Mulher saca R$ 5,2 mil do FGTS inativo e perde tudo em golpe na saída - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Brasil

17 Março de 2017 - 08:13

Mulher saca R$ 5,2 mil do FGTS inativo e perde tudo em golpe na saída

Homem deixou cair carteira próxima da vítima, que devolveu o objeto. Maço de dinheiro de estelionatário era de cédulas falsas, feitas com papel.
G1
Suspeito trocou FGTS por maço de dinheiro falso feito de papel Rota Policial News/Reprodução Suspeito trocou FGTS por maço de dinheiro falso feito de papel

Uma mulher de 54 anos perdeu R$ 5,2 mil no golpe da recompensa, na Avenida Major Amarante, Centro de Vilhena (RO). Conforme registro policial, a vítima tinha acabado de sacar o dinheiro referente ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) inativo, na manhã desta quinta-feira (16), quando um homem deixou cair a carteira próxima da vítima. A vítima então devolveu o objeto ao suspeito e ele alegou que era advogado e queria lhe recompensar.

A vítima contou à Polícia Civil que o golpe ocorreu após ela sacar a quantia de R$ 5,2 mil e ir até a gerência do banco. Nesse momento, um homem deixou cair uma carteira porta cédulas próximo aos seus pés e seguiu até uma mesa de atendimento. Ele estava acompanhado de outro suspeito.

A mulher pegou a carteira no chão e devolveu ao homem. Ele agradeceu e disse que iria gratificar a vítima com R$ 100 pela honestidade. A mulher argumentou não ser preciso, pois era seu dever devolver a carteira.

Em seguida, o homem disse ser advogado e que era seu dever recompensá-la. Ele então a convidou para sair da agência bancária e ir até o escritório para lhe dar a gratificação. Chegando do outro lado da rua, o suspeito entregou um pacote à mulher, supostamente com dinheiro, e pediu para segurar a bolsa dela, enquanto fosse ao escritório.

A vítima pegou o pacote e entregou sua bolsa ao suspeito, que afirmava ser honesto. A mulher relatou que ainda saiu para receber a gratificação e conhecer os donos do suposto escritório, e percebeu que havia algo errado. Quando retornou ao local, não encontrou mais o infrator. Além do dinheiro, na bolsa havia documentos pessoais, carteira e a chave de um carro.

O maço de dinheiro que estava no pacote era de cédulas falsas preenchido com papel. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.