Ailton Villanova

4 de Abril de 2018

Prontamente rápido

José Jerônimo Vasco Cardoso nasceu em Portugal, criou-se em Aracaju e veio morar em Maceió já rapagão, depois que seus pais – seu Manuel e dona Maria – faleceram. Aqui, arrumou um emprego de propagandista/vendedor/ambulante. A firma para a qual trabalhava representava aparelhos eletrodomésticos. Galego, olhos verdes, boa pinta, em que pese um bocado tapado, […]

3 de Abril de 2018

Prontamente rápido

José Jerônimo Vasco Cardoso nasceu em Portugal, criou-se em Aracaju e veio morar em Maceió já rapagão, depois que seus pais – seu Manuel e dona Maria – faleceram. Aqui, arrumou um emprego de propagandista/vendedor/ambulante. A firma para a qual trabalhava representava aparelhos eletrodomésticos. Galego, olhos verdes, boa pinta, em que pese um bocado tapado, […]

29 de Março de 2018

O carma da Fatinha

Competente na administração da palavra escrita, a jornalista Fátima Vasconcellos é proprietária de um texto admirável. Ela escreve e descreve fatos, dramas e situações com maestria incomum. Fatinha (é assim que ela é tratada carinhosamente pelos mais chegados), só tem um problema na vida – problema, aliás, que é classificado pelas pessoas com as quais […]

27 de Março de 2018

Falta de confiança

Ele começou a trabalhar em banco quando tinha 12 anos de idade, mal tinha acabado de receber o certificado de conclusão do curso primário, no Grupo Escolar Fernandes Lima, localizado na Rua do Sol, centro da cidade de Maceió. Coriolano José Bezerra residia, então, na Rua da Saudade, comecinho do bairro do Farol, primeira transversal […]

24 de Março de 2018

O riso fatal retardado

O leitor bem informado, conforme é o seu caso, sabe muito bem que naquela guerrinha safada de 2008, entre Estados Unidos e Iraque, registraram-se as ecléticas presenças de voluntários de todas as bandas deste mundo velho de guerra. Teve gajo até de Portugal. Num lance esperto, iraquianos conseguiram render pelo menos quatro desses voluntários – […]

23 de Março de 2018

Swing português

Os portugueses Manuel e Maria Fernandes Prata sempre formaram um casal certinho. Ele, funcionário de uma multinacional, rezava conforme a cartilha conservadora matrimonial; ela, professora, não perdia uma missa dominical, na qual comungava contritamente. Entretanto, belo dia, a vida exemplar desse casal mudou radicalmente; virou de ponta cabeça, assim que pisou em solo brasileiro. Manuel […]

21 de Março de 2018

PREVISÃO COMPROMETIDA

   Com a proximidade do inverno, índios da tribo Oiaeuaqui, que habitam as profundezas amazônicas, procuraram o cacique Calcitran, cheios de preocupação. – Dá licença, chefe? – disse um deles. E o chefe, dando uma baforada no cachimbo fedorento que pendia da boca: – Quê quié c’ocês qué? – Nóis qué sabê se vamos de […]

20 de Março de 2018

TOMÉ E OS FURADOS DO CRISTO

De todos os seguidores mais próximos de Jesus Cristo, um deles, aquele chamado Tomé, foi o mais chato (na verdade, o único chato, segundo revelam escritos daquele tempo). Tomé era o tipo do cara que só acreditava naquilo que via e tocava. Esse era sempre motivo causador dos seus desentendimentos com os companheiros apóstolos.   […]

17 de Março de 2018

Campo encharcado

Quase da mesma idade, os primos Natanael e Leonel Francisco Botelho – o primeiro um ano mais velho que o outro –, nasceram em Bebedouro. Foram cuidados pela avó, dona Delzuíta e eram muito unidos. Muitos anos mais tarde, o primeiro morreu atropelado por um trem, na finada Feira do Passarinho, na Levada, onde possuía […]

16 de Março de 2018

Uma sogra muito sacana

Não se pode dizer que o contabilista Pedro Amadeu Alencastro é um sujeito ruim. Muito pelo contrário. Amigão, vive o tempo todo com a venta enfiada no trabalho. Quando lhe sobra um tempinho, ele vai até o campinho de futebol que existe perto de casa e bate uma bolinha com os amigos. Vez ou outra […]