Esporte

10 de Março de 2018 19:10

CRB sai na frente, mas Santa Cruz consegue empatar jogo no Rei Pelé

Galo foi barrado por 'mistão' do Santa em jogo de 13 amarelos, três expulsões e muitas reclamações

↑ CRB e Santa se enfrentaram neste sábado (10) no Rei Pelé (Foto: Coral Net)

O Galo desperdiçou ótima oportunidade de assumir a liderança do Grupo A da Copa do Nordeste neste sábado (10). Em jogo nervoso – foram 13 cartões amarelos e três expulsões -, o CRB não conseguiu superar o “mistão” do Santa Cruz. Os dois times empataram por 1 a 1 no Estádio Rei Pelé, em Maceió, pela quarta rodada da competição. As duas equipes saíram de campo reclamando da atuação do árbitro baiano Marielson Alves da Silva.

Com este resultado, a classificação do Grupo A permanece da mesma forma. O Tricolor de Recife garantiu a liderança por mais uma rodada, com oito pontos. Tem um ponto a mais que o Galo, vice-líder. O terceiro é o Treze-PB, sem nada. O Confiança-SE tem dois pontos negativos, após perder seis pontos por escalação irregular do lateral Apodi. Os dois times completam a rodada na terça-feira, em Campina Grande-PB.

Diante de um Santa recheado de reservas, o time regatiano não encontrou dificuldades para dominar o jogo. O grande problema é que este domínio não se traduziu em gols. Conseguiu apenas um com o zagueiro Anderson Conceição. Os pernambucanos empataram com o atacante Robinho, em uma das raras chegadas. Os últimos minutos foram tensos, com entradas duras e discussões, que resultaram em oito cartões amarelos e três expulsões, após o gol de empate.

O CRB iniciou a partida tentando mostrar quem manda no Rei Pelé. Logo nos primeiros minutos, esboçou uma pressão e chegou a balançar as redes aos três minutos. O zagueiro Anderson Conceição deu passe por cima para o meia Edson Ratinho, que encobriu o goleiro Tiago. O meio-campista, porém, estava impedido.

O Santa Cruz só conseguiu se soltar a partir dos dez minutos e também assustou em duas oportunidades. Aos 13 minutos, o meia Geovani deixou o zagueiro Flávio Boaventura na saudade, mas chutou cruzado para fora. Aos 17, foi o meia Arthur que cobrou falta com categoria, mas o goleiro João Carlos espalmou para escanteio e salvou.

Depois de um início movimentado, o ritmo do jogo caiu. Até que aos 31 minutos, o Galo conseguiu abrir o placar em jogada de bola parada. Após cobrança de escanteio, Flávio Boaventura cabeceou na trave. No rebote, o outro xerife Anderson Conceição, sozinho, cabeceou para as redes.

O Tricolor sentiu o gol e poderia ter descido ao intervalo com um placar mais elástico. Os donos da casa criaram três boas chances de ampliar o placar. A melhor delas aos 44 minutos. O volante Feijão deu bela enfiada para o meia Rafael Bastos. Ele saiu na cara do goleiro, mas não acertou o mira.

QUEM NÃO FAZ…

O domínio regatiano prosseguiu na segunda etapa. Aos dois minutos, novamente os alagoanos assustaram a meta do goleiro Tiago. Edson Ratinho foi à linha de fundo e cruzou. O atacante Neto Baiano chegou atrasado, mas o zagueiro Augusto cortou contra a própria meta. O lateral Paulo Henrique salvou o gol contra.

Os visitantes seguiram com dificuldades de encaixarem seu jogo. Para piorar, continuaram a assistir o CRB mais incisivo nas jogadas de ataque. Como aos 26 minutos, quando quase saiu o segundo. Edson Ratinho fez outro bom cruzamento, mas Neto Baiano não alcançou de novo. O zagueiro Danny Morais salvou de novo.

Apesar de bem melhor em campo, o Galo acabou vítima da velha máxima do futebol “quem não faz, toma”. Em uma das poucas chegadas ao ataque, o Santa empatou o jogo aos 29 minutos. Paulo Henrique cruzou da esquerda, o atacante Fabinho Alves desviou na primeira trave e o atacante Robinho só completou.

Depois do gol, o jogo ficou tenso. Foram três expulsões nos minutos finais – Flávio Boaventura, no CRB, e Fabinho Alves e Paulo Henrique, no Santa. As entradas duras e discussões em campo ainda resultaram em 12 cartões amarelos. Futebol mesmo só em um ataque do Galo, aos 45, quando Edson Ratinho chutou para milagre de Tiago.

PRÓXIMOS JOGOS

O CRB volta a campo pela Copa do Nordeste apenas no próximo dia 21 de março (quinta-feira), quando visita o Confiança, às 19 horas, no estádio Batistão, em Aracaju. Enquanto isso, o Santa Cruz encara o Treze, no mesmo dia e horário, no estádio Amigão, em Campinas Grande.

Fonte: Redação com Agência Futebol Interior

Comentários

MAIS NO TH