Edmilson Teixeira

19 de Abril de 2018

Agreste / Sertão  

Foi na última segunda-feira, que 12 municípios situados no agreste e sertão, tiveram a oportunidade junto com o MPE/AL de firmarem um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Trata-se de um acordo, onde os prefeitos se comprometeram em aplicar os recursos oriundos de processos judiciais, relacionados aos precatórios do Fundef, exclusivamente na Educação dos respectivos municípios. A  previsão de liberação dos valores milionários está prevista para o próximo dia 11 de maio. Os municípios são: Cacimbinhas, Jaramataia, Lagoa da Canoa, Maravilha, Olho D’Água Grande, Olivença, Palestina, Pão de Açúcar, Porto Real do Colégio, Tanque D’Arca, Taquarana e Traipu.

Santana do Mundaú

A estudantada da rede municipal de ensino de Santana do Mundaú está tendo a oportunidade de participar do projeto “Leitor Nota 10”. Trata-se de uma proposta educacional para estimular o hábito da leitura desde cedo. Sua plataforma consiste no envolvimento dos professores com os alunos, num ambiente lúdico, interativo, sobretudo, focado no plano de despertar o interesse dos pequenos pelo livro.

 

Otimismo

 

“Foi uma forma que encontramos para demonstrar aos nossos estudantes, a importância da leitura em todas as etapas de suas vidas. Temos certeza que o projeto contribuirá, e muito, para um melhor rendimento escolar”, destacou a secretária, Daniele Márcia. Outro projeto que vem despertando o interesse da garotada, é o de culinária. Para a secretária, os benefícios vão além do cheirinho bom e do apetite aguçado.

 

Manejo

 

“As aulas tornam-se uma ferramenta no aperfeiçoamento das habilidades sociais, no convívio e no aprendizado de outras disciplinas. Por meio do conhecimento e manipulação dos alimentos, estimulamos o trabalho em equipe, o desenvolvimento de valores como a criatividade, a importância do planejamento e o controle de qualidade dos alimentos”, definiu a secretária.

 

Agricultura

 

Prefeito em exercício da Boca da Mata, Valter Acioli recebeu representantes da Cooperativa de Agricultores Familiares do município de Branquinha/AL. O encontro foi para selar uma parceria de convênio, cuja Prefeitura bocamatense pretende adquirir  parte da produção do campo, a fim de abastecer o CRAS, entidade social que assiste cerca de cinco mil famílias. “Já até solicitei da coordenadora do nosso CRAS o cadastro das famílias para assim a gente formalizar a parceria”, disse o prefeito.

Evangélicos

Por falar em  Boca da Mata, a cidade  será palco no próximo dia 3 de maio, de um grande encontro evangélico que promete reunir gente de toda parte de Alagoas. A confirmação do Encontro aconteceu na terça-feira, quando o prefeito Valter Acioli recebeu em seu gabinete, representantes da Igreja Mundial, tendo à frente o pastor Júlio Cesar. “A Prefeitura disponibilizará a Praça de Eventos, sobretudo garantindo um amplo apoio, para que a festa ganhe uma maior dimensão entre todos os participantes” comentou Valter Acioli, demonstrando otimismo, visto que o evento movimentará também a economia local, gerando emprego e renda para muitos.   

Craíbas

Tem início hoje e vai até amanhã na cidade de Craíbas, agreste alagoano, a Feira Agrária do Crédito Fundiário, que pela primeira vez acontece por lá. O evento é organizado pelo Iteral, em parceria com a Prefeitura local.  Na verdade, a Feira integra a programação das festividades dos 36 anos de emancipação política do município.

Cardápio

Serão comercializados produtos agrícolas, animais, artesanato, comidas típicas e doces caseiros. Também terá a programação cultural composta por declamação de poemas, carimbó, o grupo de danças The Dangerous, coral Anjos de Luz e o tradicional forró pé de serra, inclusive, com o sanfoneiro mirim Edu Lima.

Visão

De acordo com o diretor-presidente do Iteral, Jaime Silva, essas feiras itinerantes buscam fortalecer o escoamento da produção agrícola e dar visibilidade ao trabalho desenvolvido nas unidades produtivas do Programa Nacional do Crédito Fundiário (PNCF).

Ambiental

Representantes da Junta Comercial Alagoas, Sebrae/AL IMA e se reuniram, na terça-feira, para tratar das ações em prol do licenciamento ambiental dentro da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim). O encontro serviu como retomada das atividades entre as entidades para evolução do projeto.

Lixo

Na terça-feira em Maceió, o projeto Relix idealizado pelo Sesi, com a parceria institucional da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), finalizou a entrega das ciclolix (bicicletas) para as cooperativas de catadores de resíduos sólidos. As cidades de Marechal Deodoro e Quebrangulo foram beneficiadas com as cicloclix que irão proporcionar agilidade ao trabalho do catador.

Pedalada

As ciclolix são usadas exclusivamente para o recolhimento de materiais de forma rápida, a exemplo de garrafas pet e latinhas.O presidente da Cooperativa de Marechal Deodoro, Jefferson da Silva, contou que a bicicleta adaptada proporciona eficácia no trabalho do catador. “O que era feito a pé, agora será feito com a bicicleta. Ou seja, ganhamos tempo e materiais em grande quantidade”, avaliou Jefferson.