Grêmio deve ter força máxima contra o Guaraní do Paraguai - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Esporte

18 Abril de 2017 - 14:19

Grêmio deve ter força máxima contra o Guaraní do Paraguai

Nos treinos desta terça-feira, alguns titulares foram poupados: "É normal", diz técnico
Eduardo Deconto / Globo Esporte
Renato não confirmou escalação, mas time deve ser o mesmo que enfrentou o Novo Hamburgo (Foto: Eduardo Deconto/GloboEsporte.com) Renato não confirmou escalação, mas time deve ser o mesmo que enfrentou o Novo Hamburgo (Foto: Eduardo Deconto/GloboEsporte.com)

A escalação do Grêmio para o jogo contra o Guaraní, quinta-feira, pela Libertadores, não deve ser diferente daquela que iniciou o jogo contra o Novo Hamburgo, domingo, pelo Gauchão. Mas isso, como de costume, só será confirmado por Renato Gaúcho minutos antes da partida, em Assunção, no Paraguai. Na entrevista coletiva realizada no início da tarde desta terça, o técnico tratou de manter o mistério.

– Temos 30 jogadores. Estão viajando 27. Só o Dida, o Beto e o Léo, que estão machucados, vão permanecer. Independentemente de quem jogar, o jogador tem que estar preparado. Libertadores é mais difícil? Não tem que pensar assim.

Renato encerrou a preparação do time em solo gaúcho envolto em cuidados. Pela manhã, o treinador fechou a primeira parte do treino no CT Luiz Carvalho. Depois, com acesso liberado, o comandante apenas observou um trabalho tático entre os reservas.

Os titulares apenas correram ao redor do gramado. Mas nem todos. Os laterais Edílson e Léo Moura e o meia-atacante Miller Bolaños sequer foram a campo, preservados. Para Renato, nada demais.

– Os jogos (de Gauchão e Libertadores) são pesados. A gente procura recuperar os jogadores nas 48 horas seguintes. É normal. No último jogo, dois ou três também não foram a campo para treinar e jogaram normalmente (contra o Novo Hamburgo).

Mesmo descartando que as ausências nos trabalhos sejam problema, o treinador fez questão de dizer que os atletas precisam estar prontos se forem chamados. Segundo Renato, tem “milhões de jogadores que querem estar no Grêmio”.

– Se jogar 5, 10, 15 minutos tem que ter a entrega total. Tem que falar porquê está no grupo. Tem que valorizar – disse.

Se a precaução em meio à maratona de jogos não se converter em desfalque, a tendência é que Renato repita a formação do empate em 1 a 1 com o Novo Hamburgo. Assim, o Grêmio deve entrar em campo com Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon, Léo Moura, Luan e Pedro Rocha; Miller Bolaños.

– Estamos sem muito tempo para trabalhar. Mas é o preço que se paga por estar num grande clube, que sempre disputa mais campeonatos – afirmou Renato, que não espera vida tranquila em Assunção. – A gente sabe o quanto é difícil jogar no Paraguai. Facilidade não vamos encontrar. Não dá para dar mole. Libertadores tem que estar ligado porque eles não se entregam nunca. Tem que ter atenção nos 90 minutos.

Barrios treinou normalmente nesta terça (Foto: Eduardo Deconto/GloboEsporte.com)

Nesta terça-feira, os reservas participaram de uma atividade tática em campo reduzido, com foco em triangulações e intensidade na movimentação ofensiva. Do lado de fora, auxiliares da comissão técnica e o técnico Renato conversaram com frequência, assim como os titulares. Na pauta, os problemas defensivos do time.

– Não tirando os méritos dos adversários, pelo contrário, mas os três gols que tomamos, contra Iquique e Novo Hamburgo, foram falhas nossas. Temos que ter atenção total. Temos que ter concentração. Vale a liderança. Objetivo é buscar o maior número de pontos para passar de fase e depois, para garantir os jogos de volta em casa.

Os 27 jogadores relacionados para o jogo se reapresentam à noite na Arena. Por volta das 21h, a delegação se desloca para o aeroporto, de onde parte para Assunção, no Paraguai, em voo previsto para as 23h. Grêmio e Guaraní se enfrentam a partir das 19h30min da quinta-feira, no Defensores del Chaco, pela terceira rodada do Grupo 8 da Libertadores.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.