantiu a manutenção de 30% do serviço, requisitos necessários para a legalidade.

O relator destacou que o Supremo Tribunal Federal já manifestou seu entendimento no sentido de que a educação é um serviço público essencial e inadiável.

Comentários

MAIS NO TH