Ailton Villanova

27 de julho de 2017

Ainda bem…!

      Qualquer semelhança com o anedotesco relativamente ao fato que vai abaixo contado, terá sido a mais absurda coincidência.       Seguinte:       Um certo artista plástico intitulado Getúlio E. Prazeres viajava, de carro, do Recife a Maceió pelo litoral quando, a certa altura, lá pelas imediações de Maragogi cochilou ao volante e o veículo, […]

26 de julho de 2017

Ainda bem…!

 Qualquer semelhança com o anedotesco relativamente ao fato que vai abaixo contado, terá sido a mais absurda coincidência.       Seguinte:       Um certo artista plástico intitulado Getúlio E. Prazeres viajava, de carro, do Recife a Maceió pelo litoral quando, a certa altura, lá pelas imediações de Maragogi cochilou ao volante e o veículo, que ele […]

25 de julho de 2017

Um ladrão bastante independente

     O delegado de polícia civil Antônio Rosalvo Cardoso, o Mamão, era titular da regional de Novo Lino quando eclodiu uma onda de arrombamentos em residências, lojas e mercadinhos em toda aquela circunscrição. Mamão quase enlouqueceu. A deia que se tinha era a de que uma quadrilha terrível estava querendo desmoralizar a polícia alagoana. […]

22 de julho de 2017

Afinal, dupla separação

    Segurando uma pesada pasta de executivo, o distinto Odérlúcio Sérgio Penha (Delu, para os íntimos) caminhava apressado pela Moreira Lima, apenas reparando para o chão. De repente, trombou com outro transeunte, coincidentemente o amigo Etelvino Lima.       – Epa! Que pressa é essa, rapaz? – indagou o amigo.       E o Oderlúcio:       […]

21 de julho de 2017

Outra surra, não!

      Dona Martha Mercedes acordou às 4 da manhã com o barulho da chave na fechadura da porta da frente e pensou: “É o cretino do Adilson!” Ato contínuo, jogou o pensamento de lado, pulou da cama, correu até a cozinha, pegou um porrete e foi abrir a bendita porta. Abriu-a, mantendo a […]

19 de julho de 2017

Um carro impossível

 O vendedor de automóveis Dogival Doralino, o Dodô, é, hoje em dia, um sujeito de sucesso, na vida profissional. Pragmático, ele não é ficar enchendo o saco de freguês, com conversa mole. Define uma situação de compra e venda na base do vapt-vupt, como diria o saudoso Chico Anysio.       Dado o seu sucesso no […]

18 de julho de 2017

Um tarado muito doido!

Encaminhado por conceituada empresa do ramo de vigilância patrimonial, um certo Dário Pereira compareceu ao gabinete do psicólogo Claudinei Andrade, a fim de submeter-se ao tal de exame psicotécnico, “para admissão imediata.” Ao apresentar-se ao doutor, o candidato entregou-lhe a papeleta requisitória.       – Sente-se! – disse o psicólogo indicando uma cadeira à sua frente. […]

15 de julho de 2017

A “soneca” do Andrade Filho

      Ele sempre foi homem elegante. Nos gestos, no falar e no vestir.       José Estanislau de Andrade, ou simplesmente Andrade Filho, nome que adotou artisticamente, teve uma passagem curta, porém marcante, pela vida. Deixou um belo exemplo de companheirismo e de como fazer rádio com inteligência e competência.       Mas, como não […]

13 de julho de 2017

O grande Bethoven

Ele nasceu no pé da serra de Água Branca, dentro de uma casinha pobrezinha de dar dó. Quando completou seis meses, seus pais muito humildes e analfabetos, o levaram para batizá-lo na igreja da Matriz. Chegaram para o reverendo Odulpho, exibiram a criança, a mulher antecipou-se ao marido e disse:       – Páde, a gente […]

12 de julho de 2017

O trote e a fuga do Procurador

  De um dos meus livros – “Nem anjos, Nem Demônios. Apenas Imortais” – prontos para impressão qualquer dia desses -, extraí o bizarro episódio protagonizado por dois dos vultos mais representativos da cultura e da justiça alagoanas: Bráulio Leite Júnior e Paulo de Castro Silveira, este último de saudosa memória.       Bráulio Leite Júnior, […]