Gastronomia e Turismo

17 de Abril de 2018

Galeto São Luís, franquia de sucesso em Alagoas, vira galeto gourmet

 

Para começar é bom saber que o galeto é uma refeição típica das colônias italianas do sul do Brasil. O nome real da iguaria na Itália é “passarinhada”, mas no Brasil se popularizou como galeto, vendido em restaurantes especializados e ao longo das beiras de estrada de todo o país. Em geral são assados na brasa. Mas nas galeterias é possível também experimentar inúmeros outros pratos.

Em segundo lugar é bom saber que galeto não é frango assado. E tem diferenças; pequeno e saboroso, o galeto faz sucesso vem ganhando força nos cardápios, com casas inteiramente dedicadas a eles. Mas é preciso estar atento para não pedir galeto e acabar comendo frango na brasa. Segundo especialistas a principal diferença está no tamanho. O galeto tem, no máximo, um quilo e pesa cerca de 800g depois de assado na brasa.

O cuidado com o galeto já começa na hora da compra. Ele não pode ser congelado, tem que vir resfriado. Assim, a carne continua tenra e não perde o sabor. Antes de começar a temperar é preciso lavar bem para que nada interfira no gosto da receita. Mas o preparo de um bom galeto também tem seus segredos. O excesso de condimentos artificiais, por exemplo, pode estragar o prato. O correto é usar o tempero da forma mais caseira possível.

E tudo isso acaba se transformando numa espécie de galeto gourmet. É isso mesmo. Mas a pergunta é: como um simples galeto pode virar gourmet. Pode sim. Em Alagoas a Associação dos Franqueados do Galeto São Luís, que reúne 15 galeterias e que se tornou a franquia local de maior sucesso nos últimos anos, vem buscando atingir o ponto máximo para que seus galetos agradem gregos e troianos.

Criada em 2016, mas com mais de 30 anos de fundação e de experiência, a Associação reúne as unidades de Jacarecica, tendo como proprietário Josué, que responde atualmente pela presidência da Associação; Unidade Amélia Rosa, Davi e Mikaela; Unidade Santo Eduardo, Nilton; Unidade Barro Duro, Manoel; Unidade José Tenório, Raul; Unidade Benedito Bentes, Antônio; Unidade Gruta, Luciana; Unidade Ponta Grossa, Ari; Unidade João Davino; João; Unidade Santa Lúcia, Mirtes; Unidade Poço, Adriana; Unidade Centro, Valmir; Unidade Centenário, Luciana, Unidade Eustáquio Gomes, Alessandro e Unidade Pilar, sendo Neto o proprietário.
As declarações no Trip Advisor revela o grau de satisfação do galeto oferecido pelas unidades franquiadas da Associação: “o melhor galeto de Maceió, com várias opções de acompanhamento, grelhados, assados, sucos , refrigerantes”. “Opções de quentinha e PF. Preços baixos para quem quer almoçar sem gastar muito. Maionese deliciosa, carne, frango, calabresa e churrasco”.

“Ideal para pedir comida quando se esta com preguiça de cozinhar. Comida simples, porém gostosa e com preço justo”. “Boa opção para pedir comida em casa na hora do almoço. Comida boa, sempre quentinha, rapidez na entrega e preço camarada”. “Bom atendimento, ambiente higienizado, preço acessível sem contar do tempero delícia. Opções de galeto normal e gratinado. Recomendo”. “Costumo pegar pra viagem e até agora tudo que pedi estava muito bom. O atendimento é ótimo e rápido. Preços ótimos”.

“Melhor galeto que já comi. Essa franquia não peca por nada. É o melhor galeto que já comi em toda minha vida, o galeto gratinado e o normal. A maionese, feijão. Tudo maravilhoso. Vale muito a pena. Preço bom comida de primeira. Bom ver o crescimento desta empresa e comer bem”. “Adorei muito a comida local e também tem as quentinhas que são uma delicia. O preço é bom vale a pena visitar o local”.

O presidente da Associação, Josué Braz dos Santos, que vem lutando por essas transformações, está tentando junto aos associados dar passos cada vez mais altos em busca da qualidade total de suas galeterias. O simples fato das galeterias ocuparem lugar de destaque no Trip Advisor e receberem os melhores votos e comentários, colocando o simples galeto como galeto gourmet, é a prova que estão no caminho certo.