PC apresenta suspeitos de matar dono de restaurante - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Polícia

27 Mai de 2013 - 17:47

PC apresenta suspeitos de matar dono de restaurante

Um dos suspeitos já foi preso acusado de ameaças ao delegado Marcílio Barenco
Da Redação, com assessoria
Valdomiro Rêgo Breda (Robertinho) PC/AL Valdomiro Rêgo Breda (Robertinho)

A Polícia Civil de Alagoas apresentou através de entrevista coletiva, realizada na sede da instituição nesta segunda-feira (27), dois homens suspeitos de executar um empresário em Maceió. Na operação, realizada pela Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic), foram detidos Joilson Simplício Neves, 33, e Valdomiro Rêgo Breda, 30, conhecido como “Robertinho”.

Segundo a delegada Ana Luiza Nogueira, diretora da Deic, “Robertinho” responde por sete homicídios cometidos no Estado. “Jailson é o executor do crime e “Robertinho” o autor intelectual. Quando fomos até a residência de Jailson, que é fugitivo do Sistema Prisional, ele efetuou disparos. Ele responde criminalmente por roubo e tentativa de homicídios”, disse. De acordo com as investigações, o empresário foi morto devido a uma rixa.

“Robertinho”, que é estudante de direito, é acusado de assassinar um pastor evangélico no bairro Ouro Preto em 2010, Davi Lino da Silva, delito cometido em 2011, Flávio Santos de Brito, Luciano Ferreira da Silva e Josimario dos Santos também em 2011. Em 2012 ele executou Sérgio Arnaldo de Araújo. A delegada salienta que ele é mandante de crimes e era amigo da vitima. Ele trabalha com venda de carros e terrenos, e também foi preso em 2008 acusado de ameaçar o delegado Marcílio Barenco.

Na ação a Deic apreendeu uma pistola calibre 380. Ela disse ainda que “Robertinho” havia prometido que daria ao Jailson R$ 10 mil e um emprego, pelo homicídio.

O crime

A vitima, Gustavo Mendonça Figueiredo, dono do restaurante 'Bar do Zezé', situado no bairro Riacho Doce, em Maceió, foi vítima de uma tentativa de homicídio na tarde de 23 de dezembro de 2012 e faleceu no domingo (19), após cinco meses internado. Dessa forma, o crime passou de tentativa de homicídio para homicídio qualificado, com características de emboscada.

A Deic cumpriu um mandado de prisão expedido pela 9ª Vara Criminal da Capital.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.