A aula de todo dia - Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas Tribuna Hoje - O portal de notícias que mais cresce em Alagoas

Blog | COTIDIANO ATIVO, por Antonio Moura

11/01/2017 07:04

A aula de todo dia


O período de férias está quase no fim. Quase ou menos que isso. Toda aquela agitação do retorno às aulas se aproxima com a mesma intensidade de todos os anos: aumento dos materiais escolares, da matrícula e mensalidade, além de transporte e outros custos. Com tudo preparado, chega o grande dia do primeiro dia de aula.

As crianças fardadas, a alegria de reencontrar os amiguinhos de sala e a sensação de partida em toda vez que deixamos nossos filhos na escola passam a voltar ao nosso cotidiano. Na maioria das vezes, dividimos a tarefa de deixar os filhos com o cônjuge ou parente e, quando não podemos buscá-los, passamos adiante a oportunidade que pode, na maioria dos casos, ser o momento de ver nossos filhos antes da mesa do jantar ou na cama para dormir.

Qual deveria ser a nossa grande lição em meio a essa habitual responsabilidade? Eu me arrisco a dizer que é a participação na formação dos nossos filhos. A gente confunde educação formal com educação familiar e quando nos damos conta não conseguimos entender o que as nossas crianças sentem na escola e como a relação escola-família é importante na construção deles. 

E sabe como a gente tenta, acho que sem perceber, piorar a situação? Colocando a criança em aulas de karatê, judô ou natação para tentar ensinar disciplina quando na verdade deveria ser complementar à formação caseira, familiar. A primeira aula, então, é todo dia: não deveríamos arranjar justificativas para não acompanhar o crescimento escolar dos filhos e seque o desenvolvimento interpessoal, ou seja, o xis da questão é estar presente ao máximo para não levar nota vermelha das crianças.

* Antonio Moura é superintendente municipal de Transportes e Trânsito de Maceió. É graduado em Administração e Marketing com pós-graduações em Docência do Ensino Superior e em Gestão de Pessoas. 

Facebook