Cooperativas

17 de Março de 2018 15:31

Slum e MPT se reúnem com catadores do Bom Parto

Foi incentivada a criação de uma cooperativa com os catadores avulsos

↑ Slum e MPT se reúnem com catadores do Bom Parto (Foto: Assessoria da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió)

Com o intuito de incentivar e fortalecer a prática da coleta seletiva em Maceió, o superintendente de Limpeza Urbana do município, Davi Maia, e a procuradora do Ministério do Trabalho de Alagoas, Adir de Abreu, se reuniram com catadores de materiais recicláveis do Bom Parto.

Na ocasião, foi incentivada a criação de uma cooperativa com os catadores avulsos. A ideia é garantir uma melhor condição de trabalho para essas pessoas e ampliar a coleta seletiva na cidade.

“Estamos empenhados em ajudar na criação de novas cooperativas. Sabemos que esse é o caminho para melhorar a qualidade de vida desses catadores. Além disso, estamos conversando e explicando como as cooperativas são fundamentais para a ampliação da coleta seletiva porta a porta em Maceió. Hoje, temos quatro cooperativas contratadas pela Prefeitura. Esse processo garantiu uma série de melhorias na vida desses cooperados. E nossa ideia é ampliar, cada vez mais, o número de bairros atendidos”, disse Maia.

A presidente da Cooplum, Maria José, também participou do encontro. “Estou me vendo nessas pessoas. O processo de virar cooperativa é assim, com medo e insegurança. Mas hoje, vejo como isso foi bom para a gente. E, agora com a contratação da Prefeitura, conseguimos ter melhores condições de trabalho e o aumento da nossa renda”, comentou.

“Estamos trabalhando para fomentar a criação dessas cooperativas. Estamos presenciando, em todo o Estado, o fechamento dos lixões e precisamos incentivar a inclusão desses catadores, que é uma profissão reconhecida”, destacou a procuradora.

Coleta Seletiva

Em maio do ano passado, a Prefeitura contratou quatro cooperativas de recicladores para realizar a coleta seletiva porta a porta na cidade. Nesse primeiro momento, são atendidos os bairros de Cruz das Almas, Pontal, Ponta Verde, Jatiúca, Mangabeiras, Benedito Bentes, Serraria, Antares e Jacarecica. Mas os moradores de bairros que ainda não atendidos também podem praticar a coleta seletiva. Para isso, a cidade conta com os Pontos de Entrega Voluntária (PEV).

Fonte: Assessoria da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió / Texto: Sarah Mendes

Comentários

MAIS NO TH