Bancários aderem à greve e prometem fechar agências - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Política

21 Abril de 2017 - 09:41

Bancários aderem à greve e prometem fechar agências

Medida é em protesto contra a Lei da Terceirização e as propostas de reforma Trabalhista e da Previdência
Tribuna Hoje, com assessoria
Bancários aderem à greve geral no dia 28, próxima sexta-feira. (Foto: Adailson Calheiros) Bancários aderem à greve geral no dia 28, próxima sexta-feira. (Foto: Adailson Calheiros)

Bancários de todo o estado vão cruzar os braços no dia 28, em adesão à greve geral convocada por várias categorias em todo o país, em protesto contra as propostas de reformas Trabalhista e da Previdência. As centrais sindicais também se mobilizam para derrubar a denominada Lei da Terceirização - quando uma empresa contrata trabalhadores por intermédio de uma terceira companhia -, que regulamenta também a prestação de serviços temporários. 

A decisão foi reiterada nessa quarta-feira, durante assembleia na sede do Sindicato dos Bancários de Alagoas.

De acordo com presidente do sindicato, Jairo França, a disposição dos bancários em participar da paralisação nacional "é sentida fortemente nos locais de trabalho porque os trabalhadores do ramo, um dos mais prejudicados com as medidas do governo, não aceitam perder garantias e direitos".

"Além da assembleia que fizemos, também estamos percorrendo as agências e demais unidades dos bancos. Detectamos que a indignação e a revolta dos colegas são grandes. Os clientes e usuários também têm demonstrado reação às reformas, sobretudo a da Previdência", disse o sindicalista.

Ainda segundo Jairo, o sindicato já vem realizando atividades de mobilização com a categoria, produzindo farto material de divulgação sobre a greve. Ainda de acordo com o sindicalista, na próxima semana, o aviso de paralisação nos bancos será veiculado em jornais, rádios e carros de som, a fim de que a população não seja tomada de surpresa.

E após paralisar as atividades nas agências, os bancários participarão, no final da tarde do dia 28, do ato público na Praça do Centenário, onde estarão presentes representantes das centrais sindicais, entidades de classe e movimentos sociais, além de estudantes e sociedade civil organizada.

Comentários

  • Interiorano

    em 21/04/2017 as 17:25

    "Não sou simpatizante nem do PMDB (Temer e Companhia) e muito menos do PT (Lula e Companhia), porém, por quê não fazer a greve no dia 02/05/2017? Vão fazer greve logo na 6ª feira, último dia útil e de pagamento e vencimento de contas! Dar para entender? Só sobra para o pobre trabalhador!"

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.