Quase 60 motos com irregularidades são recolhidas nas rodovias federais de AL - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Polícia

17 Março de 2017 - 18:13

Quase 60 motos com irregularidades são recolhidas nas rodovias federais de AL

Em três dias de trabalho foram extraídas mais de 500 autuações
Assessoria / PRF-AL
Operação Duas Rodas da PRF (Foto: Assessoria / PRF-AL) Operação Duas Rodas da PRF (Foto: Assessoria / PRF-AL)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) voltou a fechar o cerco aos motociclistas infratores que circulam na BR-316 em Alagoas. Em menos de três dias, 57 veículos, a maioria dela veículos de duas rodas, foram recolhidos por apresentarem irregularidades diversas. O trabalho fez parte da Operação Duas Rodas que visa diminuir o número de acidentes de trânsito e criminalidade nas rodovias federais. Quatro homens foram presos por embriaguez ao volante.

As fiscalizações aconteceram entre os dias 14 e 16 (da terça a quinta-feira), entre as cidades de Maribondo e Carié, e focaram os condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores, veículos mais vulneráveis nos casos de acidentes. Os policiais verificaram itens de segurança, documentação e orientaram os condutores sobre os riscos que uma conduta irregular podem gerar.

Em menos de 72 horas, os policiais rodoviários federais abordaram cerca de 800 veículos e extraíram 518 autos de infração. As irregularidades mais comum encontradas nos veículos parados foram atraso no licenciamento e ausência de equipamento obrigatório. Na conduta dos infratores foi verificado que a maioria dos autuados não possuía habilitação ou não usavam o capacete de segurança.

TRABALHO CONTÍNUO EM PROL DA VIDA

Os registros de acidentes ocorridos em 2016 nas rodovias federais que cortam Alagoas apontam a importância dessa Operação. Da totalidade de sinistros atendidos pelo órgão, 26,1% dele envolve pelo menos um veículo de duas rodas. Percebe-se a gravidade do problema quando observamos que 35,7% dos feridos graves e 32,4% dos óbitos vítimas de acidentes de trânsito nas BRs do estado estavam em uma motocicleta, motoneta ou ciclomotor. É um número alto! Por esse motivo a fiscalização direcionada a esses veículos é um trabalho constante.

A mistura álcool e direção também é uma conduta irregular bastante visualizada pelos policiais quando se trata desses veículos. E ela foi apontada como a terceira maior causa dos acidentes registrados em 2016 em Alagoas. Nos três dias de trabalho do órgão, quatro condutores foram presos por embriaguez ao volante. Dois deles eram inabilitados.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.