Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /var/www/html/wp-content/themes/tribuna-2017/header.php on line 34
Warning: implode(): Invalid arguments passed in /var/www/html/wp-content/themes/tribuna-2017/header.php on line 40
class="post-template-default single single-post postid-102724 single-format-standard">

Blog do Dresch

24 de Maio de 2018

Marina quer manter apoio obtido em 2014

Os partidos que caminharam juntos em 2014, com a pré-candidata e ex-ministra Marina Silva, estão sendo cortejados para refazerem a aliança política. Na oportunidade, apoiaram a candidata o PHS, o PPS, PPL, PSB e o PSL, que este ano lançou o deputado Jair Bolsonaro (RJ) como candidato do partido à Presidência da República. “Estamos conversando com os partidos. O diálogo é constante e é importante respeitar a dinâmica interna de cada um. Alguns possivelmente virão conosco, outros estão em definição se terão ou não candidatura própria” afirmou a pré-candidata, sem citar qualquer uma das siglas.

O mesmo apoio político 2

A ex-senadora reclamou da sua atual estrutura de campanha, que considera uma disparidade diante dos demais pré-candidatos. “A reforma eleitoral foi uma reforma de encomenda que me deixou com 10 segundos (de tempo de TV), com orçamento do fundo eleitoral incomparavelmente menor que PT, PSDB e MDB. Todos que não megapartidos ficaram prejudicados” reclamou Marina. Ela ainda comentou a desistência do presidente Temer à reeleição, indicando Francisco Meirelles para disputar o Planalto. “Com 3% de popularidade, dentro da margem de erro, é possível que seja zero” afirmou.

Privatização sai da pauta

Um acordo firmado entre o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) e vários partidos de oposição, acabou tirando da pauta a Medida Provisória 814, que propõe medidas preparatórias para a privatização da Eletrobrás. Em troca, os partidos de oposição vão encerrar a obstrução das votações iniciada há algumas semanas. Com o acordo é bem possível que a privatização da empresa seja descartada pelo governo Temer. A resistência à privatização e aos 30 dispositivos incluídos pelo relator deputado Mauro Lopes, que alteram as regras do setor elétrico com forte impacto nas tarifas de energia, não somente era da oposição, mas alcançava ainda as bancadas governistas do Nordeste, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e o setor produtivo em geral.

Vacinação contra Influenza

Durante esta semana, servidores e reeducandos do sistema prisional estão sendo imunizados contra o vírus da Influenza.  A campanha de vacinação foi denominada de “Imuniza e Humaniza” e os integrantes do sistema fazem parte dos grupos prioritários para receber as vacinas, que reduzem em mais de 90% as chances de contrair a doença. Cerca de 5.300 doses foram destinadas para a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social (Seris) que coordena a vacinação dos presídios. “Há um fluxo intenso de pessoas no ambiente fechado dos presídios e a possibilidade da proliferação de doenças é maior” explicou a enfermeira de Imunização, Carla Cipriano.

Excesso de açúcar

O consumidor brasileiro terá em breve, informações sobre o excesso de açúcar em alimentos processados. O alerta vai estar no rótulo dos produtos, segundo anúncio feito ontem pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, no plenário da Assembleia Mundial da Saúde. No evento, o governo brasileiro apresentou uma proposta de nova rotulagem de alimentos e também um acordo com a indústria para a redução de açúcar em alimentos processados. As medidas visam facilitar a compreensão do consumidor e trazer orientações claras para escolhas mais saudáveis.

ONU analisa violações

O Comitê de Direitos Humanos da ONU decidiu apreciar o mérito sobre as denúncias de violação dos direitos fundamentais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e deu seis meses ao governo brasileiro para apresentar sua defesa. Mas o Comitê rejeitou o pedido da defesa para que Lula ganhasse a liberdade através de medida cautelar. A defesa do ex-presidente considera que sua detenção na sede da Polícia Federal em Curitiba, viola o artigo 25 do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos que assegura a todo cidadão a participar, sem restrições infundadas, de votar e ser votado em eleições periódicas, autênticas, realizadas por sufrágio universal e igualitário por voto secreto.

 

 

ONU analisa violações 2

Em nota, o Partido dos Trabalhadores disse ter recebido com satisfação a decisão do comitê julgar o mérito sobre a denúncia de supostas violações aos direitos do ex-presidente. Segundo a defesa de Lula, em documento enviado à ONU, que houve transgressão aos diretos políticos e civis no processo de investigação e prisão. De forma contundente, os advogados fazem críticas aos procuradores e ao juiz envolvido diretamente com a Operação lava Jato. Lula está preso desde o dia 7 de abril.

 

 

  • O valor global do clube Manchester United subiu novamente este ano, para atingir 3,2 bilhões de euros, segundo estimativas publicadas pela empresa KPMG.
  • Neste ranking, a empresa atribui ao Real Madrid o valor de 2,9 bilhões de euros, e logo a seguir o FC Barcelona, 2,8 bilhões.
  • A empresa calculou os ativos de cada clube. Estádio, estrutura física, valor dos jogadores, da marca ou da imagem, contratos publicitários e seu peso nas redes sociais.
  • O valor do Manchester subiu 5% este ano em relação a 2017, para somar exatamente 3,255 bilhões de euros e assim superar os adversários espanhóis.
  • Dos 32 clubes europeus avaliados, o PSG de Neymar ocupa a 11º posição, com valor estimado em 1,14 bilhão de euros. O Bayern ficou em quarto, com 2,550 bilhões seguido pelos demais grandes clubes e ingleses e depois aparece a Juventus em nono com 1,3 bilhão.