Bovespa fecha em queda nesta quarta e interrompe sequência de seis altas - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Economia

17 Mai de 2017 - 19:49

Bovespa fecha em queda nesta quarta e interrompe sequência de seis altas

Ibovespa caiu 1,67%, a 67.540 pontos
Reuters
Reprodução
O índice de referência da bolsa paulista fechou em baixa nesta quarta-feira (17), após subir por 6 pregões seguidos, tendo como pano de fundo o cenário externo de aversão a risco diante de preocupações com o governo do presidente norte-americano, Donald Trump, destaca a agência Reuters.

O Ibovespa caiu 1,67%, a 67.540 pontos e giro financeiro de R$ 8,3 bilhões.

Nos seis pregões anteriores, o índice havia acumulado alta de 4,82%.

Preocupações com Trump

O cenário de cautela externa veio na esteira de notícias de que o presidente dos Estados Unidos teria pedido ao então diretor do FBI, James Comey, para encerrar investigação sobre as ligações entre o ex-conselheiro de segurança nacional da Casa Branca Michael Flynn e a Rússia.

As notícias vindas de Washington aumentam as preocupações em relação à agenda de Trump para a economia, que inclui corte de impostos e investimentos em infraestrutura.

No entanto, operadores seguem otimistas em relação ao mercado acionário brasileiro diante do cenário interno que inclui perspectiva mais positiva para o andamento das reformas, principalmente a da Previdência, além de apostas em um corte mais agressivo da taxa básica de juros, destaca a Reuters.

"Hoje é uma realização normal no mercado, mas a situação externa sempre é um fator que preocupa... Se passarmos por um período mais forte e prolongado de queda lá fora a gente nãopassa incólume por aqui", disse o economista da Órama Investimentos Alexandre Espirito Santo.

Destaques do dia

Entre as principais quedas do dia, destaque para o recuo da Smiles, Embraer, Vale e bancos.

Embraer ON caiu 5%, no pior desempenho do Ibovespa, após analistas do Santander cortarem a recomendação para os ADRs (recibos de ações nos Estados Unidos) da fabricante brasileira.

JBS ON caiu 3,65%, ampliando as perdas da véspera após o balanço do primeiro trimestre e com as operações da Polícia Federal envolvendo o nome da empresa ainda pesando sobre o papel. Também no radar estavam as expectativas quanto à oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) nos Estados Unidos da subsidiária JBS Foods International. Na véspera, o presidente da JBS disse que ainda vê o segundo semestre como uma janela para a realização do IPO.

Itaú Unibanco PN perdeu 2,04% e Bradesco PN teve baixa de 1,97%, ajudando a pressionar o Ibovespa devido ao peso das ações em sua composição. A sessão foi negativa para o setor bancário como um todo, com Banco do Brasil ON perdendo 2,7% e Santander em baixa de 1,9%.

Petrobras PN caiu 0,57% e Petrobras ON recuou 0,56%, cedendo à aversão a risco que predominou no mercado acionário e contrariando a alta do petróleo no mercado internacional.

Vale PNA caiu 1,93% e Vale ON recuou 1,54%, também acompanhando o tom negativo do mercado, apesar do avanço dos contatos futuros do minério de ferro na China.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.