Blog do Dresch

30 de janeiro de 2018

Mais Médicos será ampliado em Alagoas

tl30 600x300 c - Mais Médicos será ampliado em Alagoas

               Mais 20 municípios alagoanos serão incluídos no Programa do Governo Federal Mais Médicos, segundo garantia dada pelo secretário Nacional de Gestão, Trabalho de Educação do Ministério da Saúde, Rogério Abdalla. Ele esteve em Alagoas reunido com o governador Renan Filho e com o secretário de Estado da Saúde Christian Teixeira e manifestou que o interesse do Ministério era expandir o programa, tendo em vista os resultados positivos alcançados. Atualmente o Mais Médicos é uma realidade em 68 municípios, com a atuação de 232 profissionais. Deste total, 139 são estrangeiros, a maioria cubana, mas já adaptados a Alagoas e a sua gente.

Mais Médicos em Alagoas 2

             Em todo o país, o Mais Médicos conta com 18 mil médicos em atuação e esse número deve aumentar em função da expansão do programa. Segundo o secretário Christian Teixeira “ serão beneficiados municípios em todas as regiões do estado e com isso vamos melhorar a saúde pública nas regiões que possuem um baixo índice de cobertura no Programa Saúde na Família (PSF) ” explicou. Ele disse que ainda não se sabe quais os 20 municípios de Alagoas que serão atendidos, porque isto depende de um estudo do Ministério da Saúde e também da adesão das prefeituras interessadas na implantação do programa.

Legislativo só volta 2ª

            Apesar de o fim do recesso parlamentar ser nesta sexta-feira, dia 02, os deputados e senadores somente voltam ao trabalho na segunda, dia 5, quando acontecerá a sessão solene de abertura dos trabalhos. A Secretaria-Geral da Mesa do Senado argumenta que a prorrogação da folga é uma forma eficiente e econômica de se iniciar o ano legislativo. Na sessão de abertura será lida uma mensagem do Executivo aos parlamentares, com os projetos e as perspectivas consideradas prioritárias para o Governo Federal em 2018. O presidente Temer não confirmou a sua ida. Depois da primeira semana de trabalho, senadores e deputados já “engatam” a folga do carnaval.

O peso das mochilas

                   A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia lançou uma campanha visando a proteção da coluna vertebral das crianças, que não devem carregar uma mochila com mais de 10% do seu peso corporal. Assim uma criança de 7 anos com cerca de 20 a 22kg estará forçando a coluna se levar nas costas uma mochila com mais de 2kg. A volta as aulas foi o motivo da campanha lançada agora, que visa orientar os pais sobre a questão do peso. “Os pais devem auxiliar na preparação da mochila, para evitar o peso excessivo. Brinquedos, livros desnecessários não devem sobrecarregar a mochila da garotada” explica a presidente da Sociedade, Patrícia Morais Barros Fucs, que é ortopedista pediátrica.

O peso das mochilas 2

                   Outro dado importante é que os sintomas podem não aparecer agora, mas sim no futuro. O excesso de peso muda a postura, a criança tende a caminhar um pouco curvada e os músculos do peito se encurtam e os das costas acabam ficando mais fracos explica Patrícia. A preocupação também se soma ao fato de que 85% da população brasileira em algum momento da vida queixa-se de dor nas costas. Em caso de dúvida dos pais, sempre é bom leva-la a um ortopedista, que dará as devidas orientações para a crianças e para os pais, assinalou a presidente da Sociedade.

Vida sob outras formas

                Cientistas pretendem usar nova abordagem para localizar formas de vida em outros planetas. Esta pesquisa, publicada na revista Science Advances, destaca que até agora os cientistas tinham como indicador principal a existência de oxigênio na atmosfera. Nunca foram levados em consideração índices não menos importantes como biossignaturas, que indicam a possível existência de organismos vivos em planetas. Outros detalhes também podem servir como indicadores de vida: quantidade suficiente de metano e dióxido de carbono; existência de água em estado líquido na superfície e ausência de monóxido de carbono.

  • O governador Renan Filho e o secretário da Educação (e vice-governador) Luciano Barbosa, entregaram ontem mais um ginásio poliesportivo para alunos da rede pública estadual de ensino.
  • A Escola Estadual Rubens Canuto, localizada no Benedito Bentes II, com 1.800 alunos, conta agora com um moderno equipamento para a prática esportiva.
  • O ginásio substitui uma quadra improvisada, sem iluminação, que impedia as atividades esportivas dos alunos do noturno e prejudicava os demais em dias de chuva ou de sol forte.
  • Segundo a diretora-geral da Escola, Vanúbia Oliveira, além do esporte levar disciplina, oportunidades e saúde “o Ginásio vai contribuir para a comunidade escolar de diversas formas”.
  • E continua “podemos utilizar o espaço para exposições, mostras científicas, atividades pedagógicas e apresentações culturais. Antes da quadra, até as nossas formaturas aconteciam em outras escolas” acentuou Vanúbia.
  • De 2015 até agora o Governo já entregou 68 quadras poliesportivas.