Carne Fraca: PF indicia mais de 60 pessoas investigadas - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Polícia

17 Abril de 2017 - 07:30

Carne Fraca: PF indicia mais de 60 pessoas investigadas

A operação Carne Fraca foi deflagrada em 17 de março com o objetivo de apurar prática de crimes de corrução por agentes públicos responsáveis pelo trabalho de fiscalização e controle da qualidade e segurança alimentar de produtos agropecuários
Terra
Ilustração

A Polícia Federal (PF) indiciou 63 pessoas investigadas pela Operação Carne Fraca. O inquérito policial da superintendência da PF no Paraná, entregue nesse sábado (15) à Justiça Federal do Paraná, apontou que existem provas e indícios suficientes de cometimento de várias infrações previstas no Código Penal.

Os indiciados deverão responder pelos crimes de advocacia administrativa, concussão, corrupção passiva, crime contra a ordem econômica, emprego de processo proibido ou de substância não permitida, falsidade de atestado médico, falsidade, corrupção, adulteração de substância ou produtos alimentícios, organização criminosa, peculato, prevaricação, uso de documento falso e violação de sigilo funcional.

Entre os indiciados estão agentes de inspeção sanitária, fiscais agropecuários federais, chefes de unidades de inspeção, proprietários e funcionários de frigoríficos e representantes regionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Ainda segundo o relatório, foram indiciados somente os investigados que foram presos preventivamente. Ainda há fatos em apuração que poderão resultar no indiciamento de outros investigados soltos, mas que estão ligados às condutas analisadas.

De acordo com o relatório da PF, "os indícios e provas colhidos ao longo da Operação permitem concluir pela existência de uma organização criminosa atuante dentro da estrutura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, tanto no Estado do Paraná como em outros Estados, há fortes evidências das mesmas práticas nefastas pelo menos nos estados de Goiás e Minas Gerais", diz trecho do documento.

 

Operação

A operação Carne Fraca foi deflagrada em 17 de março com o objetivo de apurar prática de crimes de corrução por agentes públicos responsáveis pelo trabalho de fiscalização e controle da qualidade e segurança alimentar de produtos agropecuários.

Segundo a PF, fiscais agropecuários recebiam propina de empresas para liberar a emissão de certificados sanitários sem a fiscalização efetiva da carne. A partir da troca de favores entre empresários e os fiscais, o esquema permitia a comercialização de produtos com várias irregularidades, como prazo de validade vencido e uso de substâncias para adulterar a qualidade da carne.

Ao todo, foram expedidos na Operação Carne Fraca 27 mandados judiciais de prisão preventiva, 11 de prisão temporária, 77 de condução coercitiva e 194 de busca e apreensão. Ao todo, 21 frigoríficos são investigados na operação. Além disso, o Ministério da Agricultura afastou 33 fiscais de suas atividades. O processo tramita sob sigilo na 14ª Vara Federal, em Curitiba.

 

Comentários

  • venancio eloi de melo junior

    em 17/04/2017 as 15:00

    " Vossa excelencia veja o que a tv globo sbt record fazem este email eniei as 3 emissoras sobre informacoes e divulgacoes sobre meu nome Napo fator verbal alenda hacker voceis precisam ter resposabilidade com que falam no ar dizem que me ajudan sendo que eu mado informacoes dde todas as ameacas promessas de morte voceis nao tem resposabilidades com a informacao pessoas vendendo informacoes falsas ao meu respeito influentes , empresarios jogadores de futebol chegam a fazer doacoes que sao direcionadas a o crime organizado outros se passam por parenteses pessoas que nunca vi na vida outros falsos representantes com documentacao falsa sobre manobras e alegacoes distorcidas levam e voceis patrocina todo esquema alimentando minha imagen onde deveria investigagar e denuncia todo essquema ofercendo oportunidade e associacao ao crime organizado de SP
    onde a ousadia e tao grande como voceis poden ouvir nas gravacoes alegacoes que vao inuriar ninquen vai falar nada e ainda irei morrer espancando entre este anexo este minifestacao com registro na policia federal sobre Nº nu nad selog pf SP 31/01/2017 000003691 aqual existe entre este anexos gravacoes do esquema corropto do PT em doacoes e juntamente com adebrech sobre meu nome minha vida com desvio de dinheiro a cumplices do pq independencia zona sul cep 05878150 rua pisanelo,126 onde moro e os mesmo permanecen ao arredores dia e noite com olhares atentos em cada movimento a cada passo vizinhos da abrigo e corbertura ao esquema onde pessoas da midia recebem informacoes distorcidas alimentando ao esqueam de uso da minha vida meu nome minha imagen existe outro numero e protocola em cada orgao em anexos correspondente OBS . proprios vizinhos que sao cumplices do esquema fazem alegacoes e fortalecem fatos mentirosos ao meu respeito. Vossa excelencia veja o que a tv globo sbt record fazem este email eniei as 3 emissoras sobre informacoes e divulgacoes sobre meu nome Napo fator verbal alenda hacker voceis precisam ter resposabilidade com que falam no ar dizem que me ajudan sendo que eu mado informacoes dde todas as ameacas promessas de morte voceis nao tem resposabilidades com a informacao pessoas vendendo informacoes falsas ao meu respeito influentes , empresarios jogadores de futebol chegam a fazer doacoes que sao direcionadas a o crime organizado outros se passam por parenteses pessoas que nunca vi na vida outros falsos representantes com documentacao falsa sobre manobras e alegacoes distorcidas levam e voceis patrocina todo esquema alimentando minha imagen onde deveria investigagar e denuncia todo essquema ofercendo oportunidade e associacao ao crime organizado de SP espero que outros denuncien o esquema criado pq independência SP "

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.