Bolsas dos EUA fecham em queda impactadas por problemas de Donald Trump - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Economia

17 Mai de 2017 - 21:43

Bolsas dos EUA fecham em queda impactadas por problemas de Donald Trump

Dow Jones caiu 1,78%, Nasdaq recuou 2,57% e S&P 500 perdeu 1,82%
G1
Reprodução
As bolsas dos EUA fecharam em queda nesta quarta-feira (17), afetadas pelo nervosismo nos mercados diante das novas polêmicas envolvendo o governo do presidente Donald Trump. Wall Street sofreu sua maior queda diária desde as eleições americanas de novembro, segundo a agência France Presse.

O índice industrial Dow Jones caiu 1,78% (372,82 pontos), fechando com 20.606,93 unidades, enquanto o tecnológico Nasdaq recuou 2,57% (158,63 pontos), a 6.011,24 unidades. O S&P 500 caiu 1,82%, a 2.357,03 unidades.

A turbulência em torno de Trump afetou todos os mercados internacionais. O principal índice de ações da Europa, o FTSEurofirst 300, caiu 1,28%, a 1.538 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 1,2%, na maior perda de um dia desde o fim de setembro, segundo a agência Reuters.

No Brasil, o Ibovespa caiu 1,67%, interrompendo uma sequência de 6 altas seguidas.

Na China, os mercados acionários encerraram sequência de quatro dias de alta. O índice CSI300 recuou 0,54%. Em Tóquio, o índice Nikkei caiu 0,53%.

Trump, centro de várias polêmicas, é suspeito de obstruir a justiça e de revelar à Rússia informações secretas fornecidas por seu aliado Israel.

O Comitê de Inteligência da Câmara de Representantes pediu ao FBI todos os documentos que seu ex-diretor James Comey elaborou sobre suas conversas com Trump para verificar se recebeu o pedido para bloquear essa investigação, segundo o jornal "The New York Times".

Incertezas

"Temos provavelmente um mercado que está bastante caro e busca um catalizador para corrigir isso. As últimas notícias são uma boa razão para retroceder", avaliou Jack Ablin, da BMO Private Bank.

As expectativas de cortes de impostos e outros estímulos econômicos "mudaram significativamente" após essas notícias negativas para o governo, disse Alexander Kazan, da empresa de análise Eurasia Group. "Agora há muito mais incerteza acerca do futuro da agenda dos republicanos no Congresso", acrescentou.

No Dow Jones, as quedas mais acentuadas foram dos papéis de Goldman Sachs (-5,27%), JPMorgan (-3,81%), Apple (-3,36%) e DuPont (-3,21%). As únicas altas foram das ações de UnitedHealth (0,44%), Travelers (0,27%), Coca-Cola (0,65%), Procter & Gamble (0,02%) e Wal- Mart (0,01%).

No mercado de títulos, às 20h20 o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu para 2,219% contra 2,323% de terça-feira e o dos papéis a 30 anos recuou para 2,906% contra 2,992% da véspera.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.