Segurança Pública aponta aumento de 40% no número de homicídios em Alagoas - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Polícia

18 Abril de 2017 - 11:24

Segurança Pública aponta aumento de 40% no número de homicídios em Alagoas

Foram 600 mortes violentas no estado nos três primeiros meses do ano contra 427 em 2016
Bruno Martins
Crimes são principalmente cometidos com arma de fogo em Alagoas (Foto: Tribuna Hoje / Arquivo) Crimes são principalmente cometidos com arma de fogo em Alagoas (Foto: Tribuna Hoje / Arquivo)

A Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL) divulgou através do Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC) o boletim mensal da estatística criminal do estado. De acordo com os dados, foram 600 mortes violentas nos três meses de 2017. Em comparação com 2016 foi um aumento de 40%, já que ocorreram 427 no mesmo período.

O boletim aponta que o domingo é dia mais violento em Alagoas até o momento. São 118 homicídios durante o primeiro dia da semana, 20% do total. Os outros dias apresentam números menores: segunda-feira (73 – 12%), terça-feira (78 – 13%), quarta-feira (86 – 14%), quinta-feira (77 – 13%), sexta-feira (76 – 13%) e sábado (92 – 15%).

Os homens são as principais vítimas dos crimes violentos letais e intencionais em Alagoas. Dos 600 homicídios, 93,3% das vítimas são homens e 6,7% são mulheres.

A faixa etária com a maior quantidade de mortes é a de 18 a 29 anos. Foram 50% das vítimas. Entre 30 e 45 anos foram 23%; de 12 a 17 anos, 14,7%; de 46 a 59 anos, 6,3%; sem informações, 3%; igual ou acima de 60 anos, 2,5%; igual ou abaixo de 11 anos, 0,5%.

78,3% dos crimes violentos letais foram cometidos com arma de fogo. 9,8% foram por arma branca, 6,3% por espancamento, 2,7% por arma de fogo e arma branca e 2,8% por outros instrumentos.

Os crimes foram cometidos em sua maioria em via pública, 54% deles. 40,3% foram dentro de residências ou nas imediações, além de 4,5% em locais ermos, 0,8% sem informações e 0,3% em outros locais.

Maceió registra aumento ainda maior

Foram 225 assassinatos na capital alagoana nos três primeiros meses de 2017. O aumento comparativo é ainda maior do que no estado. Em 2016, foram 106 crimes do tipo, o que aponta um crescimento de 122%. Em Maceió, a quinta-feira é o dia mais violento com 36 homicídios. Foram 35 mortes violentas aos domingos, 34 às segundas-feiras, 33 aos sábados, 32 às sextas-feiras, 28 às quartas-feiras e 27 às terças-feiras.

Número em Arapiraca cresce pouco

Na capital do Agreste, foram 45 assassinatos nos três primeiros meses do ano contra 44 de 2016, um crescimento de 2%. Em Arapiraca, esse crime ocorre com mais frequência às quartas-feiras (12). Domingo foram nove homicídios; terça-feira foram oito; segunda-feira foram cinco; quinta e sexta, quatro cada; e três crimes do tipo aos sábados.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.