3° BPM e BOPE prendem suspeito de cometer crimes em Arapiraca - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Polícia

23 Outubro de 2012 - 22:28

3° BPM e BOPE prendem suspeito de cometer crimes em Arapiraca

No momento da pressão, Yan não esboçou qualquer tipo de reação
Assessoria
Yan foi preso na cidade de Santa Luzia do Norte Assessoria Yan foi preso na cidade de Santa Luzia do Norte

Na tarde desta terça-feira (23), em cumprimento a um mandado de prisão expedido pelo Juiz da 8°Vara Criminal de Arapiraca, policiais do 3°BPM e do BOPE prenderam Adriano Tibúrcio dos Santos, vulgo “Yan”, de 22 anos. A prisão aconteceu na cidade de Santa Luzia do Norte.

No momento da prisão, Yan não esboçou qualquer reação. O mesmo estava em uma residência localizada na Rua Estevam Protumart de Brito, em Santa Luzia do Norte, quando foi surpreendido pelos policiais militares.

Yan é suspeito de ter praticado um homicídio e duas tentativas do mesmo crime, no bairro Batingas, em Arapiraca, no dia 01 de julho de 2012. No dia do crime testemunhas informaram que Adriano Tibúrcio dos Santos, após colidir com seu carro em um veículo que estava estacionado em frente ao Bar Por do Sol, sacou uma pistola calibre .380 e efetuou vários disparos contra clientes do estabelecimento. Na ocasião, duas pessoas ficaram feridas e uma foi ao óbito no local.

Após ser cientificado do cumprimento do mandado de prisão, Adriano Tibúrcio dos Santos foi conduzido até a Central de Polícia de Arapiraca, onde foram feitos os procedimentos legais.

Comentários

  • em 25/10/2012 as 13:04

    ""

  • em 24/10/2012 as 14:17

    ""

  • em 24/10/2012 as 11:15

    "A casa caiu Yan. Depois de matar mais de 5 pessoas de bem em Arapiraca esse safado foi preso. Vlw polícia!"

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.