Sérgio Toledo

13 de Março de 2018

A violência.

Existe violência por quê? O ser humano deixa de ser humano e se torna mais que desumano. Mais que irracional. Assume a brutalidade.
Ao invés de diminuir com o passar dos anos e da evolução da espécie em todos os sentidos, vemos a violência aumentar em todos os cantos do mundo. A inveja, o orgulho, a necessidade de aparecer perante a comunidade onde vive faz com que tudo piore.
De um tempo para cá e acredito que o fato seja cíclico volta a se falar em combater a violência com o armamento da população leiga ou despreparada para usar uma arma de fogo.
Da forma como as coisas vão teríamos que ter em casa e ao sairmos às ruas um tanque de guerra para nos proteger.
Então: é armando a população em geral que será combatida a violência? Claro que não!
A violência tem que ser combatida através das polícias que deverão ser bem armadas, possuírem setor de inteligência, serem bem pagas e reconhecidas pela população.
A violência deve ser combatida com a educação em todos os sentidos. Com a presença de trabalho e renda para todos os níveis da população. Com a reeducação daqueles que quiserem sair da marginalidade e se tornarem cidadãos normais.
A violência deve também ser combatida com a colocação dos marginais do chamado “colarinho branco” na cadeia e com devolução dos recursos desviados em sua totalidade, pois esses são tão perigosos quanto os outros e mais ainda, porque deveriam ser eles os responsáveis por gerir a coisa pública e ao invés, assaltam sem dó ou piedade, para usufruto seu e de seus familiares e puxa sacos.