Roberto Baia

6 de Março de 2018

60 anos de Biribinha

Seis décadas. Parece que foi ontem que o pequeno baiano Teófanes Antônio Leite da Silveira via seu pai Nelson encenando dentro de seu Circo Mágico que rodou o Brasil, sobretudo, o Nordeste.

Instalado em Arapiraca com a lona toda montada, Teófanes Silveira se radicou por aqui e ganhou o diminutivo do apelido de seu genitor: Biribinha. (Com Ascom)..

 

Virou patrimônio

Viajou o país fazendo o riso fluir e virou Patrimônio Vivo da Cultura Alagoana e mestre das Artes Circenses, carimbando agora neste 2018 os seus 60 anos de carreira.

Para tanto, começando as comemorações no município arapiraquense, ele vai realizar neste sábado (3) e domingo (4) dois espetáculos com a peça “Eu Sem Você Não Sou Ninguém”, um melodrama em que o premiado ator e diretor Teófanes Silveira contracena com sua própria criação, o personagem Biribinha.

 

Percurso do artista

De forma bem-humorada, ele consegue pontuar nas entrelinhas muita filosofia existencial e metalinguagem. Ainda assim, a peça é leve e remete ao percurso feito pelo artista.

Os espetáculos serão realizados no Teatro Hermeto Pascoal, no Sesc Arapiraca, bairro de Santa Edwiges, com entradas a apenas R$ 10, ambos os dias às 20h.

 

Palco giratório

Depois dessa parada em Arapiraca, o Palhaço Biribinha segue com o Sesc pelo projeto Palco Giratório com as peças “O Machão” e “Tudo Por Causa do Tobias” de março a novembro, passando por Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, São Luís e outras cidades, neste que é o maior projeto de circulação de artes cênicas do país.

 

Comemoração

Em comemoração ao 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Prefeitura de Palmeira dos Índios, por meio das secretarias de Saúde, Educação, e Assistência Social, organiza um evento que tem como tema: “Mulheres: Lutas e Conquistas”. A prefeitura espera reunir um grande público de mulheres na Praça do Skate, que em breve terá a programação oficial anunciada.

 

 

Papel da mulher

Em parceria também com as secretarias de Cultura, Desenvolvimento e Turismo, Captação de Recursos e Meio Ambiente, o evento tem objetivo trazer uma reflexão sobre o papel da mulher na sociedade e sua autoestima. “Queremos mostrar às mulheres a importância de uma autoestima elevada. Oferecer um dia agradável e mostrar o quanto são especiais. Elas serão capazes de reconhecer o seu valor de forma realista e positiva”, adiantou a secretária de Saúde Katia Born.

A criação do Dia Internacional da Mulher dá-se no início do século XX, no contexto da Segunda Revolução Industrial e da Primeira Guerra Mundial, quando ocorre a incorporação da mão-de-obra feminina, em massa, ao operariado.

 

 

Mutirão da Justiça

Começou, nesta segunda-feira (5), a 10ª Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa. O mutirão, que ocorre em todo o país até o próximo dia 9 de março, tem o objetivo dar mais celeridade aos casos já judicializados que envolvem violência doméstica e familiar contra a mulher. O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE/AL) está presente na força-tarefa com nove promotores de justiça e, até o final desta semana, deverá participar de audiências e julgamentos em cerca de 200 processos. (Com Janaína Ribeiro).

 

Promotores

Estão trabalhando pelo MPE/AL os promotores Maria José Alves, que é a titular da 38a Promotoria de Justiça da Capital, com atribuições voltadas para a prevenção e o combate à violência doméstica e familiar contra a mulher; e Carlos Tadeu Vilanova Barros, Amélia Campelo, Marllisson Andrade, Dalva Tenório, Maurício Mannarino, Silvana Abreu, Kleber Valadares e Eloá de Carvalho.

 

Cuidado com a vítima

“Para além da gente cuidar que a Lei Maria da Penha seja realmente efetivada e eficaz, nós também temos um cuidado especial com a vítima para que ela participe das audiências e julgamentos de uma forma tranquila. Quando isso não acontece e, por algum motivo, a mulher não está bem, nós acionamos a equipe multidisciplinar, c assistente social e psicóloga, para um atendimento especializado.

 

Agressor

E ainda existe a preocupação para que o agressor tenha a defesa técnica assegurada. O Ministério Público não é simplesmente um órgão acusador, ele tem o papel de promover justiça e, sendo assim, protege o direito de todas as partes envolvidas em cada um dos casos”, detalhou a promotora Maria José Alves.

 

 

… O prefeito Júlio Cezar e a secretária municipal de Saúde, Kátia Born, instituem nesta terça (6) o Comitê Municipal de Vigilância e Prevenção da Mortalidade Materna, Fetal e Infantil de Palmeira dos Índios. A solenidade de instalação e posse dos representantes do Comitê será no Auditório da Fundanor, às 9h.

 

… O Comitê tem como objetivos estimular e promover a investigação de óbitos maternos, fetais e infantis pelas equipes de saúde, contribuir para a melhoria da informação em saúde sobre nascimentos e óbitos, melhoria dos registros de saúde, avaliações periódicas, dentre outros assuntos pertinentes ao estudo de óbitos materno-infantis.

 

…  “Esse Comitê será nossa ferramenta para propor ações para a redução da mortalidade materna, fetal e infantil. Palmeira apresenta um número considerável de óbitos de crianças menores de um ano de idade e isso é preocupante. Precisamos investigar as causas, quais as circunstâncias que levam essas crianças e mães a óbito e criar com urgência políticas públicas de prevenção e acompanhamento”, ressaltou Kátia Born.