Captação de água fica prejudicada com aumento de vazão do São Francisco - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Interior

07 Janeiro de 2017 - 11:48

Captação de água fica prejudicada com aumento de vazão do São Francisco

Aumento autorizado pela Chesf é por dois dias para beneficiar procissão de Bom Jesus dos Navegantes
Agência Alagoas
Por causa da procissão de Bom Jesus dos Navegantes, em Penedo, houve aumento da vazão do Rio São Francisco, segundo a Chesf (Foto: Reprodução) Por causa da procissão de Bom Jesus dos Navegantes, em Penedo, houve aumento da vazão do Rio São Francisco, segundo a Chesf (Foto: Reprodução)

O que poderia ser considerado um alívio para a captação de água nos sistemas coletivos operados pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) se tornou um contratempo, nesta sexta-feira (6), depois que a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), em atendimento a um pedido da prefeitura de Penedo, aumentou a vazão de água do rio São Francisco.

O aumento teve início na quinta-feira (5) e segue até às 4h deste sábado (7) com o objetivo de garantir a navegabilidade das embarcações que participam, neste domingo (8), da Procissão Fluvial do Glorioso Bom Jesus dos Navegantes.

Dessa forma, a vazão atual do rio, que era de 700 m³/s, vai chegar, até este sábado, a 1.600 m³/s. Esse aumento, por outro lado, levou sujeira e algas até às bombas onde a Casal faz a captação que abastece o Sistema Coletivo da Bacia Leiteira, em Pão de Açúcar.

Por isso, a companhia está realizando paradas na captação para fazer a limpeza das bombas, que estavam entupindo. Essa medida fez com que o abastecimento ficasse deficiente para os 19 municípios que são atendidos por esse sistema.

São eles: Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Carneiros, Dois Riachos, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Major Isidoro, Maravilha, Monteirópolis, Olho d’Água das Flores, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Pão de Açúcar, Poço das Trincheiras, Santana do Ipanema, São José da Tapera e Senador Rui Palmeira.

O aumento da vazão durante esses dois dias, segundo a Chesf, foi autorizado pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) e pela Agência Nacional de Águas (ANA). Em seguida, a vazão voltará a ser de 700 m³/s.

Comentários

O Tribuna Hoje coloca este espaço à disposição de todos que queiram opinar ou discutir sobre os assuntos que tratam nossas matérias. Partilhe suas opiniões de forma responsável e educada e respeite a opinião dos demais.

Digite o código abaixo para enviar seu comentário.