Saiba o que fazer se caiu no golpe de ovo de Páscoa do WhatsApp - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Tecnologia

07 Abril de 2017 - 19:50

Saiba o que fazer se caiu no golpe de ovo de Páscoa do WhatsApp

Mais de 300 mil brasileiros caíram no golpe em 24 horas
Olhar Digital
Reprodução

Golpes no WhatsApp são, infelizmente, muito frequentes. No entanto, um divulgado recentemente afetou ainda mais brasileiros do que normalmente acontece: trata-se de um golpe que prometia um ovo de Páscoa grátis da Kopenhagen. Talvez por conta da proximidade da Páscoa, mais de 300 mil brasileiros caíram no golpe em 24 horas.

Se você foi um dos que caiu nesse esquema (ou em outro dos golpes mais comuns do WhatsApp nos tempos recentes), não se desespere. Ainda há diversas medidas que você pode tomar para minimizar os danos. Ainda que causem um pouquinho de dor de cabeça, elas devem garantir que suas informações não correrão nenhum risco.

Conversamos com o especialista em segurança digital da ESET Lucas Paos para saber como podemos nos proteger caso caiamos em algum golpe desse tipo. Paos ofereceu três dicas importantes que podem praticamente neutralizar o problema. Confira:

1. Alertar contatos

A primeira medida a ser tomada é alertar os contatos com os quais você compartilhou a mensagem na esperança de concluir a instalação de algum programa oferecido ou para completar o cadastro de alguma premiação. Informe-os que se trata de um golpe.

2. Cancelar serviços

A segunda etapa consiste em ligar para a operadora de telefonia e solicitar informações sobre os serviços em que o número do telefone está cadastrado. A empresa tem a obrigação de revelar essa informação para o dono da linha. Se estiver cadastrado em listas de spam e recebendo muitas mensagens ou ligações de um número específico, as operadoras também podem ajudá-lo a resolver este problema.

3. Atualizar proteção

O último conselho do especialista é investir na instalação de aplicativos de segurança para dispositivos móveis. Os programas são capazes de identificar links suspeitos e bloquear a abertura de páginas maliciosas no smartphone. É importante mantê-los atualizados para que possam desempenhar melhor suas funções.

A lição que fica

Como o WhatsApp é um aplicativo usado por milhões de brasileiros, infelizmente é comum que golpes desse tipo aconteçam. Para evitar cair neles, vale prestar atenção em algumas orientações gerais: não aceite arquivos suspeitos (mesmo que eles sejam enviados por conhecidos), não clique em links que venham de desconhecidos, duvide de links com mensagens estranhas (mesmo que eles tenham sido mandados por conhecidos) e sempre desconfie de promoções ou ofertas muito mirabolantes divulgadas pelo WhatsApp.

Também vale notar que empresas sérias nunca terão promoções do tipo "compartilhe esse link com cinco amigos para ganhar". Em geral, esse é um truque usado pelos criminosos para espalhar seus arquivos maliciosos. Isso porque, quando um usuário compartilha a mensagem com seus amigos, a chance de que eles cliquem é maior, porque o link veio de um conhecido. Portanto, se você se deparar com algo desse tipo, tome muito cuidado.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.