Cooperativas

12 de junho de 2018 16:05

Produtoras de leite da CPLA complementam renda com produção de doces artesanais

Grupo da comunidade Pau Ferro, em Jacaré dos Homens, consegue produzir doces de diversos tipos e sabores

↑ (Foto: Assessoria)

Um grupo de nove pequenas produtoras de leite da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), do município de Jacaré dos Homens, da comunidade Pau Ferro, encontrou na produção de doces artesanais a oportunidade de complementar a renda familiar. Utilizando o leite como matéria-prima, o grupo consegue produzir doces de diversos tipos e sabores: de leite, mamão, em pasta, calda, com banana, com coco e leite condensado. Boa parte é comercializada nas feiras livres do fim de semana.

Entre uma ordenha e outra, segundo Quitéria Andrade, produtora de leite, toda semana o grupo se reúne na sede da associação, prédio cedido pela prefeitura, para organizar a produção do fim de semana e colocar a mão na massa. Por semana, são produzidas 10 unidades de cada produto com objetivo de comercializar em suas próprias barracas nas feiras livres, que acontece as sextas e sábados, na zona urbana de Jacaré dos Homens.

“Esse era um sonho antigo, acreditávamos desde sempre que poderíamos juntar forças para torná-lo realidade e conseguir melhorar nossas vidas. Hoje nossos doces são bem avaliados no nosso município pela qualidade e sabor de tradição”, conta Quitéria, líder das produtoras.

Intitulado “Doce do Sertão”, o pequeno negócio das produtoras de leite rende a produção de quase 200 quilos de doces por mês. Cada compota contém 500 gramas e são comercializadas por R$ 10,00 a unidade. O grupo contará com ajuda da CPLA para organizar o padrão de produção artesanal para garantir a durabilidade, o sabor e a estabilidade microbiológica.

“A CPLA apoia iniciativas que diversifiquem a atividade econômica do produtor e ainda agregue valor aos produtos agrícolas. Estamos colocando à disposição nosso conhecimento técnico para que esse empreendimento se torne autossustentável e leve desenvolvimento à comunidade”, confirma o presidente da CPLA.

A Cooperativa também vai patrocinar um curso de aperfeiçoamento em produção de bolos artesanais com destino a comercialização em comércios e instituições públicas.

Expectativa

Apesar do “negócio” ainda tímido, a ambição das produtoras é espalhar seus produtos nas prateleiras de todo estadas. “Estamos lutando para ampliar nosso material de produção, estrutura e investir em técnicas de trabalho. Nosso sonho é fazer dessa associação uma agroindústria”, completou Andrade.

Mesmo com a boa aceitação, segundo Quitéria , a produção, atualmente, enfrenta a dificuldades no escoamento. “Hoje nos limitamos apenas a comercializar no fim de semana. É um mercado interessante, que atraí bom público, mas precisamos ir ao encontro de maior número de consumidores”, revela.

A CPLA em parceria com a prefeitura de Jacaré dos Homens irá acompanhar as atividades das produtoras e oferecer suporte para estratégias de comercialização.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH