Blog do Dresch

13 de Março de 2018

PSOL oficializa pré-candidatura de Boulos

O líder nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST). Guilherme Boulos, 35 anos, foi escolhido como pré-candidato do PSOL á Presidência da República.  Ele obteve 69% dos votos dos 126 representantes da Conferência Nacional Eleitoral da sigla. Os demais votos foram distribuídos para Plínio de Arruda Sampaio Jr. (21%) e Hamilton de Assis com 6% das intenções. A indígena Sônia Guajajara, que a princípio tinha interesse em disputar a pré-candidatura, desistiu e foi escolhida como vice na chapa de Boulos. Os candidatos derrotados questionaram a escolha do líder do MTST, dizendo que o partido evitou a realização de prévias, escolhendo a Conferência.

PSOL oficializa Boulos 2

Em conversa com jornalistas, o presidente do PSOL, Juliano Medeiros, disse que todos os candidatos tiveram espaço na conferência para apresentar as divergências e que a partir de agora o partido marcha unido em torno da candidatura de Boulos. Questionado sobre o apoio que o pré-candidato recebeu do ex-presidente Lula, Boulos declarou que o partido continua defendendo a candidatura do ex-presidente, por entender que sua condenação foi injusta e sem provas. “Achamos que devemos defender o direito de Lula de ser candidato e denunciar uma situação em que o judiciário faz o papel de partido político e condena por casuísmo para tirar alguém do processo eleitoral. Isso não é uma luta da esquerda, mas de todos que defendem a democracia no país” disse.

PSOL oficializa Boulos 3

O candidato Guilherme Boulos afirmou que sua plataforma de campanha colocará o dedo na ferida. Vai apostar na participação popular e na construção de alianças com movimentos socais para chegar no segundo turno. Defender reformas tributária e agrária, além de um plebiscito para revogar as medidas aprovadas por Michel Temer. “Nem a ditadura militar em 21 anos mexeu com a CLT. O governo Temer, em dois anos, praticamente revogou a legislação trabalhista. A emenda 95, que congela investimentos por 20 anos, não tem precedente em nenhum país do mundo. Nem Margareth Thatcher, nem Pinochet, nem Carlos Menem, nem Fujimori, ninguém ousou algo tão grave e brutal contra um povo, como essa emenda constitucional” declarou o pré-candidato do PSOL.

 

A revitalização da cana-de-açúcar

O segmento sucroenergético de Alagoas, vai dispor a partir de agora de uma ferramenta importante para a revitalização de toda a cadeia produtiva da cana-de-açúcar, com a criação da Câmara Setorial da Agroindústria Canavieira do Estado de Alagoas. Ela vai auxiliar, orientar, discutir as políticas estratégicas relativas à produção, beneficiamento, industrialização e comercialização da cana e seus derivados. No lançamento, o governador Renan Filho garantiu a distribuição de insumos e a cessão de tratores aos pequenos produtores de cana do Estado. O governador deixou claro que o Estado vai ajudar o pequeno produtor com o processo de mecanização, e auxiliá-lo no incremento da produtividade, da rentabilidade no campo. Segundo Renan Filho, as dificuldades enfrentadas pelo segmento podem ser atribuídas ás fortes secas dos anos passados e pelo congelamento dos preços dos combustíveis fósseis. A criação da Câmara Setorial foi muito bem recebida pelo fornecedor da cana-de-açúcar, uma vez que 90% deles são pequenos produtores e serão beneficiados com a ação do governo.

INSS cancela benefícios

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) reiniciou o pente-fino nos benefícios pagos pelo órgão em Alagoas. São mais 12.301 benefícios que serão analisados nos próximos dias. No ano passado foram reavaliados 5.196 auxílios-doença, com mais de 75% de cancelamento. O objetivo do INSS é analisar se os beneficiários que recebem há mais de dois anos sem qualquer reavaliação ainda se encaixam no perfil necessário a receber o auxílio. Nas pouco mais de 5 mil perícias realizadas, foram cancelados 3,935 benefícios. Outros 617 foram cortados por ausência nas perícias.

Novo padrão para placas

A partir de setembro deste ano, o Brasil começará a seguir um diferente padrão para as placas de veículos, seguindo o utilizado para países do Mercosul. Os primeiros a adotarem serão os veículos zero quilômetro, os demais terão até 2023 para mudar. A nova placa terá uma tarja azul, a bandeira do Brasil e outra configuração de letras e números. Também contará com um chip e um código para facilitar a identificação do veículo quando roubado ou clonado nos países do Mercosul.

Novo padrão para placas 2

Uma das mudanças mais significativas será a utilização de quatro letras e três números, que poderão estar embaralhados. Hoje são três letras e quatro números. A cor do fundo será sempre branca. A variação será na cor da fonte: Preta para veículos de passeio; Vermelha para veículos comerciais; Azul para carros oficiais; Verde para os de teste; Dourado para os diplomáticos e prateado para colecionadores. O nome do país estará na parte superior da patente, sobre uma barra azul. O nome da cidade e do estado, estarão na lateral direita, acompanhados dos respectivos brasões.

 

 

  • O município sertanejo de São José da Tapera terá boa parte das suas vias urbanas recuperadas, através do Programa Pró-Estrada, realizado pela Secretaria de Transporte e Desenvolvimento Urbano.
  • A ordem de serviço para o início dos trabalhos foi assinada ontem pelo governador Renan Filho e pelo secretário Mosart Amaral.
  • O Pró-Estrada já chegou a 10 dos 17 municípios que compõem a região sertaneja, através da reconstrução asfáltica de acessos, vias urbanas ou mesmo na implantação de novas estradas.
  • Até o presente momento já são mais de 800 quilômetros de recuperação e reconstrução de vias e rodovias, o que representa quase a metade de toda a malha estadual. No total, os serviços de melhoria já alcançam mais de 60 municípios e oito povoados em todo Estado.