Brasil

13 de janeiro de 2018 19:25

Acidente envolvendo ônibus de Alagoas deixa 13 mortos e 39 feridos na BR-251

Segundo Corpo de Bombeiros, cinco veículos se colidiram na rodovia

↑ Grave acidente deixou 13 mortos em MG (Foto: Reprodução)

Um grave acidente envolvendo seis veículos deixou  13 mortos e 39 feridos na BR-251, na altura do município de Grão Mogol, na região norte de Minas Gerais, neste sábado (13).

Um caminhão de Franca (SP) transportava um caminhão de Jardinópolis (SP) e seguia no sentido Montes Claros quando perdeu o controle, invadiu a contramão e bateu na lateral esquerda de um ônibus emplacado em Santana do Ipanema (AL).

Um micro-ônibus, de São Paulo (SP), que seguia atrás do onibus de Alagoas, tentou desviar, entrou na contramão e bateu de frente em uma carreta de vitória da conquista (BA). Em seguida, o caminhão de Franca bateu na lateral de uma carreta de Curitiba (PR), que tombou e pegou fogo.

O caminhão de Franca se arrastava de lado pela pista quando bateu na lateral de um ônibus de Patu (RN), o que provocou a queda do caminhão de Jardinópolis, que estava sendo transportado pelo caminhão de Franca que invadiu a contramão.

As primeiras informações eram de que 7 pessoas haviam morrido no acidente. Porém, o número aumentou para 13, pois durante o trabalho de resgate foram encontrados seis mortos nas ferragens dos veículos.

De acordo com nota da Polícia Roviária Federal (PRF) o acidente ocorreu da seguinte maneira:

– “Um veículo que deslocava no sentido  Salinas a Montes Claros, que próximo ao km 413 da BR251, em uma reta, invadiu a contramão e colidiu na lateral esquerda de um segundo veículo, o qual seguia em sentido contrário. Após isso, houve uma sucessão de outras colisões, tombamento e incêndio, envolvendo seis veículos no total”.

Foram enviados para atender a ocorrência duas viaturas de salvamento e uma de combate ao incêndio, cinco unidades básicas e duas avançadas do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e quatro militares tripulando a aeronave Pegasus da Polícia Militar mineira.

Fonte: R7

Comentários