Flávio Gomes

9 de fevereiro de 2018

Falta de pudor

“O Estado de São Paulo”: “Se tivesse um mínimo de pudor, Lula da Silva já teria há muito tempo se retirado da vida pública. Sendo, indubitavelmente, o maior responsável pela violenta crise moral, política e econômica que atinge o País desde a chegada do PT ao poder, em 2003, o chefão petista deveria ter ele próprio abreviado o sofrimento ao qual vem submetendo os brasileiros todo esse tempo, renunciando à pretensão de se tornar novamente presidente da República. Seria um alívio para o País, pois restituiria racionalidade ao debate das grandes questões nacionais, hoje submetidas à incessante mistificação lulopetista. Mas Lula jamais trairia sua natureza nem revelaria agora uma grandeza que nunca teve, razão pela qual ele está, como sempre, em plena campanha à Presidência. E o mais espantoso é que, mesmo tendo feito tudo o que fez, ele aparece como favorito nas pesquisas eleitorais. Ou seja, uma parte considerável do eleitorado parece não se importar com o fato de Lula e seu partido terem protagonizado o mensalão, o petrolão e a destruição da economia do País; ao contrário, aceita como verdadeiro o discurso mendaz do demiurgo petista segundo o qual o Brasil era uma maravilha no tempo em que o PT estava no poder. Em nações com democracias sólidas e educação cívica razoável, Lula e seus associados já estariam no ostracismo, não necessariamente como desdobramento de alguma ação judicial, e sim como consequência da repulsa do eleitorado.”

Avaliação

Paulo Kramer, cientista político, acha que, com a provável saída de Lula da corrida presidencial, Collor disputará o rótulo de candidato do Nordeste com Ciro Gomes, com a vantagem de projetar um perfil mais “presidencial”: “Fernando Collor representa um ‘fato novo’ cujo alcance  merece ainda ser cuidadosamente aquilatado”.

Argumentos

Assessores de Fernando Collor garantem que sua candidatura a presidente é pra valer e que o senador tem muitas chances, caso Lula não possa disputar. Acreditam que Collor tem simpatia da maioria do eleitorado de Lula e que entrará na campanha respaldado pelas absolvições em vários processos movidos contra ele.

Aperto demais

Renan Filho tem praticado eficiente política de arrecadação de tributos, o que explica, em parte, a boa situação financeira do Estado. Mas tem também economizado em excesso, o que atrapalha a gestão. Houve caso, por exemplo, de dirigente de importante órgão não viajar a trabalho ao interior por falta de combustível.

Pressão

Na “briga de foice” em que se transformou a disputa pelas duas vagas ao Senado os deputados federais Maurício Quintella e Marx Beltrão, dois dos interessados, têm sido cogitados para vice de Renan Filho ou Rui Palmeira. A disputa, então, ficaria entre Renan Calheiros, Benedito de Lira e, talvez, Téo Vilela.

Tentação

Renan Filho tem um trunfo importante a oferecer a quem se dispuser a ser seu vice. É que, sendo reeleito governador, em 2022 renunciaria seis meses antes da eleição desse ano para concorrer ao Senado. Seu vice assumiria o governo de forma definitiva, com a possibilidade concreta de concorrer à reeleição ao cargo.

Metamorfose

Há um ano, quando assumiu a Prefeitura de Arapiraca, Rogério Teófilo encarou pendências com os servidores, por salários atrasados. Colocou tudo em dia e agora anuncia reposição salarial já em fevereiro. “E quem recebia abaixo do mínimo a partir de agora vai receber o salário mínimo aplicado nacionalmente”, festeja.

Opinião

Advogado José Eduardo Rangel de Alckmin, sobre o fim do financiamento privado de campanha: “O fundamento para vedação do financiamento de campanha pelas empresas era combater o predomínio do poder econômico, mas sem ele o campo ficou aberto para os candidatos ricos ou beneficiados por meios de comunicação”.

* O Carnaval em Maceió terá uma programação realizada, simultaneamente, em oito bairros a partir de amanhã. As festividades em Ipioca, Ponta Grossa, Bebedouro, Fernão Velho, Pajuçara, Benedito Bentes, Jacintinho e Pontal da Barra irão até 3ª feira.

*De hoje até 4ª feira de cinzas o Shopping Maceió oferece às crianças oficinas de confecção de máscaras e pintura facial, sempre a partir de 14 horas. E mais: o Bloco das Marias, com a banda Cazuadinha, e o Labirinto Muito Louco com a Turma da Mônica.

*O Shopping Pátio Maceió tem horário diferenciado no Carnaval: sábado, das 10 às 22 horas; domingo, 2ª feira e 3ª feira, das 12 às 21 horas; 4ª feira, das 12 às 22 horas. O “Pátio Folia”, com oficinas e bailinhos infantis, será diário, das 14 às 21 horas.

* A Pinacoteca Universitária encerra hoje a mostra itinerante “Intervenções Cidade & Signos”, resultado do projeto de extensão de mesmo nome que atua desde 2015 e integra alunos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Direito, Design e Teatro.

*O Serviço Social da Indústria (Sesi) conclui hoje a Campanha de Carnaval 2018 junto aos trabalhadores do Agreste Sertão de Alagoas. Em Maceió e no interior as ações alertam para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e para as drogas.

*O Sine Maceió oferece, somente até hoje, vagas de trabalho destinadas a Pessoas Com Deficiência (PCD) para a área de supermercado. O prazo final é até as 14 horas. Há duas vagas para empacotador e duas vagas para repositor. Contato: 3315-6205.

* Estreia dos clubes alagoanos na Copa do Brasil: o ASA perdeu do Corumbaense e foi eliminado; o CRB venceu o União/MT por 3×1 e enfrentará o Novo Hamburgo/RS; o CSA empatou em 2×2 com o Manaus/AM e terá como adversário o São Paulo.

 

“Plagiando Winston Churchill, as eleições de 2018 são uma charada envolta em mistério, dentro de um enigma”

Almir Pazzianoto Pinto

Advogado e ex-presidente do TST