Cidades

10 de Maio de 2018 10:30

Procon divulga pesquisa de preços para o Dia das Mães

Instituto percorreu 48 estabelecimentos da capital e interior para auxiliar os consumidores na segunda principal data de vendas para o comércio

↑ Foram coletados 160 preços de produtos e serviços em 48 estabelecimentos comerciais

O Dia das Mães será comemorado no próximo domingo (13). A data é a segunda mais importante no número de vendas no comércio, perdendo apenas para o Natal. Com o aquecimento do mercado, o Instituto Procon divulgou uma pesquisa de preços aos consumidores dos produtos e serviços mais procurados no período.

Foram coletados os valores e informações de mais de 160 produtos e serviços (entre eles perfumaria, eletrodomésticos, celulares, acessórios, etc), de 48 estabelecimentos comerciais espalhados pelo centro de Maceió e shoppings, além de estabelecimentos específicos como restaurantes, floriculturas, salões de beleza, spas, etc.

Um diferencial da pesquisa deste ano é a divulgação de preços de massagens e limpezas de pele, não só em Maceió, como também em clínicas especializadas no interior. São várias as possibilidades, entre elas: combo de beleza, limpeza de pele, limpeza e massagem, day spa, entre outros. Os preços variam de R$ 135 até R$ 1.500.

Uma boa pedida também é levar a família para um restaurante. Foram pesquisados preços em nove estabelecimentos. No restaurante Dona Branca, por exemplo, os preços variam entre R$ 18 e R$ 92. Para quem gosta de massas, o restaurante Parmegiano tem pratos variando entre R$ 24,90 e R$ 169,90.

O diretor presidente do Instituto, Galba Novaes Netto, explicou a importância da pesquisa antecipada e espera que auxilie os consumidores que ainda tem dúvidas do que escolher para sua mãe. “Procuramos fazer a pesquisa mais completa possível, com as mais variadas opções para presentear. A data é muito importante, e aproveitamos momentos como este para auxiliar os consumidores e incentivar a pesquisa, sempre antes de comprar o produto/serviço”.

A pesquisa completa já está disponível no site do Procon

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH