Edmilson Teixeira

28 de Fevereiro de 2018

Santa Luzia do Norte

O caos administrativo vem tomando conta de Santa Luzia do Norte, cidade da região metropolitana de Maceió. No ano passado a Agência dos Correios migrou para Coqueiro Seco, porque a proprietária do imóvel pediu a casa e a Prefeitura não tinha como custear outra sede. Agora é o Cartório de Notas e Registro Civil. É que a Prefeitura exige para que o mesmo desocupe o imóvel pertencente ao município, interrompendo uma parceria criada há 28 anos. E como se não bastasse, o principal posto de Saúde está fechado por falta de grana para manter uma enfermeira padrão.

Delmiro Gouveia

O clima eleitoral já começa a dá suas caras na cidade de Delmiro. É que no último domingo, horas depois de ser fixado o outdoor do deputado federal e pré-candidato a presidente, Jair Bolsonaro; vândalos rasgaram parcialmente o material publicitário. A ação criminosa foi registrada durante a madrugada do domingo.  A Coordenação da Direita Delmirense divulgou uma nota de repúdio.

Porto Calvo

Dia 7 de março o público portocalvense terá a oportunidade de prestigiar por meio do projeto  “Porto Calvo Mais Atrativo”  a “Noite Rosa”. O evento que é uma iniciativa da Prefeitura em parceria com comércio local, ocorre a partir das 21h, tendo como atração Nandinho Show, que promete um grandioso show de axé. O secretário de Indústria e Comércio, Marcondes Cordeiro, espera mais uma vez a presença de um grande público. A edição homenageará o Dia Internacional da Mulher, 8 de março, oportunidade em que haverá distribuição de brindes para as presentes.

Visão

Diz o prefeito David Pedrosa que o “Porto Calvo Mais Atrativo” no ano passado se consolidou pela sua forma temática, sobretudo diversificando cada tipo de evento. Como: Comida de Boteco, Petisca Porto Calvo, Carnaval é Cultura, Quarta Rosa, Música de Barzinho, entre outros. “Na realidade esse projeto foi implantado com o objetivo formar um espaço de comercialização e lazer para entretenimento entre todos; sobretudo visando promover a geração de emprego e renda para os portocalvenses” afirmou, ressaltando que sempre ocorre em frente ao Mercado Público Municipal.

Creches

A boa notícia que chega para muitas mães do interior alagoano, sobretudo as que vivem nas cidades em que começaram e não terminaram a construção de creches por meio de recursos federais. É  que Brasília deu sinal para que a coisa agora ande. Trata-se de uma normativa que viabiliza a finalização das creches inacabadas no país que foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) na manhã desta segunda-feira. A Resolução 3/2018 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) era uma reivindicação dos municípios e traz a possibilidade de os Entes federados firmarem novos termos de compromissos, com fundamento na Lei 12.695/2012.

Creche II

A norma trata de obras decorrentes de instrumentos cujos prazos de execução tenham se esgotado, sem que o objeto inicialmente acertado entre as partes tenha sido concluído. A possibilidade de as Prefeituras receberem a verba, para este fim, foi anunciada durante reunião do Conselho Político Ampliado, na sede da Confederação Nacional dos Municípios, na terça-feira da semana passada com a participação do presidente do FNDE, Silvio Pinheiro.

Aperto

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) cobra da  Secretaria de Estado da Saúde –Sesau- mais celeridade na disponibilização das informações sobre os repasses dos incentivos aos municípios; atualização das competências pagas, destinação dos recursos e a definição de um cronograma de repasses dos programas estaduais.

Transparência

 “Esta é uma reivindicação do Cosems de que a Sesau atualize sempre o Portal da Transparência para que os municípios possam acessar as informações em tempo real e honrar o pagamento com os trabalhadores e fornecedores. Esperamos que o Estado oficialize as informações para que os municípios saibam qual competência foi paga e em qual conta bancária foi depositada”, reforçou a presidente da entidade, Izabelle Pereira.

Distribuição

As cirurgias eletivas foram outra pauta discutida pelo Cosems e Sesau, ficando pactuado que os R$ 800 mil que estavam vinculados às ações do hospital de Coruripe, sejam redistribuídos para as instituições hospitalares de Palmeira dos índios, Santana do Ipanema e São Miguel dos Campos. A diretora financeira do Cosems, Morgana Oliveira, afirmou que pacientes estão há meses sem conseguir realizar cirurgias e que a situação tem que ser resolvida com urgência.

Cajueiro

Comunidade carente de Cajueiro está sendo contemplada com um programa de caráter socioassistencial, por meio da Conab. Macaxeira, batata doce e laranja lima são os alimentos em grande quantidade que atendem a cerca de 700 famílias. As doações vão até o final de março. A parceria quer inserir uma associação de produtores da região,  afim de participar da modalidade de compra direta e doação simultânea.

Joaquim Gomes

Na manhã de ontem, uma carreta Scania, da cidade de Rancharia-SP, que seguia no sentido Maceió-Recife, virou no trevo de Joaquim Gomes. A carreta estava carregada de “fécula de mandioca”, uma substância farinácea obtida de tubérculos e raízes, que é utilizada em culinária. O mesmo que amido, e é usada para engrossar cremes, molhos e mingaus. O motorista Eduardo Aparecido dos Santos, 35 anos, teve o ombro direto fraturado do acidente e foi atendido no hospital de Joaquim Gomes.