Edmilson Teixeira

13 de Março de 2018

Santana do Mundaú

Vereador por Santana do Mundaú, Ivan Ferreira (PMN) (centro da foto) eleito com aproximadamente  14% do votos válidos, mais do que o dobro do segundo colocado,  marcou presença durante os festejos de emancipação política de Chã Preta no último domingo. Enalteceu os trabalhos da prefeita Rita Tenório e salientou a importância do município contar com uma força política do porte do deputado estadual Francisco Tenório (PNM), que por sinal é esposa da gestora. Ferreira também esteve presente na Vaquejada que ocorria naquela cidade, ladeado do vereador local, Maurício Tenório e da vereadora Alcione Barbosa da vizinha cidade pernambucana de Correntes.

 

Coqueiro Seco

Mais um ex-prefeito alagoano que passa a engrossar a relação da Justiça, sobre desvio de dinheiro público. Trata-se de Tadeu Fragoso, o homem que comandou por vários mandatos a Prefeitura do pobre município de Coqueiro Seco. Conforme publicação ontem, no Diário eletrônico do TJ/AL, Tadeu e sua ex-secretária de Finanças, Grace Rouse, tiveram o bloqueio de bens, na ordem de R$ 100 mil, dinheiro desviado da verba de repatriação.

Origem

O bloqueio foi determinado pela Justiça, numa ação Judicial por Improbidade Administrativa, movida pela Procuradoria da Prefeitura de Coqueiro Seco, junto ao Poder Judiciário, como forma de ressarcimento aos danos causados ao município, durante o período em que Tadeu Fragoso administrou o município. A dupla têm prazo de 15 dias para a defesa.

São Luiz/ Barra de Santo Antônio

O secretário de Turismo da Barra de Santo Antônio, Ronaldo Lessa Campos assumiu mais um compromisso em torno, segundo ele, do desenvolvimento da região Norte de Alagoas. É que no começo do mês Lessa tomou posse como vice-presidente do  Sindicato Patronal Rural de São Luiz de Quitunde, órgão que tem uma extensão na Barra de Santo Antônio. “Temos muito que fazer por essa nossa entidade, sobretudo com muita luta e dedicação” disse revelando que já tem uma reunião agendada para o dia 14/05/2018 às 9h  na sede  do próprio Sindicato, quando estarão em pauta projetos inovadores.

Santa Luzia do Norte

Os embargos de declaração interposto por Edson Mateus  prefeito cassado de Santa Luzia do Norte foram apreciados ontem pelo pleno do TRE/AL. A corte rejeitou  por unanimidade. O processo segue agora para Brasília, a fim de que o TSE possa marcar eleições naquele município para ainda esse semestre. Sobre a possibilidade de Edson Mateus ser absorvido pelo TSE, assim como o deputado Marquinhos Madeira foi, um especialista nos afirmou que nesse caso não é fácil, já Edson teve o recurso suspensivo negado pelo próprio TSE.

Santana do Ipanema

Prefeito Isnaldo Bulhões, assinou a ordem de serviço que autoriza a execução das obras de construção do Centro de Convivência Cônego José Bulhões. O Centro de Convivência será implantado numa que contará com uma Praça de 7.788m² com estacionamento, arquibancadas, escadaria, bancos e lixeiras. O local será arborizado, e terá espaço destinado a eventos de grande porte, onde a meta é transformá-lo num local turístico da cidade.

Delmiro Gouveia

“Ele é um canalha, vigarista mau caráter e cínico.” Essas palavras foram direcionadas para o deputado estadual Ronaldo Medeiros, na última sexta-feira, em Delmiro Gouveia, pelo empresário João Edson, ex-secretário do governo de Lula Cabeleira. Tudo porque Medeiros voltou a comentar sobre as acusações que fez ao povo de Delmiro, na véspera da eleição de 2016, quando se envolveu em uma confusão e disse que em Delmiro não tinha homens.

Penedo

O Projeto de Lei de autoria do prefeito Március Beltrão (PDT) que institui o Regime de Previdência Própria Social foi votado em sessão extraordinária realizada ontem á tarde. Por 8 votos a 7, a matéria foi aprovada em segunda e terceira votação, respectivamente.  Detalhe é que o placar ficou em 7 a 7, mas o voto de minerva foi do  presidente da Câmara  Júnior do Tó. A matéria agora seguirá para o Executivo, que deve sancionar, transformando a mesma em lei municipal.

Pilar

Ao que se sabe, no município do Pilar  cerca de 250 famílias ganharam terra, sementes, irrigação, acompanhamento técnico e têm a garantia, da Prefeitura, da compra de toda safra de legumes e hortaliça produzida. O projeto Plantando o Futuro já é tido com um dos  maiores programas de agricultura familiar, sobretudo bancado por uma Prefeitura. “A ideia é simples, mas a visão, o compromisso e a missão dos que coordenam os trabalhos, somados à força de vontade das famílias beneficiadas, transformam-se no tempero que enche barrigas vazias e faz famílias humildes voltar a sorrir”, comenta um assessor do prefeito Renatinho.

Agência

A nova ideia, que está sendo lançada durante esse semana em meio à programação de emancipação política do Pilar (que será na próxima sexta), é o Banco do Povo. É uma versão bem parecida com o Banco Cidadão, lançado em Alagoas no primeiro governo de Ronaldo Lessa. No Pilar o Banco do Povo será gerido por um conselho gestor de crédito. E como se não bastasse, não haverá restrição alguma para os interessados que estejam negativos no SPC ou Cerasa.

Critérios

O pré-requisito é que o futuro empreendedor seja morador do Pilar e tenha um projeto ou plano de negócio, que terá a viabilidade analisada pelo conselho. Os contemplados terão até R$ 2 mil para abrir o pequeno negócio. No primeiro semestre a previsão é que sejam liberados 30 créditos/mês. Os recursos do Banco do Povo serão oriundos de valores retidos por meio de transações feitas com o município. Ou seja: sem aporte financeiro para a Prefeitura do Pilar.