Cooperativas

26 de dezembro de 2017 22:45

Vandalismo prejudica coleta seletiva em Maceió

Slum acredita que trabalho com coleta seletiva pode e deve ser tocado por cooperativas de catadores

↑ PEV que fica na Praça do Centenário foi alvo de vandalismo. Foto: Slum

Esta semana, o Ponto de Entrega Voluntária (PEV) de materiais recicláveis que fica na Praça do Centenário, em Maceió, foi alvo de vandalismo. O equipamento foi aberto à força e o conteúdo que estava dentro, espalhado por toda praça. Essas ações enfraquecem a prática da coleta seletiva e o movimento das cooperativas.

Em maio deste ano, a Prefeitura de Maceió contratou quatro cooperativas de recicladores para realizar a coleta seletiva porta a porta na cidade. Estas mesmas cooperativas são responsáveis pelo recolhimento do material depositado nos PEVs.

A Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) acredita que o trabalho com a coleta seletiva pode e deve ser tocado por cooperativas de catadores. Diante disso, o órgão está de portas abertas para receber os catadores individuais para agregá-los nas cooperativas ou instruir na criação de novas. Dessa maneira, a coleta de material reciclável passa a ser feita com segurança tanto para os cidadãos que recebem o serviço e para os que estão trabalhando.

“Queremos evitar situações de violência e de vandalismo com a prática da coleta seletiva. Para isso, sabemos que as cooperativas são indispensáveis. Faça parte desse processo: entregue seus materiais recicláveis para as cooperativas de catadores já contratadas pela Prefeitura”, comentou Davi Maia, gestor da Slum.

Coleta Seletiva

A Prefeitura já instalou sete Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) de material reciclável. Os equipamentos estão na Praça do Centenário, no Farol; na Praça Genésio de Carvalho, na Gruta; na Praça da Faculdade, no Trapiche; na orla da praia de Ponta Verde; no Terminal do Graciliano Ramos; na Praça do Colégio Atheneu, no Salvador Lyra e na Praça Lucena Maranhão, em Bebedouro.

Mais quatro pontos serão instalados na Praça Guaxuma; na Praça Nossa Senhora de Fátima, no Feitosa; na Praça Colina dos Eucaliptos, na Santa Amélia e na Praça Colégio Carimbão, no Santos Dumont.

Em maio deste ano, a Prefeitura contratou quatro cooperativas de recicladores para realizar a coleta seletiva porta a porta na cidade. Nesse primeiro momento, são atendidos os bairros de Cruz das Almas, Pontal, Ponta Verde, Jatiúca, Mangabeiras, Benedito Bentes, Serraria, Antares e Jacarecica.

Fonte: Secom

Comentários

MAIS NO TH